{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1100px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

    Principais Tipos de Fundos de Investimento e Como Eles Funcionam

    by Equipe Rico on Outubro 22, 2018

    tipos de fundos de investimento introducao

    Existem diversos tipos de fundo de investimento que podem ir de encontro com os seus objetivos financeiros.

    Cada vez mais pessoas que buscam por alternativas rentáveis para a sua carteira de ativos têm optado por eles.

    Uma das grandes vantagens de investir em um fundo de investimento é o fato de que não é preciso administrá-los de perto.

    Além disso, com um fundo, você pode ter acesso a vários ativos em um único portfólio, tendo a comodidade de possuir um gestor renomado para gerir os seus investimentos.

    Dessa forma, você também pode acabar arcando com custos mais baixos do que se você fosse montar a sua carteira de ativos sozinho.

    No entanto, antes de optar por um dos tipos de fundo de investimento, você precisa saber como eles funcionam, a fim de escolher aquele que mais se adeque às suas necessidades.

    Nesse artigo você vai:

    • Entender Quais São os Principais Tipos de Fundos de Investimento e Como Funcionam
    • Saber Como Escolher o Melhor Tipo de Fundo de Investimento Para Você
    • Conhecer Exemplos de Fundos de Investimento disponíveis na Rico

    Qualquer dúvida, é só deixar o seu comentário abaixo nos comentários.

    Boa leitura!

    Você quer saber o que é taxa de corretagem e como escolher a menor? Então, acesse esse guia completo que preparamos para você!


    Quais São os Principais Tipos de Fundo de Investimento e Como Funcionam?

    tipos de fundos de investimento quais sao os principais

    Descubra quais são os principais tipos de fundo de investimento.

    Um fundo de investimento é composto por uma carteira de ativos financeiros. Dessa forma, ele é oferecido através de cotas por administrados, a fim de captar recursos.

    Um fundo funciona como um condomínio. Com isso, cada morador compra uma cota (um apartamento), paga uma mensalidade para que o local seja bem administrado e segue algumas regras específicas.

    Nesse tipo de investimento existem taxas que precisam ser pagas para que o gestor do fundo tome as melhores decisões para a sua carteira, como fazer vendas ou novas aquisições. 

    Os órgãos reguladores de um fundo são a CVM e a ANBIMA. Eles são responsáveis pela classificação e pela fiscalização de todas as atividades relacionadas aos fundos.

    Se você quiser saber mais sobre fundos de investimentos, assista ao vídeo abaixo:

    Um fundo de investimento é, então, uma maneira de realizar investimentos mais complexos sem que haja a necessidade de você ser um especialista em renda fixa ou variável, por exemplo.

    Assim, tudo o que você precisa fazer é entrar no site da Rico e escolher o fundo que mais lhe agrade, e que seja compatível com o seu perfil de investidor.

    Os gestores de fundos costumam possuir uma larga experiência e estratégias específicas e avançadas de investimento. Então, para saber mais sobre isso, é recomendado que você leia o prospecto do fundo no qual deseja investir.

    Dessa forma, optar por um fundo é boa opção de diversificação da sua carteira de investimentos, mesmo que você tenha pouco dinheiro para investir. 

    Além disso, não é tão fácil realizar as mesmas estratégias sozinho, já que você precisaria ter um capital muito grande e muito conhecimento para isso.

    Porém, se o seu intuito é aplicar dinheiro em um bom fundo, você precisa dispor de quantias entre R$ 500 e R$50.000. Isso mesmo, a partir de R$ 500 você pode começar a aplicar em um fundo.

    Por proporcionar simplicidade ao investidor, dois tipos de taxas são cobradas nesse tipo de investimento: a de performance (que nem todos cobram) e a de administração. Essa segunda, é como se você estivesse remunerando os gestores por cuidar do fundo.

    O que é uma cota?

    Um fundo é dividido em cotas, sendo que uma cota é a menor parte desse ativo. Então, quando um investidor (cotista) aplica o seu dinheiro em um fundo, ele está adquirindo cotas. 

    O patrimônio total de um fundo é composto pela somatória de todas as cotas que são distribuídas. Dessa forma, todas possuem o mesmo valor. Ou seja, a soma de todas elas é o equivalente ao patrimônio total do fundo em questão.

    Todas as taxas que são cobradas são proporcionais à quantidade de cotas que você possui.

    O valor das cotas muda todos os dias, de acordo com a performance do fundo. Contudo, a quantidade de cotas disponíveis será sempre a mesma.

    Existem diversos tipos de fundos e você descobrirá quais são eles a seguir:

    Fundos de renda fixa

    Os fundos de renda fixa são compostos por, no mínimo, 80% de investimentos de renda fixa, tanto prefixados quanto pós-fixados.

    Os 20% restantes costumam ser alocados em outros ativos, como é o caso dos derivativos. Isso acontece com o objetivo de aumentar o rendimento do fundo para que ele consiga seguir o CDI, por exemplo.

    Esse tipo de fundo de investimento pode ser bastante indicado para pessoas que possuem um perfil de investidor mais conservador. Principalmente para quem não abre mão da segurança em detrimento de uma boa rentabilidade.

    Fundos de ações

    Um fundo de investimento em ações é composto por cerca de 67% de ações da bolsa de valores. Assim, o rendimento esperado varia conforme a valorização dos papéis em questão.

    Além disso, eles podem ser classificados da seguinte maneira: 

    • Fundos passivos: neles, as ações são escolhidas de maneira que sua rentabilidade seja atrelada a um índice, como o Ibovespa, por exemplo. 
    • Fundos ativos: a composição desses fundos é realizada baseada em análises macroeconômicas. 

    Fundos imobiliários

    Os Fundos de Investimentos Imobiliários, que também são conhecidos como FIIs, são compostos por ativos do setor imobiliário. 

    Ao optar por esse tipo de fundo de investimento, você estará comprando pequenas partes de diversos imóveis.

    Esse fundo também possui um gestor especializado. Com isso, de acordo com os resultados apresentados, mais alocações são realizadas, focando em uma maior rentabilidade.

    Fundos multimercado

    Na composição dos fundos multimercado estão diversos ativos da renda fixa e variável. Assim, seu gestor possui uma variedade de investimentos maior do que as outras categorias. 

    Esse tipo de fundo de investimento é uma ótima opção para quem quer ter um bom rendimento e correr riscos moderados.

    Fundos cambiais

    A composição dos fundos cambiais é baseada em moedas estrangeiras, como os títulos públicos de outros países. Assim, os mais comuns deles são os de euro e dólar.

    Fundos referenciados

    Esse tipo de fundo de investimento tem um benchmark como objetivo de rendimento. Assim, ele é composto, em média, por 95% de ativos atrelados à esta referência. 

    Um fundo referenciado é considerado uma opção segura de investimento, já que seu patrimônio é composto por cerca de 80% de títulos privados ou públicos que possuam baixo risco de crédito. 

    E é justamente nessa categoria de investimento que você encontra os fundos DI, que são referenciados pelo CDI.

    Fundos da dívida externa

    Esse tipo de fundo de investimento é composto por, no mínimo, 80% de títulos da dívida externa da União.

    Com isso, o seu rendimento é determinado pelos seguintes fatores:

    • Desempenho dos papéis no mercado internacional
    • Taxas de juros pagas pelos ativos
    • Taxa de câmbio do dólar ante o real

    FIC (Fundo de Investimento em Cotas)

    Um Fundo de Investimento em Cotas compra cotas de fundos que estão disponíveis no mercado financeiro

    Essa opção de investimento é emitida por instituições financeiras e é gerida por uma equipe altamente qualificada.

    Segundo determinação da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), um FIC precisa ser composto por, no mínimo, 95% de cotas de fundos de investimento de uma mesma classe, como renda variável, renda fixa ou câmbio. 

    Os 5% restantes podem ser alocados em opções de renda fixa.

    Porém, isso não vale para um FIC multimercado. Neste, é permitido investir em diferentes classes de ativos simultaneamente. 


    Como Escolher o Melhor Tipo de Fundo de Investimento Para Você

    tipos de fundos de investimento como escolher

    Veja como escolher o melhor fundo de investimento.

    Para contar com os melhores resultados em seus investimentos em fundos, você precisa saber como escolher o melhor tipo para você.

    Pensando nisso, reunimos os principais fatores que você precisa levar em consideração no momento dessa escolha. Confira:

    Objetivos

    Antes de mais nada, você precisa definir quais são os seus objetivos ao investir o seu dinheiro. E depois que a sua aplicação tiver sido feita, é muito importante você mantenha o autocontrole.

    Isso porque muitas pessoas erram querendo resgatar seu capital logo após a  aplicação.

    Então, é essencial que você tenha uma reserva de emergência para situações imediatas, por exemplo. É importante que capital que você investiu seja resgatado apenas no momento certo, na data que foi prevista no seu planejamento de investimento, pois isso pode interferir diretamente na sua rentabilidade.

    Prazo de resgate e liquidez

    Depois de definir os seus objetivos, avalie qual é a "Cota de Resgate" e a "Liquidação de Resgate" do fundo em questão. 

    A cota de resgate nada mais é do que o número de dias que a sua posição demora para ser revertida em cotas.

    Já a liquidação de resgate é o número de dias que leva para que as cotas se transformem em dinheiro na sua conta corrente. 

    Você pode ter acesso a essas informações na área logada da Rico ao acessar a opção "Fundos de Investimento".

    Abaixo, você encontra um exemplo do fundo AZ Quest Altro FIC FIM CP:

    tipos de fundo de investimento prazo

    Dados de 05/10/2018

    Rentabilidade - Histórico do fundo

    Os fundos de investimento possuem um índice como benchmark, tal como o Ibovespa e o o CDI, por exemplo.

    Ao acessar um fundo de investimento na Rico, você tem acesso ao histórico de rendimento como mostra o gráfico abaixo:

    tipos de fundo de investimento rentabilidade

    Dados de 05/20/2018

    Aplicação inicial

    A aplicação inicial é o valor mínimo que você precisa desembolsar para investir em determinado fundo de investimento. Esse valor costuma a ficar entre R$ 500,00 e R$ 50.000. 

    Assim, você pode começar a investir em fundos mesmo com pouco dinheiro.

    Gestão

    Quando você opta por um fundo de investimento, saiba que existe um profissional qualificado que faz as alocações necessárias dos seus ativos, a fim de obter o maior rendimento possível.

    Impostos

    Governo recolhe o Imposto de Renda dos fundos de investimento antecipadamente a cada 6 meses, e ele não é cobrado novamente no momento do resgate. 

    Esse procedimento é conhecido como "come-cotas". Além disso, a alíquota varia conforme o atempo de aplicação:

    Fundos de Curto Prazo

    • 22,5% em aportes que permanecem por até 180 dias
    • 20% em aportes que permanecem 181 dias ou mais

    Fundos de Longo Prazo

    • 22,5% em aportes que permanecem por até 180 dias
    • 20,0% em aportes que permanecem de 181 dias a 360 dias
    • 17,5% em aportes que permanecem de 361 dias a 720 dias
    • 15,0% em aportes que permanecem por 721 dias ou mais

    Taxa de administração e de performance

    A taxa de administração é paga para que os gestores possam gerir o fundo em questão e a taxa de performance recompensa esses profissionais pelos seus resultados. 

    Isso acaba estimulando o gestor a apresentar ótimos resultados para o seu investimento. Porém, nem todos os fundos possuem a taxa de performance. 

    Risco do fundo

    Todos os tipos de fundo de investimento possuem três níveis de risco: conservador, moderado e agressivo. 

    É possível encontrar fundos de renda fixa agressivos, bem como fundos multimercados conservadores. Então, é importante que você fique atento a isso e também baseie a sua escolha no seu perfil de investidor

    Da mesma forma que acontece com outros ativos, os fundos de investimento também possuem riscos. 

    Então, antes de comprar as suas cotas, é essencial que você conheça os fatores de risco. Veja a seguir:

    • Risco de crédito: ele representa o risco de falta de pagamento da sua rentabilidade pelo emissor de ativos que fazem parte do fundo. Por exemplo: um fundo que possui títulos do Tesouro Direto em sua composição tende a ter um baixo risco de calote, já que o governo é o emissor.

    • Risco de mercado ou de estratégia: nada mais é do que a probabilidade do gestor do fundo não ser bem sucedido em sua estratégia de investimento. Se isso acontecer, os cotistas acabarão tendo retornos negativos.

    Exemplos de Fundos de Investimento na Rico

    Na área logada da Rico, existem vários tipos de fundo de investimento. Ao acessar essa opção na nossa plataforma, você encontra todos os fundos disponíveis na data do seu acesso, como mostra o exemplo a seguir:

    tipos de fundo de investimento opcoes

    Dados de 05/10/2018

    Digamos que você tenha optado pelo AZ Quest FIC FI RF CP LP. Abaixo você confere qual foi a sua rentabilidade passada desse fundo de renda fixa:

    tipos de investimento exemplo-1

    Dados de 05/10/2018

    Caso você queira optar por um fundo multimercado, uma das opções atualmente disponíveis é o Bahia AM Maraú FIC de FIM. Abaixo você confere o seu histórico de rentabilidade:

    tipos de investimento exemplo 2

    Dados de 05/10/2018

    Comece agora a investir em fundo de investimento

    Aqui na Rico, investir em fundos é bastante simples. Tudo o que você precisa fazer é abrir uma conta de maneira 100% gratuita.

    Para comprar cotas de algum tipo de fundo de investimento, você precisa transferir a quantia desejada da sua conta no banco para a sua conta na Rico, através de um TED de mesma titularidade.

    O próximo passo é escolher os fundos do seu interesse e conferir todos os seus materiais de divulgação. 

    Após encontrar o fundo que se adeque às suas necessidades e ao seu perfil de investidor, clique em "comprar", informe o valor a ser investido e clique mais uma vez em "comprar". 

    Pronto! Você acaba de adquirir as suas cotas!


    Conclusão

    tipos de fundos de investimentos conclusao

    Agora você conhece todos os tipos de fundo de investimento.

    Existem vários tipos de fundo de investimento que podem ajudar você a alavancar os ganhos da sua carteira

    Neles, suas aplicações são geridas por um profissional qualificado que tem como objetivo alavancar seus ganhos com a maior rentabilidade possível. 

    Além do Imposto de Renda, você também precisa pagar uma taxa de administração e, por vezes, uma taxa de performance. 

    Os principais tipos de fundo são:

    • Fundos de renda fixa
    • Fundos de ações
    • Fundos imobiliários
    • Fundos multimercado
    • Fundos cambiais
    • Fundos referenciados
    • Fundos da dívida externa
    • FIC (Fundo de Investimento em Cotas)

    Ao escolher uma aplicação considere alguns fatores, como perfil de investidor, riscos e custos associados. 

    Para ter acesso a esse tipo de aplicação, o primeiro passo é abrir a sua conta na Rico. Aqui, você terá à disposição os melhores fundos. Aproveite e invista agora mesmo!

    Ainda tem dúvidas sobre como investir em fundos? Confira esse guia abaixo:

    Obrigado por ler até aqui!

    cta-blog-abra-sua-conta

    Topics: Como começar a investir

    Top 5 Posts

    Posts Recentes