{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1200px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

    Mais Uma Queda na Taxa Selic: O que Acontece com a Renda Fixa?

    by Thiago Salomão | 30 de outubro, 2019

    como-poupar-dinheiro-e-investiir

    ALERTA: Taxa Selic caiu, a sua renda fixa em breve pode virar uma "perda fixa".

    A Selic, que é a taxa básica de juros da economia brasileira, acabou de ser cortada em 50 pontos-base, para 5,0% ao ano, renovando assim seu menor patamar da história. E pelo comunicado do Banco Central e também pela projeção dos economistas, é provável que ela continue caindo nas próximas reuniões.

    Esse movimento tem sido bastante comemorado no mercado (haja vista a performance das ações) ao mesmo tempo que isso tem tido um impacto bem ruim nos investimentos de renda fixa. Tomando como base a taxa de juros atual de 5%, a rentabilidade de alguns investimentos caiu para

    -Poupança: 3,5% ao ano (a rentabilidade é 70% da Selic + Taxa Referencial)

    -Tesouro Selic: 5% ao ano

    -Fundos de Renda Fixa (média): 5,25% ao ano

    Ou seja: aquele “retorno mágico” de 1% ao mês que a renda fixa entregava num passado não muito distante já não é mais a realidade – e pelo andar da carruagem, é capaz que isso continue assim por longos anos.

    Se por muito tempo noticiamos essa queda estrutural dos juros como uma oportunidade, hoje estamos aqui para fazer um alerta: você pode em breve começar a perder dinheiro em renda fixa.

    Sim, aquele discurso maravilhoso de “rendimento garantido” da renda fixa pode se transformar em um prejuízo certo.

    Aos que não entenderam isso, explico rapidamente: imaginando um cenário de Selic a 4% ao ano (projeção que está ganhando forças no mercado) e inflação no centro da meta futura do BC, de 3,5%, o rendimento de uma aplicação de renda fixa que rende 100% do CDI (cerca de 4%), descontada o imposto de renda de 20%, daria um resultado líquido de 3,2%. Ou seja, a rentabilidade real deste investimento seria negativa em 0,3%.

    Investindo na poupança, o resultado seria ainda pior: com rentabilidade de 70% da Selic + TR (Taxa Referencial), que é bem próximo de zero, seu retorno seria na faixa de 3% ao ano, ou 0,5 ponto percentual abaixo do centro da meta.

    Abaixo segue o gráfico dos juros reais (Juros do mercado menos a inflação) dos últimos anos no Brasil que ilustra bem isso: a queda mostra que a “gordura” do rendimento da renda fixa em relação à inflação está cada vez menor.

    Mas calma, isso não significa que você tem que tirar todo seu dinheiro da renda fixa. Nada melhor do que um Tesouro Selic ou um fundo DI com liquidez diária para montar uma reserva de emergência.

    Mas o recado que você precisa levar a sério é: você precisa mais do que nunca diversificar a sua carteira. Nossa recomendação para sua carteira de investimentos está concentrada em dois produtos:

    Fundos multimercados

    são fundos que podem investir em todos os mercados possíveis (ações, renda fixa, câmbio, commodity, exterior, nacional....). O gestor deste fundo buscará sempre uma performance bem acima do CDI.

    Mas atenção: com o juro muito baixo, estes fundos terão que tomar cada vez mais ‘risco’ para entregar uma rentabilidade interessante, por isso é fundamental que você escolhe bons fundos, com histórico comprovado e gestão alinhada e com foco no longo prazo. Dentre os nossos multimercados prediletos na Rico Investimentos, estão o MZK Dinâmico  e o Occam Retorno Absoluto (este aqui, aliás, está com previsão de fechar nos próximos dias!)

    Ações

    Temos fundos de ações que gostamos muito, como da Brasil Capital (que está com previsão de fechar até o começo de 2020) e recém lançado XP Long Term. Mas quem quiser aplicar direto em ações pode seguir as nossas carteiras recomendadas da Rico.

    A Carteira Rico Premium, por exemplo, está com rendimento de 29% em 2019 (contra +22% do Ibovespa) e desde sua criação (jan/16) acumula ganhos de 211%, contra alta de 145% do Ibovespa. Clientes Rico podem seguir a carteira gratuitamente, mas temos a versão paga do relatório na qual os assinantes podem interagir com meu time de análise para tirar dúvidas sobre ações e saber quais as possíveis mudanças que podemos fazer em nossa carteira (para saber as vantagens em virar assinantes, clique aqui).

    Temos vários produtos na Rico Investimentos que ajudarão a melhorar a performance da sua carteira.

    Nova call to action

    Topics: Economia e Análises

    Top 5 Posts

    Posts Recentes