{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1100px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

Guia Completo da Planilha de Gastos Pessoais Definitiva

by Rico.com.vc on Agosto 3, 2017

planilha de gastos pessoal

Você sabia que ter uma planilha de gastos pessoais é muito importante para ficar rico?

Montar uma planilha de gastos pessoal pode não ser simples. São muitas entradas, saídas, tributos e gastos surpresas que podem dificultar as suas contas.

Aprenda tudo sobre planejamento financeiro nesse outro guia completo.

Neste texto, você vai aprender tudo sobre como criar a melhor planilha de gastos pessoal de uma vez por todas. Ter o controle das suas finanças é a melhor forma de ter uma vida financeira saudável.

Você também poderá baixar os diferentes modelos de planilha de gastos pessoais criados especialmente para nossos leitores. 

Se tiver uma dúvida, escreva um comentário no final da página.

Boa leitura!


Introdução - montar uma planilha de gastos pessoal não precisa ser complicado 

planilha de gastos pessoal  intro

Se está precisando ajustar sua vida financeira, saiba que uma planilha de gastos pode colocar tudo nos trilhos novamente.

Gastar menos do que se ganha parece óbvio, mas não é tão simples de você não tem controle de quanto e para onde o seu dinheiro vai todos os meses.

Para te ajudar nas suas finanças pessoais, vamos te mostrar uma técnica infalível, sem custo e que só dependerá de você.

E o melhor, você terá um verdadeiro retrato da sua situação econômica e ficará bem mais fácil tomar decisões sobre como lidar com o seu dinheiro (e fazer render!) daqui para frente.

Então O que é uma planilha de gastos?

É simplesmente uma forma de lançar suas despesas e fazer uma somatória delas para conseguir enxergar para aonde seu dinheiro está indo.

É a substituta natural do velho caderninho de despesas que, diga-se de passagem, muita gente ainda usa (e não há problema algum nisso).

Antes de tudo, é importante ressaltar que pouco importa a maneira como você controla seu dinheiro, desde que esse controle seja feito.

É melhor um controle bem feito no papel do que simplesmente nenhum controle. Então, se você está confortável com a maneira como já faz isso, continue assim.

As planilhas mais sofisticadas permitem atribuir categorias aos gastos, de forma que você tenha somatórias parciais por tipo de despesa. Assim, você pode gerar um gráfico e enxergar onde você gasta mais: moradia, carro, comida e assim por diante.

Seja como for, o importante é começar e manter o controle.

Quais as vantagens de ter uma planilha de gastos?

A vantagem óbvia é, literalmente, enxergar onde seu dinheiro está indo e, desta forma, identificar desperdícios, os tais "ralos financeiros". E desse ponto em diante ter controle absoluto de suas finanças.

Só assim será possível ter um orçamento equilibrado para conseguir poupar e, consequentemente, investir seu dinheiro. Lembre-se: você não controla o que você não vê, por isso a importância da planilha.

Sabe aquela assinatura da tv a cabo com direito a um pacote completo de canais que você não dá conta de assistir, nem se tivesse todo tempo do mundo? Pois é, vamos supor que você pague em débito automático um valor de R$120,00 por mês.

No ano, lá se foram R$1.200,00. Se esse valor fosse lançado todos os meses na planilha, talvez, você notaria que está gastando muito dinheiro com algo que não usa o suficiente para valer a pena o custo.

É aí que está o segredo do sucesso da planilha de gastos. Não é o fato de apenas lançar entrada e saída de dinheiro, mas sim as decisões que você passa a tomar quando tem total noção de como lida com o seu suado dinheiro.

São exemplo assim que ajudam na mudança de hábito. Talvez, você esteja pensando agora em alguns gastos fixos e supérfluo que têm e não havia se dado conta.

Agora, reflita o quanto você poderia estar ganhando se tivesse investindo? Aqueles R$1.200,00 poderiam estar rendendo até mais de 10% ao ano se aplicado em uma renda fixa, como Tesouro Direto ou uma LCI.


Dicas muito importantes de educação financeira

planilha de gastos pessoal dicas

Siga essas dicas para ter uma vida financeira mais saudável!

Organize melhor suas finanças pessoais

Uma planilha de gastos é um passo fundamental para que tenha suas finanças pessoais organizadas. Isso significa, em poucas palavras, estar no controle.

Finanças organizadas permitem ter uma boa visão de sua saúde financeira, permitindo assim, que você tome decisões mais racionais no que tange ao uso do seu dinheiro, podendo inclusive, fazer previsões para os meses (e até anos) vindouros.

Quem tem suas finanças organizadas jamais é pego de surpresa pelas "contas mentais" – porque, sejamos francos, ninguém se lembra em detalhes do que gastou 15 dias ou um mês atrás.

Aproveite para assistir ao vídeo abaixo com dicas poderosas de organização de finanças:



Mantenha o controle dos seus gastos

Como falamos há pouco, você não controla o que você não vê. Agora, com uma planilha, você pode manter um controle rígido de seus gastos, evitando assim aqueles gastos quase invisíveis para quem não controla suas finanças.

Além disso, para que esse controle seja mais efetivo, você deve definir metas de gastos e tentar manter-se abaixo ou próximo delas. É importante que as metas sejam definidas olhando seu histórico de gastos dos últimos 3 meses, pelo menos. Assim você evita a armadilha de estabelecer metas irreais.

Feito isso, você pode verificar os gastos que estão acima da meta e traçar um plano para diminuí-los ou até cortá-los de uma vez.

Planeje a quitação de suas dívidas e saia do vermelho

Pouca gente entende que para sair do vermelho é importante realizar um planejamento. Você não simplesmente sai pagando dívidas sem antes organizar seu orçamento de forma que haja dinheiro para isso.

Normalmente é preciso criar "folgas" no orçamento para pagar as dívidas, e sem um bom controle e planejamento será quase impossível.

Um caminho comum para endividados é recorrer a dívidas mais baratas. Nada de errado com isso

A armadilha reside justamente nas contas mentais e na falta de controle, que acabam levando a pessoa a aumentar o problema e não o sanar. Em vez de uma dívida, agora são duas.

Aprenda a economizar dinheiro

Supondo que você conseguiu gerir seu orçamento de forma a sair do vermelho, agora suas dívidas fazem parte do passado. O próximo passo é usar essa mesma "folga financeira" com a qual pagou as dívidas, para suas economias. É hora de poupar e investir!

Uma das maneiras mais eficientes de se aprender a economizar dinheiro é através do controle, ou seja, de uma planilha de gastos. Conhecer profundamente seus hábitos de consumo é primordial para enxergar onde está gastando demais.

Não se engane: é um processo longo, trabalhoso e doloroso. Muitos gastos acontecem com coisas que gostamos, mas que muitas vezes são incompatíveis com nossa renda.

Identifique seus maiores gastos mensais

Uma vez feita a planilha, após um período de lançamentos, você já será capaz de identificar seu "top 5".

Ou seja, os campeões das "paradas" dos gastos pessoais. Mesmo que sua planilha seja simples e não haja "categorização" das despesas, basta organizar a coluna dos gastos de forma decrescente, que os "5 mais" aparecerão primeiro.

Uma vez identificados, é por aí que você deve começar a "faxina".

Relatórios de gastos pessoais

Algo fundamental é entender as diferenças entre um relatório e uma planilha. De forma simples e direta, o primeiro deriva da segunda. O relatório é o que a planilha "gera" para que consiga enxergar um panorama de suas finanças.

As planilhas mais completas geram relatórios, em que é possível enxergar seus gastos por categoria, por "ranqueamento" do maior para o menor, gráficos de receitas versus despesas, entre outras funcionalidades.

Mas é importante voltar ao ponto inicial, onde não existe relatório sem planilha. A planilha é onde você insere os dados e o relatório é uma visão consolidada dos dados ali inseridos.


Como aprender mais sobre controle de gastos pessoais

planilha de gastos pessoal como

Uma planilha de gastos pessoal é começo do seu caminho na educação financeira. 

Há dois tipos de aprendizado sobre os gastos pessoais: aquele teórico, como esse texto que você está lendo e o da prática. Os dois são importantes e se completam. Por isso, embora eles existam de forma separada, o ideal é que se use dos dois.

E, para isso, a disciplina de fazer os lançamentos financeiros é fundamental. Ao longo dos meses você começará a ter um histórico de suas despesas e assim aprender cada vez mais sobre seus hábitos.

Resumindo: para aprender mais, devore todo conteúdo que conseguir sobre o assunto e comece agora a fazer sua planilha. Teoria sem prática não serve para quase nada.

5 passos para montar uma planilha de gastos pessoais simples

Se você tem conhecimentos básicos de Excel, montar sua planilha não é algo tão complicado. Mas, se você nunca viu nenhuma planilha na sua frente, o primeiro passo seria aprender o básico sobre isso ou baixar uma planilha pronta.

Partindo da ideia que você sabe o básico, veja os passos para montar sua planilha:

  1. Defina o modelo. Vai lançar suas receitas e despesas, ou apenas despesas?

  2. Crie pelo menos as seguintes colunas: Descrição, Data e Valor;

  3. Para fazer algo simples e mais próximo do seu extrato bancário, lance despesas e receitas na mesma coluna, no entanto utilizando um sinal de "menos" (-) antes dos valores das despesas;

  4. Use uma célula para somar a coluna dos valores, assim você poderá sempre checar seu saldo;

  5. Para simplificar, crie uma "aba" para cada mês e "copie" o saldo do mês anterior na primeira célula do mês seguinte.

5 opções de planilhas de gastos para controle pessoal para download (em Excel)

planilha de gastos pessoal opcoes

Veja essas tabelas prontas. Com certeza elas ajudarão você!

Uma boa opção se você não tem intimidade com editores de planilhas é baixar uma pronta. Aqui há 5 sugestões de planilhas para download para te ajudar a controlar seus gastos. Não perca mais tempo!

Planilha para controle de gastos pessoais

Embora seja mais uma questão de semântica do que prática, existem diferenças sutis entre os tipos de controles e, consequentemente, entre os tipos de planilhas.

Uma planilha de gastos pessoais, como o nome sugere, se restringe aos gastos individuais. Todos eles devem ser computados: desde os pequenos gastos até os grandes. Tudo o que for "seu", deve estar nessa planilha.

Se você for solteiro, essa é a única planilha que precisa. Nela todas as despesas, incluindo da sua casa, devem constar.

Planilha para controle do orçamento familiar

Nesse caso é a planilha para quem tem família. Ela deve englobar todos os membros da família e o ideal é que se separe por membros da família para poder saber exatamente "quem" e "como" está gastando o dinheiro.

É um controle mais complexo do que aquele da planilha de gastos pessoais. Em tese, ela seria uma grande planilha contendo as planilhas de gastos pessoais de cada um "conversando entre si".

Planilha para controle de gastos avançada

Uma planilha avançada deve conter todos os "inputs" financeiros e não apenas os gastos. Estas planilhas têm campos para atribuir categorias e até subcategorias para cada despesa.

Essas planilhas podem gerar relatórios completos, mostrando gastos por categoria, por membro da família, comparações de despesa versus receitas e inclusive fazer previsões sobre como estará a situação financeira nos próximos meses.

Planilhas muito complexas tendem a tornar o trabalho muito grande e desestimula as pessoas a continuar seu controle. Às vezes, nesse ponto, é melhor procurar um aplicativo que tem uma interface amigável. Assim a complexidade fica a cargo de seus desenvolvedores.

Planilha para controle de orçamento doméstico

O orçamento doméstico pode ser redundante com uma planilha de controle familiar. Essa é uma separação que nós evitamos, mas somos obrigados a falar dela, uma vez que é um assunto que pode ser encontrado na internet.

Quando falamos em "orçamento doméstico", falamos da visão entre receitas e despesas de um domicílio em um determinado período de tempo. É poder enxergar e prever gastos e receitas de forma a tomar as melhores decisões financeiras sem entrar em apuros.

É o tipo de controle que permite a uma família tomar decisões seguras sobre grandes compras, como a troca de um carro, por exemplo.

A maioria das famílias toma essas decisões sem uma visão mais apurada de seu "orçamento doméstico". Baseiam-se apenas em contas mentais, pensando se a parcela "cabe ou não" em seu mês. E isso é muito perigoso.

Quem tem um controle mais rígido de seu orçamento vai considerar inclusive o impacto das despesas inerentes ao carro, ao longo do tempo, e ver se isso é compatível de fato com o orçamento. Inclusive em caso de perda de receitas, como uma demissão.

A ideia é que uma planilha completa já ofereça essa visão, sem a necessidade de se fazer mais de um tipo de controle.

Planilha para controle financeiro mês a mês

Como já falamos antes, você pode dentro de uma única planilha, ter seu controle mês a mês. Isso pode ser feito através de uma "aba" para cada mês ou uma aba que compile os dados e os consolide em colunas de cada mês.

Há ainda quem prefira uma planilha única, com muitas colunas onde todos os gastos de todos os meses são lançados e ficam juntos.

Mais importante do que a forma, é fazer. Por isso, não se apegue muito nesses detalhes e se atenha mais em criar o hábito de registrar e olhar para suas finanças.

Aplicativos para manter o controle dos gastos pessoais

A evolução natural das planilhas são os aplicativos, ou softwares de controle financeiro. Há, inclusive, quem os chame de "planilhas", pois, em verdade, os cálculos por trás da interface bonita, continuam sendo realizados por planilhas.

Assim, os aplicativos nada mais são do que interfaces modernas para as planilhas. A parte bacana é que a interação com o sistema é muito mais fácil e intuitiva. Além disso, eles contam com funcionalidades avançadas que a maioria de nós não saberia fazer em uma planilha.

Outro ponto fundamental é que aplicativos desenvolvidos por empresas sérias estão sempre evoluindo, ganhando novas funcionalidades e tendo seus problemas resolvidos pelo suporte técnico.

Se você já se sente confortável usando seu smartphone, é uma ótima ideia conhecer os aplicativos que existem no mercado.

Por estarem sempre "na palma da mão", fica muito mais simples desenvolver o hábito e sempre lançar suas despesas no momento que elas ocorrem.

Separamos abaixo alguns dos melhores aplicativos do mercado.

Eles são ótimos para quem não utiliza muito um Notebook ou computador de mesa.


Conclusão

planilha de gastos pessoal conclusao

Pronto para ter sua própria planilha de gastos pessoal? Sua família terá muito mais tranquilidade!

Quer investir e enriquecer? Então não perca mais um minuto. Comece cuidar de seu dinheiro agora mesmo.

O primeiro passo na direção da riqueza pessoal é cuidar muito bem de suas finanças, e principalmente de como você anda gastando seu dinheiro.

O segundo e mais importante passo é saber investir então, assim leia esses outros artigos no blog:

O segredo dos ricos estã em como eles protegem o seu patrimônio enquanto ele cresce sozinho com os juros mensais de suas aplicações.

Então deixe as desculpas e a preguiça de lado, e dê hoje esse passo fundamental para se tornar o investidor bem sucedido de amanhã. Aceita o convite? Um abraço e até a próxima!

abra-conta-rico-1.png

Topics: Finanças Pessoais