{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1200px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

    5 Melhores Fundos de Investimento em 2019 e o que Esperar em 2020

    by Rico.com.vc | 30 de Setembro, 2019

    melhores fundos de investimento

    Os melhores fundos de investimentos são os que se adequam à sua carteira de investimentos e, é claro, ao seu perfil de investidor.

    Por isso, é fundamental que você fique atento às características de cada fundo, como sua liquidez, rentabilidade, taxas e ao tipo de estratégia que aquele fundo de investimento segue.
     
    Essa estratégia é definida pelo gestor do fundo.
     
    Dessa forma, os melhores fundos de investimentos tendem a ser os que têm os melhores gestores. São eles os principais responsáveis pelo sucesso de um fundo de investimento. 
     
    Preparamos esse artigo para ajudá-lo a encontrar os melhores fundos de investimentos de acordo com os seus objetivos financeiros.
     
    Veja o que você vai aprender:
    • Quais devem ser os melhores fundos de investimento em 2020
    • O que você precisa saber antes de investir em fundos de investimento? 
    • Como começar a investir em fundos de investimento agora
    • Taxas e custos de fundos de investimento

    Caso você tenha alguma dúvida, deixe um comentário no final da página.

    Boa leitura!

    Quais Foram os Melhores Fundos de Investimento em 2019?

    melhores fundos investimento 2019

    Confira os mais rentáveis e comece agora mesmo!

    Conhecer quais foram os melhores fundos de investimento em 2019 pode ajudá-lo a investir de forma assertiva em 2020, principalmente se você é um investidor iniciante

    Ao mesmo tempo, o desempenho desse ativo tende a variar ao longo do tempo, pois o mercado é dinâmico, ou seja, retorno atual não é garantia de resultado futuro.

    Portanto, não há como saber precisamente quais foram os melhores fundos de investimento em 2019 e menos ainda quais serão os melhores para 2020, mas é possível ter pistas interessantes.

    Nesse caso, o ideal é analisar o histórico de rentabilidade dos últimos anos e outros aspectos que serão abordados nos próximos tópicos.

    Sendo assim, trazemos as perspectivas do mercado e quais podem ser considerados como os melhores fundos de investimento em 2019. Veja:

    Melhores fundos de investimento de renda fixa

    O rendimento dos fundos de renda fixa pode ser comparado ao CDI (Certificado de Depósito Bancário).

    Por exemplo, se ele render 100% do CDI, significa que o retorno hoje seria de cerca de 5,5% ao ano, já que o indicador costuma acompanhar a Taxa Selic, que em Setembro de 2019 está nesse percentual.

    De forma geral, contudo, os melhores administrados rendem acima desse indicador. 

    Em 2018, os fundos atrelados à inflação e os que tinham debêntures na carteira estiverem entre os mais rentáveis e, em 2019, o cenário não foi muito diferente.

    Entre os mais rentáveis até o mês de setembro de 2019 estão os seguintes: 

    Fundo de Renda Fixa

    Rentabilidade (%)

    BNP Paribas Inflação FI RF

    17,27

    SulAmérica Inflatie FI Renda Fixa Longo Prazo

    16,46

    XP Inflação Referenciado IPCA FI Renda Fixa LP

    9,30

    BTG Pactual Tesouro IPCA Curto FIRF

    8,69

    Trend Inflação FIRP LP

    8,09

    Melhores Fundos de Investimento de Renda Fixa de 2019 - Fonte: Simulador Rico - A tabela acima não tem por finalidade a oferta de fundos de investimentos. É uma imagem meramente ilustrativa, não configurando recomendação ou oferta.

    Para os próximos períodos, a tendência é a mesma, pois há previsões de que a inflação continue controlada. 

    Caso o país avance o seu ritmo de crescimento, as empresas privadas devem emitir mais debêntures/títulos em busca de capital dos investidores. 

    Por outro lado, os fundos de renda fixa indexados ao DI podem perder um pouco de sua atratividade, já que o mercado projeta mais uma possível baixa na taxa de juros

    Como esses fundos são menos voláteis, eles costumam ser recomendados para o perfil conservador. Se você quer investir sem abrir mão dos rendimentos estáveis, ele pode ser o ideal para a sua carteira.

    No geral, os fundos de renda fixa são bastante flexíveis e o resgate das cotas leva apenas cerca de 8 dias. 

    Portanto, para garantir maior rentabilidade, a recomendação para o investidor é ficar atento e avaliar investimentos voltados para o médio e longo prazos.

    Melhores fundos multimercado

    Os fundos multimercado obtiveram bom desempenho já em 2018 e, em 2019, muito em razão das reformas propostas pelo governo, se mantiveram assim.

    Portanto, há esperança de que os resultados sejam ainda melhores.

    Também há maior liberdade por parte do gestor em fazer a realocação do capital, o que pode equilibrar os ganhos.

    Este investimento costuma ser recomendado para quem deseja diversificar, já que a carteira pode englobar outros ativos, além da tradicional renda fixa. Como exemplos, podemos listar renda variável ou também moedas globais.

    Porém, é importante lembrar que os fundos multimercado costumam ter risco mais elevado, principalmente quando o percentual de renda variável é alto.

    Assim, eles são mais adequados para os investidores de perfil moderado ou agressivo. 

    Até setembro de 2019, os melhores fundos de investimento multimercado foram: 

    Fundo Multimercado

    Rentabilidade (%)

    Trend Gold FIC FIM

    17,42

    XP Long Biased Dominus FIC FIM FECHADO

    15,71

    Occam Retorno Absoluto FIC FIM

    11,58

    Legacy Capital Advisory FIC FIM

    11,35

    CA Indosuez Debêntures Incentivadas CP FIC FIM

    11,18

    Ibiuna Hedge STH FIC FIM

    11,06

     Melhores Fundos de Investimento Multimercado de 2019 - Fonte: Simulador Rico - A tabela acima não tem por finalidade a oferta de fundos de investimentos. É uma imagem meramente ilustrativa, não configurando recomendação ou oferta.

    Melhores fundos de ações

    As ações estão entre os melhores investimentos de 2019. 

    De maneira geral, o mercado tem se mostrado otimista diante das medidas do governo. Nesse cenário, a Bolsa de Valores superou com folga a marca histórica dos 100 mil pontos.

    Com um fundo de investimento de ações, você terá acesso à uma carteira de ações com apenas uma cota. 

    Então, esse ativo pode ser uma boa alternativa para quem deseja montar um portfólio, mas não possui capital suficiente.

    Além disso, ter o patrimônio administrado por um profissional especializado faz toda a diferença nos rendimentos. 

    Lembre-se de que essa aplicação costuma ser indicada para os investidores de perfil agressivo, pois investir em ações exige alta tolerância às oscilações do mercado.

    Em 2019, até o mês de setembro, os melhores fundos de ações foram:

    Fundo de ações

    Rendimento (%)

    Equitas Selection FIC FIA

    34,29

    Brasil Capital 30 FIC FIA

    30,13

    Constellation Institucional FIC FIA

    29,12

    BNP Paribas Action FIC FIA

    25,01

    BNP Paribas Small Caps FIA

    24,39

    Melhores fundos de ações de 2019 - Fonte: Simulador Rico - A tabela acima não tem por finalidade a oferta de fundos de investimentos. É uma imagem meramente ilustrativa, não configurando recomendação ou oferta.

    Qual o Melhor Fundo de Investimento Para Cada Perfil de Investidor?

    Cada investidor possui características diferentes que determinam seu perfil, que pode ser conservador, moderado ou arrojado no que diz respeito a aplicações financeiras. 

    Por isso, a escolha do melhor fundo de investimento está relacionada principalmente com os seus objetivos, grau de aversão ao risco, nível de conhecimento, entre outros fatores. 

    Conservador

    Os investidores com esse perfil são os que menos estão disposto a correr riscos. Para eles, a segurança vem em primeiro lugar, mesmo que isso signifique menor rentabilidade. 

    Para os conservadores, os fundos mais indicados são os de renda fixa, além dos fundos multimercado com a maior parte da carteira aplicada em renda fixa. 

    Moderado 

    Esse tipo de investidor se posiciona entre os conservadores e arrojados. Assim, ele se mostra disposto a correr maiores riscos em nome da rentabilidade, mas ainda valoriza bastante a segurança. 

    Nesse caso, o mais indicado é equilibrar investimento de renda fixa e variável. Por isso, algumas boas opções a considerar são os fundos multimercados e os fundos imobiliários. 

    Arrojado

    Por fim, chegamos ao perfil arrojado. São os investidores com tolerância ao risco, que conhecem o mercado e sabem da possibilidade de perdas no curto prazo, mas conseguem lidar bem com isso, mirando uma rentabilidade mais atrativa, que é a sua prioridade.

    A gama de possibilidades para os investidores arrojados é maior, incluindo entre as opções os fundos de ações, os fundos cambiais e os fundos imobiliários

    Nova call to action

    Quem Fiscaliza os Fundos de Investimento

    A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) é o órgão responsável por regular todo o mercado financeiro. Por isso, fundos de investimentos precisam da autorização da CVM e são fiscalizando por ela. 

    O que é a CVM e quais suas funções?

    A CVM é uma autarquia ligada ao Ministério da Economia, que atua como fiscal, disciplinadora e desenvolvedora do mercado de valores mobiliários. 

    Ela é administrada por um colegiado, formado pelo seu presidente e mais quatro diretores. Todos os nomes que compõem o colegiado são nomeados pelo Presidente da República. 

    Entre as principais funções da CVM, estão:

    • Fiscalizar e garantir o funcionamento da Bolsa de Valores, do mercado de balcão e das bolsas de mercadoria e futuro de maneira eficiente

    • Proteger o mercado (investidores e valores mobiliários) contra qualquer tipo de fraude ou emissão irregular por parte das administradoras e acionistas controladoras de empresas de capital aberto ou de administradores de carteiras de investimento

    • Atuar contra qualquer tipo de fraude ou manipulação que alterem artificialmente as condições de oferta, demanda e preços

    • Incentivar o desenvolvimento e atuar para garantir o bom funcionamento do mercado de ações

    • Incentivar a poupança e o investimento em valores mobiliários

    • Supervisionar as companhias de capital aberto e os fundos de investimento

    • Controlar e regular a atuação de auditores, consultores e analistas de valores mobiliários

    • Habilitar e supervisionar todos os agentes autônomos, auditores independentes, administradores de carteiras e outros profissionais do mercado de valores mobiliários 

    • Prover o alcance dos investidores e demais interessados às informações sobre os ativos disponíveis no mercado, valores mobiliários e também sobre as empresas que os emitiram.

    O Que Você Precisa Saber Antes de Investir em Fundos de Investimento

    melhores fundos investimento caracteristicas

    Para entender os melhores fundos de investimento, você precisa compreender estas coisas.

    Assim como qualquer ativo, aplicar o seu capital em fundos de investimento exige conhecimento e cautela. Caso contrário, você pode ter perdas. 

    Então, se você quer iniciar com o pé direito, preste muita atenção nas dicas a seguir:

    • Aplicação inicial

    Aplicação inicial significa o mínimo a ser investido em um fundo para se tornar um cotista. Por exemplo, R$ 500,00 - o que equivale ao valor de uma cota. 

    No mercado, você pode encontrar fundos de investimento que custam entre R$ 50,00 e R$ 100,00. Então, mesmo com pouco dinheiro, já é possível começar.

    Porém, é claro, o valor da aplicação inicial vai depender do investimento.

    • Movimentação mínima

    Ela representa o valor mínimo para solicitar o resgate ou fazer um novo aporte. Por exemplo, R$ 100,00. 

    • CDI

    O Certificado de Depósito Interbancário é uma taxa cobrada entre bancos para empréstimos de 24 horas.

    Por ser um parâmetro para essa operação, o CDI se tornou um indicador de rentabilidade para a renda fixa. Como geralmente acompanha a Selic, em Setembro de 2019, está em aproximadamente 5,5% ao ano. 

    Então, se um fundo de investimento paga 100% do CDI, significa que ele vai pagar de 5,5% no ano. 

    De acordo com os especialistas, esse indicador representa a taxa mínima que um investidor deve exigir na hora de investir, exceto para aplicações isentas de impostos. 

    • Come-cotas

    Trata-se do pagamento semestral do IR (Imposto de Renda) sobre o lucro das operações do fundo de investimento. Ele varia de acordo com a classificação de prazo do fundo.

    • Prazo de liquidação

    Nada mais é do que o tempo necessário para que o dinheiro resgatado entre na sua conta. Esse prazo varia de acordo com o fundo. Por exemplo, D+2, que representa dois dias úteis para a liquidação. 

    • Taxa de administração

    O valor cobrado pelas organizações que gerem o fundo para o pagamento dos gestores, administradores e outros custos envolvidos.

    Geralmente, a taxa de administração é um percentual sobre o total aplicado. Por exemplo, se você investiu R$ 1 mil em um fundo de investimento que cobra 1% a.a., esse custo será de R$ 10,00 no ano.

    • Taxa de performance

    A taxa de performance é como um bônus ao gestor ao superar um benchmark. Assim, ele incide sobre os lucros do período, como 20%, caso o retorno seja acima de 100% do CDI.

    • Histórico

    Este é um ponto importante na escolha de fundos de investimentos, pois ele mostra os rendimentos ao longo do tempo. 

    De forma geral, é recomendável priorizar as aplicações que mostram resultados consistentes e estáveis no passar dos anos. 

    Essa estabilidade indica consistência e comprometimento por parte da gestão do fundo para com os seus cotistas. 

    • Categoria

    Um fundo de investimento sempre terá uma categoria. A sua categoria mostra como será aplicado o maior volume dos investimentos.

    Na Rico, eles são classificados em fundos de:

    1. Ações
    2. Cambial
    3. Multimercado 
    4. Renda Fixa.
    • Risco

    Os fundos de investimento possuem três níveis de risco: agressivo, moderado e conservador. 

    Antes de investir, é fundamental identificar o grau de risco do ativo versus a sua tolerância às oscilações. 

    Portanto, uma dica é identificar o seu perfil de investidor e escolher um fundo de investimento correspondente. 

    Tenha em mente que até mesmo a renda fixa pode apresentar alto risco. Então, é fundamental respeitar os seus limites para evitar dores de cabeça. 

    • Prospecto

    O prospecto mostra todos os pontos essenciais sobre o fundo de investimento, como carteira, prazo de liquidação e rentabilidade esperada.

    Então, ler este material pode ajudá-lo a tomar decisões assertivas e colocar o seu capital no fundo perfeito para os seus objetivos. 

    Como Começar a Investir em Fundos Agora

    O primeiro passo para investir nos melhores fundos de investimento, começando agora, é conhecer a si mesmo. Esse início deve ser o mesmo em todas as suas aplicações.

    Afinal, mais importante que saber qual investimento fazer é saber porque você está investindo. Isso só é possível respondendo a algumas perguntas básicas.

    Uma aplicação que é recomendada para uma pessoa jovem que ainda está acumulando patrimônio e pode precisar do investimento a qualquer momento tende a ser completamente contraindicada para um adulto de 40 anos com objetivo de aumentar a rentabilidade.

    Também é muito importante saber se o investimento será de curto prazo, com caráter emergencial, ou de médio ou longo prazo.

    Você sabe qual é o seu objetivo ao aplicar em um fundo de investimento? Eles podem ser muitos, como casar, morar no exterior, comprar um carro, acumular patrimônio, criar uma reserva de emergência.

    E dependendo do seu objetivo, você precisará encontrar um fundo de investimento que atenda suas necessidades e perfil de investidor. 

    Então, planeje-se bem, levando em consideração estes fatores:

    • Objetivo
    • Prospecto do fundo de investimento
    • Tempo que deixará aplicado
    • Rentabilidade mínima
    • Risco envolvido
    • Classificação de curto, médio ou longo prazo
    • Taxas e custos
    • Aplicação mínima.

    Além disso, é fundamental ser fiel ao seu perfil de investidor e, claro, à sua carteira de investimentos.

    Por exemplo, se o seu objetivo maior é diversificar a carteira, que é 100% focada em renda fixa, talvez seja melhor adotar alguns fundos multimercado de risco conservador ou moderado.

    Dessa forma, você estará investindo em outros mercados e obtendo uma rentabilidade melhor que a fixa a médio e longo prazo.

    Na Rico, você pode avaliar o retrospecto desses fundos e ter uma ideia da oscilação que o seu capital estará sujeito. E o melhor de tudo: isso pode ser feito de maneira gráfica, facilitando a visualização.

    Basta abrir a sua conta na Rico e começar a fazer o dinheiro render agora mesmo. 

    Taxas e Custos de Fundos de Investimento

    melhores fundos de investimento custos

    Nunca esqueça de contabilizar os custos de um fundo de investimento.

    Após escolher a categoria do fundo, conhecer o risco e a melhor rentabilidade, está na hora de comparar os custos.

    Afinal, se o fundo possui uma ótima rentabilidade, mas cobra mais que o dobro de uma opção parecida, vale mais a pena contar com um custo menor. 

    Então, observe atentamente a taxa de administração e de performance (se houver). Além disso, existe outro custo que diminuirá sua rentabilidade.

    Trata-se do já citado come-cotas. Ele é o famoso Imposto de Renda. Nos fundos de investimento, sua incidência ocorre a cada 6 meses, sempre no último dia útil dos meses de maio e novembro de cada ano.

    Para os fundos de longo prazo, a alíquota é de 15% e para os fundos de investimento de curto prazo, a alíquota é de 20%.

    Veja em detalhes:

    Fundos classificados como Curto Prazo

    • 22,5% em aplicações de até 180 dias
    • 20% em aplicações de 181 dias ou mais

    Fundos classificados como Longo Prazo

    • 22,5% em aplicações de até 180 dias
    • 20% em aplicações de 181 dias a 360 dias
    • 17,5% em aplicações de 361 dias a 720 dias
    • 15% em aplicações de 721 dias ou mais

    Fundos de Investimento em Ações

    • 15% em aplicações, independentemente do prazo

    Conclusão

    melhores fundos investimento conclusao

    Você está pronto para diversificar seus investimentos com um fundo de investimento?

    Como vimos, os melhores fundos de investimento tendem a ser os ideais para diversificar a sua carteira de aplicações, principalmente se você é iniciante ou possui pouco tempo para administrar o seu capital.

    Com um cenário econômico e político de mudanças, é recomendável estar preparado para enfrentar volatilidade. 

    Assim, a diversificação através dos melhores fundos de investimento em 2019 pode ser uma boa alternativa para obter rendimentos atrativos em 2020.

    Continue a aprender sobre fundos de investimento com estes outros artigos do nosso blog:

    Lembre-se de avaliar o histórico do ativo, o risco envolvido e como ele é administrado. Dessa forma, a tendência de que você invista com mais segurança. 

    Para adquirir as cotas dos melhores fundos de investimento e fazer o seu dinheiro render, basta abrir a sua conta na Rico agora mesmo. 

    Este artigo foi útil para você? Então, deixe o seu comentário com sugestões. 

    Obrigado por ler até aqui!

    cta-blog-abra-sua-conta

    Topics: Fundos de Investimento

    Top 5 Posts

    Posts Recentes