{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1200px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

    Melhores Ações para Investir Hoje

    by Rico.com.vc | 11 de Dezembro, 2019

    investimentos-introducao-1

    Buscar as melhores ações para investir nem sempre é uma tarefa simples.

    O primeiro passo é entender que o melhor para uma pessoa, talvez não seja para outra.

    Em alguns casos, é possível que as ações recomendadas hoje já não sejam as mais recomendadas amanhã.

    O fato é que o mercado financeiro é dinâmico e você deve ficar atento a esses movimentos. 

    Papéis que eram tidos como boas opções para os momentos de recuperação econômica, hoje, talvez estejam entre os mais arriscados para investir.

    Ao posicionar-se como acionista de uma empresa, você precisa avaliar pelo menos três fatores:

    1. Valor justo (o papel está valorizado, desvalorizado ou com o preço justo?)
    2. Saúde da empresa (fatores internos como fluxo de caixa, governança corporativa)
    3. Fatores macro (como a política influencia, segmento da empresa, conjuntura econômica)

    Caso você pretenda ficar mais de 24 horas com o papel em mãos, fazendo swing ou position trade, é vital que esses três fatores se equilibrem. A cotação deve estar, de preferência, abaixo do seu valor justo.

    Para que isso aconteça, a empresa precisa ser saudável. Assim, mesmo que a economia vá mal e a cotação da empresa esteja no chão, a perspectiva é de recuperação do preço.

    Nem sempre você deverá esperar a economia e o segmento se recuperarem. É imprescindível estar ciente do seu momento atual para que possa traçar um cenário para o futuro.

    Aqui, você precisa ser rápido, afinal, assim que o mercado perceber a tendência, logo a cotação sobe e a oportunidade passa.

    Neste texto, vamos mostrar para você as melhores ações recomendadas para investir.

    Boa leitura!

    Como Escolher as Melhores Ações para Investir de Acordo com Seus Objetivos

    Como dito, as melhores ações para investir hoje dependem de uma série de fatores. E sua decisão precisa se basear, principalmente, no seu perfil de investidor e em uma estratégia de investimento.

    Mas você também deve levar em consideração quanto dinheiro possui para aplicar, o quanto de risco pode suportar e qual o objetivo (ele é de curto, médio ou longo prazo?).

    Se você está começando agora, recomendamos que estude a análise técnica e análise fundamentalista, depois aprenda tudo sobre day trade, swing trade e position trade, definindo qual é o seu foco.

    Você deve ser consciente nessa escolha. Se os seus objetivos são a curtíssimo prazo, recomendamos que aprenda tudo sobre como atuar como scalper e/ou day trader.

    Lembre-se de que, quanto mais rápida for a operação para gerar lucro, maiores serão os seus riscos atrelados a ela. Isso acontece porque você não poderá esperar por correções e ajustes nas cotações.

    Certifique-se de dominar as ferramentas e recursos do home broker, como o stop loss e stop gain.

    Caso possa ir mais devagar no começo, misturando o estudo das empresas com a análise dos gráficos das cotações, recomendamos que comece como swing ou position trader.

    É uma postura mais conservadora, mas que também envolve muitos riscos. Assim, a primeira dica é conhecer a si mesmo para entender que tipo de carteira você quer formatar.

    Não é sem razão que nós da Rico oferecemos diversos tipos de carteiras. Cada uma possui um objetivo de acordo com suas estratégias. Confira abaixo algumas delas:

    Carteira Rico Premium

    Essa é uma carteira mensal baseada em fundamentos. Para a sua elaboração, os analistas da Rico analisam a fundo a economia, política e a saúde das empresas para selecionar as melhores oportunidades.

    Carteira Rico Dividendos 8+

    A Carteira Rico Dividendos 8+ tem o objetivo de oferecer uma alternativa para quem busca retornos consistentes e menor volatilidade no longo prazo.

    Essa carteira de investimentos tem como objetivo investir em ações de empresas com histórico de uma política elevada de distribuição de dividendos e/ou juros sobre capital próprio. Portanto, é uma carteira indicada para investidores mais conservadores.

    Você vai ter acesso aos melhores dividendos.

    Nova call to action


    Melhores Ações da Bolsa de Valores 

    melhores acoes para investir 2018

    Essas são as melhores ações para investir!

    Lembre: por mais que existam estudos profundos e sérios a respeito das tendências das ações, existe o risco de haver prejuízo.

    Afinal, a Bolsa de Valores é o ambiente que fornece o melhor potencial de lucratividade do mercado. E, como sabemos, todo potencial de rendimento vem a um custo, que são os riscos envolvidos.

    Assim, investir em ações é aplicar em renda variável. Portanto, não espere ter um investimento à prova de performances negativas a curto prazo. O mercado é imprevisível e você deve estar preparado para isso.

    Além disso, é muito importante que você saiba onde e como investir, dependendo do seu perfil de investidor e do tempo em que você atua no mercado financeiro de renda variável.

    Então, confira abaixo os tipos de ações que são ideais para cada estágio da sua vida como investidor:

    Perfil iniciante

    Este perfil engloba todas as pessoas que estão no início da sua caminhada em relação ao investimento de ações. Ou seja, é importante que você comece com uma carteira de papéis mais seguros, que possuam uma menor volatilidade, como os de companhias já consolidadas, mas que contem com estabilidade de preços e alta liquidez. 

    Então, a carteira de ações para quem está começando deve estar centrada na geração de renda e alocação em papéis mais seguros. 

    Os ativos que costumam ser recomendados são os que pagam bons proventos e de empresas bem gerenciadas, como os grandes bancos.

    Nova call to action

    Perfil moderado

    O perfil moderado tem a possibilidade de arriscar um pouco mais por conta da sua experiência com investimentos na bolsa de valores.

    Assim, a sua carteira de ações vencedora pode ser composta por papéis de empresas que trabalham com setores essenciais, por exemplo, produção de energia, alimentação e saúde. 

    As Blue Chips também devem ser uma boa alternativa, pois são amplamente negociadas,  reconhecidas e bem gerenciadas. Essas características trazem um pouco mais de segurança para o portfólio. 

    No aspecto do risco moderado, você também pode alocar um pequeno percentual em ações com grande potencial de ganhos, como as Small Caps.

    Por conta do menor volume de negociação, esses ativos tendem a sofrer variações maiores, ou seja, há possibilidade de render mais em relação a outros papéis (assim como perder mais). 

    Perfil avançado

    Investidores de perfil avançado podem apostar em ter uma carteira de ações arrojada que pode assumir diversas formas. 

    Nesse caso, há possibilidade de investir em papéis de empresas que oferecem maior potencial de ganhos, como as Small Caps e pequenos negócios. 

    Mesmo com boa parte do capital alocado em ativos de alto risco, o ideal é ter também ações estáveis para o equilíbrio.

    Até porque, se o emissor quebrar ou as quedas forem acentuadas, você evita uma perda significativa de dinheiro. 

    Assim, você deve ser agressivo e, ao mesmo tempo, seguro sobre os papéis escolhidos. 

    Com a recuperação da economia, os ativos das empresas de menor porte e das Small Caps tendem a ser um prato cheio para quem quer ganhar dinheiro com ações.


    As 4 Melhores Ações Para Investir na Bolsa Hoje

    O PIB continua crescendo, mesmo que a passos lentos.

    Importante lembrar que passamos por uma crise política e econômica nos últimos anos. Os reflexos desses fatos ainda são sentidos pela lenta retomada do crescimento brasileiro.

    Assim, o cenário político parece dar passos mais seguros em direção ao ajuste fiscal através das reformas estruturais propostas, começando pela Reforma da Previdência.

    Contudo, é sempre importante proteger a carteira com ativos mais defensivos e equilibrar com ativos com maior potencial de valorização. 

    Veja agora as melhores empresas para investir na Bolsa ao longo de 2020:

    1. JBS (JBSS3)

    A JBS acumulou alta superior a 128% de janeiro a novembro de 2019. 

    Essa performance positiva da empresa está ligada a dois fatores principais. 

    O primeiro é o ambiente interno da empresa. 

    Depois dos escândalos de corrupção que a envolveram em 2017, a JBS passou por uma importante reestruturação, incluindo desinvestimento e melhoria na governança, o que resultou em um ambiente mais favorável. 

    O segundo ponto que beneficiou a JBS em 2019 foi o aumento do preço da proteína suína, em razão da maior demanda proveniente da China, afetada pela gripe suína. 

    Nesse cenário, os níveis de preço subiram, fazendo com a empresa conseguisse melhores margens para venda de seus produtos derivados da carne de porco. 

    Atualmente, a ação JBSS3 é negociada por volta de R$ 27 (em 25 de novembro de 2019).

    melhores ações de 2019 jbs

    Evolução da ação JBSS3 em 2019 - Tela capturada em 25/11/2019.

    2. Marfrig (MRFG3)

    Assim como a JBS, a Marfrig também se beneficiou do aumento da demanda por carne de porco oriunda da China. 

    Além disso, o cenário econômico mais positivo, além da boa gestão da empresa, também ajudaram na melhor performance dos seus papéis na Bolsa de Valores. 

    No acumulado de janeiro a novembro de 2019, as ações da Marfrig registram alta de mais de 106%.

    Atualmente, a ação MRFG3 é negociada por volta de R$ 11 (em 25 de novembro de 2019).

    melhores ações de 2019 marfrig

    Evolução da ação MRFG3 em 2019 - Tela capturada em 25/11/2019.

    3. Magazine Luiza (MGLU3)

    A Magazine Luiza é um dos maiores cases de sucesso recentes da Bolsa de Valores brasileira. 

    A empresa atua no setor de varejo, o qual tem apresentado performance acima do PIB nacional. 

    Além disso, o varejo online, principal aposta da empresa, tem conseguido resultados ainda melhores. 

    Adicionalmente, a Magazine Luiza vem desempenhando acima da média das empresas do setor, refletindo a sua boa gestão e a capacidade de inovação. 

    Assim, o crescimento de 96% na cotação das ações da Magalu no acumulado de janeiro a novembro de 2019 pode ser explicado, sobretudo, pelo crescimento da empresa. 

    Além disso, ela não é apenas vista como uma importante marca do setor de varejo, mas sim como uma empresa de tecnologia, o que faz com que suas ações sejam negociadas no mercado com múltiplos bastante altos. 

    Contudo, é preciso estar atento.

    O mercado está pagando um preço elevado pelos múltiplos da empresa, mas a Magazine Luiza começa a entrar em um cenário onde seu valuation pode ser arriscado caso haja um movimento forte de correção na Bolsa. 

    De qualquer maneira, a empresa segue sendo uma opção interessante, principalmente porque ela não está emitindo nenhum sinal de que seu crescimento acima da média do mercado vai parar por aí. 

    Atualmente, a ação MGLU3 é negociada por volta de R$ 44 (em 25 de novembro de 2019).

    melhores ações de 2019 magazine luiza

    Evolução da ação MGLU3 em 2019 - Tela capturada em 25/11/2019.

    4. B3 (B3SA3)

    A B3, Bolsa de Valores brasileira, é a empresa que mais se beneficia do cenário de retomada da economia e de queda nos juros. 

    Como isso torna a renda fixa menos rentável, incentiva a entrada de mais investidores na Bolsa, aumentando o volume de negociações. 

    Adicionalmente, leva mais companhias a abrirem seu capital nela.

    Assim, como a B3 é a única empresa que atua nesse mercado, todo o benefício acaba ficando com ela.

    Considere ainda que ela não precisa de muito esforço para todo esse crescimento, o que faz seu retorno se tornar ainda mais atrativo.

    Nesse sentido, o resultado operacional da empresa se destaca - e parece ser só o início de um ciclo promissor.

    Atualmente, a ação B3SA3 é negociada por volta de R$ 48 (em 25 de novembro de 2019).

    melhores ações de 2019 b3sa3

    Evolução da ação B3SA3 em 2019 - Tela capturada em 25/11/2019.

    6 Das Piores Empresa da Bolsa em 2019

    Agora, vamos falar de ações que performaram mal na B3 em 2019:

    1. Braskem (BRKM5)

    O ano de 2019 não tem gerado bons resultados para a Braskem (BRKM5), que acumula, entre janeiro e novembro, uma queda de cerca de 40% na Bolsa de Valores. 

    O desempenho negativo das suas ações reflete os efeitos da desaceleração da economia global, o que afetou negativamente o preço da nafta, prejudicando os resultado da companhia. 

    Além disso, a empresa também foi fortemente impactada pelos problemas com a extração de sal-gema em Alagoas, onde a Braskem decidiu encerrar suas operações.

    Ainda, pelo resultado negativo da proposta de venda da companhia para a holandesa LyondellBasell. 

    2. Ultrapar (UGPA3)

    Outra empresa que não tem se dado bem em 2019 é a Ultrapar. 

    De janeiro a novembro, ela já acumula queda de mais de 20%, mesmo com a bolsa subindo a pleno vapor.

    Por muito tempo, a Ultrapar foi um porto seguro para os investidores, já que a companhia é dona dos Postos Ipiranga, além de outras rede e de empresas de distribuição de gás.

    Contudo, ela sentiu os efeitos das mudanças no setor após a greve dos caminhoneiros, em maio de 2018. 

    Além disso, com a privatização da BR Distribuidora, a empresa começou a perder mercado e, como sempre vinha sendo negociada com múltiplos caros, a queda acabou acentuada. 

    3. Usiminas (USIM5)

    O setor de siderurgia é um dos que mais dependem da retomada da economia para conseguir apresentar melhores performances.

    Contudo, apesar das expectativas bastante positivas para a economia, ao final do ano, os resultados não chegaram ao que se esperava.

    A economia brasileira começou o ano com projeções de crescimento de mais 3%. Hoje, elas são bem mais modestas, apontando para um PIB inferior a 1%. 

    Nesse cenário, o setor siderúrgico acaba sendo um dos mais prejudicados. 

    Além disso, um ano antes, a ação USIM5 apresentou altas bastante consideráveis na sua cotação, o que ajudou na queda em 2019. 

    No acumulado de janeiro a novembro, as ações da Usiminas já caíram mais de 20%. 

    4. Embraer (EMBR3)

    A Embraer é outra empresa que sofre com o cenário de desaceleração da economia, o qual afeta fortemente a demanda dos produtos da empresa. 

    Além disso, o imbróglio da fusão da Embraer com a Boeing, que só deve ser concluída no primeiro semestre de 2020, também tem gerado efeitos negativos para as ações da empresa na Bolsa. 

    No acumulado de janeiro a novembro de 2019, a ação EMBR3 registra queda de quase 20%. 

    5. CVC (CVCB3)

    De janeiro até novembro de 2019, as ações da CVC (CVCB3) já acumulam queda de mais de 35%, refletindo o cenário turbulento pelo qual a empresa tem passado. 

    O primeiro fator que afetou a performance da CVC foi a quebra da Avianca. 

    A saída de uma empresa do setor fez com que a concorrência ficasse menor, elevando os preços de passagens aéreas.

    Além disso, a empresa que vende pacotes de viagens teve que honrar as passagens compradas por seus clientes junto à Avianca, o que prejudicou bastante os resultados. 

    Por fim, a crise na Argentina se refletiu no desempenho da empresa, que possui exposição elevada à economia dos vizinhos. 

    6. Suzano (SUZB3)

    A Suzano exporta quase tudo o que produz e, portanto, fica muito exposta às oscilações do dólar.

    Como o preço da moeda americana subiu em 2019, é de se imaginar que a ação da Suzano seguiu o mesmo movimento, certo? Na verdade, não. 

    No acumulado de janeiro a novembro, a Suzano opera quase estável, com queda de menos de 1%. 

    A performance da empresa na Bolsa foi impactada positivamente pelo dólar, como já dissemos, porém, há um lado negativo, que é a queda no preço da celulose.

    Isso ocorreu a partir de pressão da China, que é a maior consumidora do mundo.

    Nova call to action


    Carteira Rico Premium - Para Investir no Médio a Longo Prazo 

    A Carteira Rico Premium é uma carteira dinâmica que é composta por diversas ações que, juntas, têm o potencial de entregar um retorno absoluto, ou seja, um ganho acima da inflação, e também superior ao Ibovespa no longo prazo.

    Essa carteira faz uso da análise fundamentalista para que seus ativos sejam selecionados da melhor maneira possível para seus investidores. Além disso, sua atualização acontece no início de todos os meses.

    Desde a sua criação em janeiro de 2016, a Carteira Rico Premium acumulava uma rentabilidade de 200% contra 140% do Ibovespa.

    O relatório dessa carteira é voltado para pessoas que desejam ter exposição em ações e queiram investir focados no médio e longo prazo.

    Até sua última atualização, a Rico Premium rendeu quase 30% em 2019. 

    Isso significa que um investimento de R$ 10 mil teria se transformado em quase R$ 13 mil até o fim de outubro.

    Abra sua conta gratuita

    Qual o melhor investimento para quem tem pouco dinheiro

    Se engana quem pensa que, para investir, precisa ter muito dinheiro. 

    Na verdade, os investimentos têm se tornado cada vez mais acessíveis.

    Se você está começando a formar seu patrimônio agora e ainda não possui muitos recursos, tudo bem. Existem opções no mercado financeiro que permitem aplicações com menos de R$ 100.

    Além disso, não importa com quanto você comece, o ideal é fazer isso o quanto antes para aproveitar todo o poder dos juros compostos. 

    Você pode buscar por aplicações mais seguras e com boa liquidez. 

    Algumas opções, nesse sentido, são:

    1. Certificado de Depósito Bancário - CDB
    2. Título Selic 
    3. Fundo DI

    Vamos conhecer melhor?

    Certificado de Depósito Bancário - CDB

    Os CDBs são títulos de renda fixa que os bancos emitem com o objetivo de levantar capital para financiar suas próprias atividades, incluindo aí a oferta de empréstimos e financiamentos. 

    Dessa forma, ao investir em um CDB, é como se você estivesse emprestando dinheiro para o banco. Em troca, ele oferece uma remuneração. 

    O rendimento do CDB está geralmente atrelado ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário).

    Dessa maneira, é muito comum encontrar títulos que rendam um percentual da Taxa DI. 

    Além disso, você pode começar a investir em CDB a partir de R$ 100.

    Entretanto, tenha em mente que, assim como a maioria dos títulos de renda fixa, os CDBs estão sujeitos à tributação do Imposto de renda, cuja alíquota segue o modelo de tributação regressiva, que é a seguinte:

    • Aplicações de até 180 dias: 22,5%
    • Aplicações entre 181 e 360 dias: 20%
    • Aplicações entre 361 e 720 dias: 17,5%
    • Aplicações maiores do que 721 dias: 15%. 

    Outro ponto importante é que os CDBs contam com a proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) até o limite de R$ 250 mil por CPF ou CNPJ, por conjunto de depósitos e investimentos em cada instituição ou conglomerado financeiro, limitado ao teto de R$ 1 milhão, a cada período de 4 anos, para garantias pagas para cada CPF ou CNPJ.

    Para mais informações sobre o FGC, acesse o site http://www.fgc.org.br.

    Veja, agora, uma simulação com três diferentes títulos de CDB:

    melhores ações de 2019 cdb 1

    melhores ações de 2019 cdb 2

    Simulação CDB - tela capturada em 25/11/19.

    Observe que, além dos prazos, a rentabilidade é afetada pelo diferente percentual pago do CDI em cada CDB.

    Tesouro Selic

    O Tesouro Selic é um dos investimentos mais indicados para quem busca segurança e liquidez e também para quem dispõe de pouco capital.

    Com cerca de R$ 30, você já pode começar a investir.

    Ao aplicar no Tesouro Selic, o investidor estará emprestando dinheiro para o governo. Portanto, esses títulos são garantidos pelo próprio Tesouro Nacional.

    Como remuneração pelo empréstimo, o governo paga juros sobre o valor emprestado. 

    Nesse caso, os juros sobre o capital estão atrelados à Taxa Selic, o que confere menor volatilidade ao Tesouro Selic. 

    Além disso, o Tesouro Selic pode ser negociado diariamente no mercado e tem, inclusive, recompra garantida pelo próprio governo, o que confere a esses títulos ótimas condições de liquidez. 

    É importante ressaltar, no entanto, que o Tesouro Selic, assim como o CDB também possui tributação do Imposto de Renda. 

    melhores ações de 2019 tesouro selic 1

    melhores ações de 2019 tesouro selic

    Simulação Tesouro Selic - tela capturada em 25/11/19.

    Fundos DI

    Os fundos referenciados de renda fixa DI, ou fundos DI, são uma opção interessante para quem possui pouco dinheiro e prefere contar com a gestão de um profissional para seu dinheiro. 

    Contudo, você deve ficar atento às taxas cobradas pela administração do fundo, o que pode comprometer a rentabilidade da aplicação.

    Assim, o ideal é que o valor cobrado não seja maior do 0,5%. 

    Além disso, é preciso ter em mente que os Fundos DI não são protegidos pelo Fundo Garantidor de Créditos.

    Porém, como qualquer outro tipo de investimento mais conservador, eles possuem um grau de risco baixo.

    Invista em Ações Hoje Mesmo

    Para comprar as ações da bolsa, você precisa de uma corretora. Então, o primeiro passo é escolher uma instituição de confiança, como a Rico

    Depois disso, é só seguir os seguintes passos:

    1. Abra a sua conta: insira os seus dados pessoais, crie um login e senha.
    2. Transfira: agora, transfira o valor para a compra dos ativos da sua carteira de ações da sua conta bancária para a conta da corretora.
    3. Entre na sua plataforma: o home broker é o ambiente de negociação de ações. Após definir os papéis da sua carteira, basta digitar as suas siglas nos campos de busca.
    4. Invista: se você quer investir com ajuda profissional, escolha a opção "Carteiras Recomendadas". Aqui, você encontra os relatórios com todos os dados e históricos dos nossos portfólios.
    5. Negocie: antes de comprar as ações, verifique os gráficos com os históricos de preços e as informações relacionadas ao emissor. Estes fatores podem ajudá-lo a tomar decisões mais assertivas, principalmente para investimentos de médio e longo prazos.
    6. Faça as suas ofertas: já sabe onde investir? Então, estabeleça a quantidade de ações (o lote mínimo é 100 papéis) e o preço de compra. Assim que o negócio for concluído, a ordem será executada.

    Conclusão

     blue-chips-passo-a-passo

    Pronto para formar uma carteira com as melhores ações para investir em 2020?

    Como vimos, a escolha das melhores ações da Bolsa para investir depende exclusivamente do seu perfil de investidor e objetivos. 

    O mais recomendado, principalmente se você está começando, é ter um colchão de liquidez, que funciona como uma reserva de emergência (economia equivalente a 6 meses do seu custo familiar).

    Essa reserva é o que dará tranquilidade para você arriscar mais. Mesmo que você possua um perfil agressivo, a tranquilidade financeira é vital para que você não cometa erros emocionais.

    Continue aprendendo em nosso blog com esses outros artigos:

    Caso surjam emergências a curto prazo, você pode sacar esse valor a qualquer momento sem perder capital ou rendimento. A aplicação mais recomendada para esse tipo de objetivo é o Tesouro Selic.

    Esse título público de dívida segue a taxa básica de juros, a Selic, que mesmo em tendência de baixa, possui uma rentabilidade real atraente (com desconto da inflação que também está baixa).

    Depois disso, você deve conhecer os seus objetivos e classificá-los em curto, médio e longo prazo, para então decidir quais são as melhores ações para investir hoje.

    Se quiser aprender tudo sobre análise gráfica e fundamentalista, e ser acompanhado na construção e manutenção da sua carteira de investimentos, crie uma conta com a gente para ter acesso à InvesTV.

    Nesse ambiente, disponibilizamos diversas salas de aulas ao vivo com especialistas, durante todo o horário comercial, de segunda a sexta. Lá, você aprenderá com os melhores profissionais do mercado.

    Gostou deste artigo completo sobre as melhores ações para investir? Deixe o seu comentário logo abaixo!

    Obrigado por ler até aqui!

    Nova call to action

    Topics: Renda Variável/Mercado de ações

    Top 5 Posts

    Posts Recentes