{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1200px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

    Liquidez do Tesouro Direto: Tudo o que você precisa saber

    by Equipe Rico | 12 de Fevereiro, 2020

    liquidez-tesouro-direto-tudo-o-que-voce-precisa-saberQuem busca uma opção segura para iniciar sua jornada pelo mundo dos investimentos, tem na liquidez do Tesouro Direto um grande atrativo a se considerar.

    Chamamos de Tesouro Direto os títulos da dívida pública que são emitidos pela União e comercializados como forma de garantir capital para áreas como infraestrutura, saúde e educação.

    Lançados pelo Governo Federal em 2002, os papéis são fruto de uma parceria entre o Tesouro Nacional e a B3 (antiga BM&FBovespa) para facilitar o acesso de pessoas físicas a títulos públicos.

    Os ativos são comercializados pela internet e podem ser adquiridos por quem tem conta em uma corretora de valores.

    Quem investe no Tesouro Direto, recebe juros sobre o valor aplicado de forma proporcional ao tempo que mantém seu capital investido.

    Mas, fique atento, pois a taxa de juros é atualizada diariamente e é preciso se certificar de que você está vendendo no momento certo para não perder dinheiro.

    No mercado de títulos públicos, são basicamente três tipos de investimento possíveis, cada um com suas regras de remuneração de acordo com um indexador da economia nacional.

    Ainda que esse seja um dos investimentos mais populares e seguros no mercado hoje, muitas pessoas têm dúvidas sobre o seu funcionamento e relutam em investir por medo de sofrer prejuízos em seu patrimônio.

    Por isso, preparamos este guia completo com tudo que você precisa saber sobre o Tesouro Direto e sua liquidez para atingir seus objetivos financeiros.

    Siga acompanhando e boa leitura!

    Nova call to action

    O que é a Liquidez do Tesouro Direto – Conceito

    liquidez-tesouro-direto-o-que-e-conceito

    O Tesouro Direto é uma modalidade de investimento rentável e segura, já que tem a garantia da maior instituição do país: o Governo Federal.

    Mas, ainda que essa opção seja mais segura em comparação com outros ativos, é preciso ter cuidado e ficar atento para não agir por impulso e acabar perdendo dinheiro com uma operação fora de hora.

    Uma das grandes vantagens da modalidade está na liquidez facilitada, o que significa que os seus títulos podem ser vendidos a qualquer momento para resgatar o valor que foi investido.

    Porém, algumas regras do Tesouro precisam ser observadas para que você não cometa erros que prejudiquem o investimento.

    Os valores do título, por exemplo, são alterados diariamente e até algumas vezes ao dia pelo Tesouro Nacional.

    Essa variação de preços é normal e representa as oscilações comuns da economia e pela movimentação entre oferta e demanda de títulos no mercado.

    Ainda, é preciso ficar atento às taxas e compra e de venda estabelecidas pelo sistema.

    Essa diferença, chamada de spread, existe para incentivar os investidores a usarem a ferramenta para aplicações de médio e longo prazo. 

    Na prática, isso significa que o Tesouro Direto apresenta um rendimento negativo nos primeiros dias, o que faz com que a liquidação imediata não compense para o investidor.

    Em bom português: você vai perder dinheiro se sacar logo após aplicar.

    Mas não se preocupe, pois quem espera o prazo de vencimento pode resgatar o seu investimento com a rentabilidade anunciada na data da compra, como é comum a aplicações de renda fixa.

    Como Funciona a Liquidez do Tesouro Direto?

    liquidez-tesouro-direto-como-funciona

    O Tesouro Direto é uma modalidade de investimento de renda fixa, na qual pessoas físicas podem adquirir títulos públicos, oferecendo o investimento como um empréstimo para o governo federal.

    A dinâmica da aplicação não tem foco em garantir orçamento para o Estado.

    Segundo o próprio Tesouro Nacional, o objetivo do principal do programa é incentivar a educação financeira do investidor iniciante.

    Por conta de sua configuração, com foco no médio e longo prazo, o ideal é casar seus planos de vida com o vencimento dos seus títulos e fazer a conta inversa para saber qual será o seu rendimento.

    Assim, se a taxa de rentabilidade for 10% ao ano, por exemplo, você pode investir R$ 910 com a certeza de que, daqui um ano, vai ter R$ 1 mil para sacar.

    Qual o prazo de resgate do Tesouro Direto?

    O prazo de resgate do Tesouro Direto varia de acordo com o lote de cada título comercializado

    Esse prazo representa a data máxima que aquele o investidor tem para fazer o resgate do valor aplicado, garantindo, assim, que terá o rendimento que foi especificado quando ele investiu. 

    No momento da compra, o cliente precisa ficar atento a algumas informações importantes como a taxa de rentabilidade, o tipo de papel comercializado e sua data de vencimento.

    É claro que sempre existe a possibilidade de fazer a venda antecipada, mas é preciso ficar atento para não acabar perdendo dinheiro com isso. Afinal, o Tesouro Direto é um investimento com foco em planejamento de médio e longo prazo.

    Por isso, preste atenção na taxa de rentabilidade no momento da sua liquidação e no preço do título para garantir que o valor ofertado supera o valor que você investiu.

    O que Significa Liquidez D-1?

    Existem duas formas de fazer a liquidação dos seus títulos de Tesouro Direto: aguardar a data de vencimento ou fazer a venda antecipada.

    Esse pequeno detalhe é responsável por grande parte da popularidade da modalidade de investimento, já que quem aplica tem a segurança de que pode resgatar o dinheiro investido em caso de necessidade.

    A liquidação antecipada pode não compensar em alguns casos, mas você sempre terá a garantia de que vai conseguir vender seus títulos no momento que quiser.

    Essa garantia existe porque é o próprio governo federal que se encarrega da recompra de seus papéis.

    Tudo que o investidor precisa fazer é solicitar o resgate e a liquidação ocorrerá em D+1. Ou seja, com o prazo de um dia útil.

    É Seguro Aplicar no Tesouro Direto em 2020?

    liquidez-tesouro-direto-seguro-aplicar-2020

    O investimento no Tesouro Direto se caracteriza pela compra de títulos públicos, que são emitidos e negociados pela própria União.

    Isso significa que quem aplica capital nessa modalidade está assumindo um compromisso com a maior instituição do país, que é o Governo Federal.

    Por esse motivo, costuma-se dizer que o Tesouro Direto é um dos investimentos mais seguros do mercado.

    Ele é útil para proteger o seu patrimônio e garantir uma rentabilidade acima da inflação, o que deve estar entre as prioridades de qualquer investidor.

    É claro que o risco sempre existe, em menor ou maior grau, em qualquer tipo de investimento.

    Então, a escolha entre uma ou outra modalidade depende de quanto você pode arriscar, quais são seus objetivos com aquela aplicação e ainda qual seu perfil de investidor.

    Mas, afinal de contas, é seguro aplicar no Tesouro Direto em 2020?

    Certamente, sim.

    Se você mantiver a aplicação até o prazo previsto inicialmente, só não vai receber seu dinheiro se o país quebrar.

    Além de essa ser uma hipótese bastante improvável, inclusive rejeitada por economistas, caso venha a se confirmar, todo o sistema financeiro entraria em colapso muito antes disso.

    Ou seja, qualquer outro investimento, seja de renda fixa ou variável, estaria comprometido antes do seu título público.

    Quais os Tipos de Tesouro Direto e Seus Rendimentos?

    liquidez-tesouro-direto-quais-os-tipos-seus-rendimentosExistem três tipos de títulos que são negociados pelo governo federal por meio do sistema do Tesouro Direto.

    Conhecido popularmente como Tesouro Selic, a primeira categoria é indexada de acordo com a taxa básica de juros da nossa economia.

    Isso significa que quem investe terá um rendimento que acompanha a Selic.

    Como a taxa de juros pode ser apenas projetada, mas nunca prevista com 100% de exatidão, o investidor que optar pelo Tesouro Selic precisa saber que está investindo em um título pós-fixado. 

    Ou seja, só vai saber qual sua rentabilidade no momento do vencimento.

    O Tesouro Prefixado, por outro lado, indica qual será sua rentabilidade final no momento da compra.

    Esse tipo de investimento apresenta em seu descritivo qual será a taxa de rendimento que deve ser observada no vencimento.

    Seguindo em frente, nós temos o Tesouro IPCA com juros semestrais e Tesouro IPCA+, respectivamente.

    Ambo tem sua rentabilidade indexada de acordo com o IPCA, indicador que aponta a inflação acumulada do período.

    Na primeira opção, o investidor pode sacar o valor dos juros com rendimento semestral.

    Já no caso do IPCA+, esse valor é automaticamente reinvestido para gerar ainda mais juros e ganhos.

    Principais Erros do Investidor no Tesouro Direto

    liquidez-tesouro-direto-principais-erros-do-investidor

    Ainda que o Tesouro Direto seja considerado uma das opções mais seguras, não significa que está blindado contra erros do investidor.

    Confira abaixo os três mais comuns.

    Não conferir custos e taxas

    Antes de investir, certifique-se de ler todas as entrelinhas para ficar a par dos custos inclusos no investimento que você está contratando.

    Além das taxas cobradas por algumas corretoras, considere que a B3 cobra 0,3% ao ano sobre o valor dos títulos como taxa de custódia.

    Vender antes do vencimento

    Se você estiver precisando do dinheiro de maneira emergencial, não existe muita discussão entre fazer ou não a liquidação dos títulos.

    O que acontece com frequência, principalmente entre quem está começando, é a venda de papéis para comprar outros que ofereçam maior rentabilidade.

    Ainda que essa operação ofereça algum ganho momentâneo, o spread presente no Tesouro Direto impede que esse tipo de movimentação seja lucrativa em longo prazo.

    Não cuidar das finanças

    O planejamento é chave para a saúde orçamentária de qualquer um.

    Por isso, para garantir que a sua estratégia de investimentos seja bem-sucedida, você não pode nunca abrir mão de um controle financeiro bem estruturado.

    Afinal de contas, de nada adianta manter investimentos e contrair dívidas com juros muito maiores do que a rentabilidade dos seus títulos.

    O Tesouro Direto é o Investimento com Melhor Liquidez do Mercado?

    liquidez-tesouro-direto-investimento-com-melhor-liquidez-do-mercado

    A resposta rápida e direta para a pergunta do enunciado é: depende do tipo do título você adquiriu.

    Quando o assunto é liquidez, o campeão de popularidade tende a ser o Tesouro Selic.

    Mesmo com a taxa de juros em queda e as deduções de Imposto de Renda, essa opção segue apresentando uma boa rentabilidade para quem busca um investimento de curto prazo.

    Em outras palavras, é o investimento em Tesouro Direto que apresenta a melhor liquidez.

    A baixa volatilidade de seu indexador (a taxa de juros) permite que o investidor possa realizar a venda antecipada quando quiser e sem ter grandes perdas.

    Passo a Passo Para Investir no Tesouro Direto 

    Quem pretende investir seu capital no Tesouro Direto precisa criar sua conta em uma corretora de valores.

    O cadastro na Rico é gratuito e leva menos de cinco minutos.

    Feito isso, você receberá os dados necessários para transferir valores de sua conta corrente para a conta de investimentos.

    O depósito é feito por meio de uma transferência TED de mesma titularidade e, assim que o dinheiro for compensado, você pode começar a fazer seus investimentos.

    Com o login feito no site da corretora, você pode conferir quais títulos do Tesouro Direto estão sendo negociadas naquele dia.

    Lembrando que os preços e taxas são atualizados diariamente pelo Tesouro Nacional de acordo com as oscilações da economia nacional e da própria demanda do mercado.

    liquidez-tesouro-direto-simulacao

    Títulos públicos do Tesouro Direto disponíveis para compra - tela capturada em 28/01/20.

    Observe que as opções disponíveis têm valores mínimos que variam de R$ 36,47 até R$ 48,77.

    O título com vencimento mais próximo é para 2022 e o mais distante é para 2050.

    Quero saber mais sobre o Tesouro

    Conclusão

    Uma opção segura para começar no mundo dos investimentos, o Tesouro Direto tem em sua liquidez facilitada um dos grandes atrativos da modalidade.

    Na prática, isso significa que investidor pode vender seus papéis a qualquer momento e resgatar o valor aplicado.

    Essa facilidade só acontece porque o sistema faz a venda de títulos públicos emitidos e comercializados pelo Governo Federal, que, por sua vez, garante a recompra sempre que você precisar.

    Por mais que seja possível liquidar seus títulos a qualquer momento, é importante lembrar que essa ação nem sempre trará ganhos ao investidor.

    Para quem quer investir e sabe que pode vir a precisar do dinheiro antes do vencimento, o caminho deve ser o Tesouro Selic.

    Por ser indexado de acordo com a taxa de juros, esse tipo de título do Tesouro apresenta pouca oscilação e garante as menores perdas em caso de venda antecipada.

    Não importa se você é um investidor experiente que busca opções para proteger o seu patrimônio, ou se ainda é um iniciante que procura alternativas seguras, o Tesouro Direto com certeza pode te beneficiar.

    E o primeiro passo para isso você deu neste artigo, aprendendo mais sobre a modalidade.

    Abra sua conta na Rico e invista agora mesmo!

    Siga ampliando seu conhecimento com os nossos artigos:

    Obrigado por ler até aqui!

    Nova call to action

    Top 5 Posts

    Posts Recentes