{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1100px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

    Como Fazer Investimentos Inteligentes - 7 Dicas Imperdíveis

    by Rico.com.vc on Dezembro 27, 2017

    como fazer investimentos inteligentes

    Você gostaria de aprender a investir com consciência e lucratividade?

    Então, você deve entender como fazer investimentos inteligentes.

    É cada vez maior a quantidade de pessoas interessadas em investir. Mas será que elas sabem o que estão fazendo? Todas têm a consciência do seu perfil de investidor e são fiéis a uma estratégia de investimentos?

    Pensando nisso, preparamos este post com dicas para fazer investimentos inteligentes, não importa se você tem muito ou pouco dinheiro para aplicar. Durante o texto, você vai descobrir:

    • 7 dicas fazer investimentos inteligentes
    • Investimentos para quem tem pouco dinheiro
    • Investimentos para quem tem muito dinheiro
    • Como aplicar seu dinheiro com mais rentabilidade
    • Fugindo dos riscos
    • Dica extra: 1 investimento de renda fixa e 1 investimento de renda variável em 2018

    Caso queira aprender mais sobre investir com inteligência, veja essa lista com 21 livros sobre investimentos

    O tema investimentos chama cada vez mais a atenção das pessoas devida à popularização da Bolsa de Valores e das corretoras de investimentos.

    Mas tome cuidado com o mito de que investir gera dinheiro fácil. Não é bem assim: você pode conseguir bons lucros, mas apenas fazendo investimentos inteligentes.

    Ou seja, você deve saber onde e quando aplicar e o mais importante: quando resgatar o dinheiro.

    Não se engane com ideia de que 'apenas pessoas que já tem dinheiro podem investir'. Atualmente, existem várias aplicações acessíveis para quem não tem muito dinheiro.

    Vamos mostrar tudo isso e muito mais para você. Ao final, você saberá como fazer investimento e qual a melhor aplicação financeira no momento.

    Se tiver alguma dúvida, deixe o seu comentário ao final da página.

    Boa leitura!

    7 Dicas Para Fazer Investimentos Inteligentes (Mesmo Com Pouco Dinheiro)

    como fazer investimentos inteligentes dicasVeja as principais dicas para investir corretamente.

    Investimentos inteligentes são aplicações financeiras que são bem escolhidas de acordo com as suas condições e por isso trazem lucro com segurança.

    Veja 7 dicas par aprender a fazer investimentos inteligentes a seguir:

    1. Saiba qual é o seu perfil de investidor

    De maneira geral, existem três tipos de investidores. São eles:

    • Conservador: é aquele que prefere a segurança e estabilidade, mesmo que para isso tenha que abrir mão de uma rentabilidade maior. 

    Entre os tipos de investimentos conservadores, destacam-se os fundos de renda fixa, Tesouro Direto, CDB, LCI e LCA.

    • Moderado: É o perfil mediano, que busca investimentos com rentabilidade acima da média, mas que não sejam de alto risco. É aquela pessoa que tem um pouco mais de conhecimento para aumentar sua carteira de investimentos, mas que não tolera muitas perdas.

    Alguns exemplos de investimentos moderados são fundos multimercados, debêntures, fundos de ações, fundos imobiliários e Letras Financeiras.

    • Agressivo: Prefere assumir riscos buscando a maior rentabilidade possível. Por isso, é importante ter conhecimento do mercado. Além disso, vale notar que um investidor agressivo deve ter uma ampla carteira de investimentos, também com opções conservadoras e moderadas.

    Os investimentos agressivos mais conhecidos do mercado são operações na bolsa com derivativos, ações e fundos de investimentos mais agressivos, por exemplo.

    Faça o teste agora mesmo


    2. Tenha em mente seus objetivos

    • Para fazer investimentos inteligentes, tenha em mente quais são seus objetivos ao investir em diferentes aplicações.

    Parece uma dica óbvia, mas é comum que as pessoas invistam sem um objetivo definido, com a simples meta de juntar dinheiro. Com um objetivo concreto, você fica mais comprometido em estudar seu investimento e gerar rentabilidade.

    Por isso, pense bem: qual é o seu objetivo? Comprar um imóvel, preparar-se para a aposentadoria, viajar ou estudar? Com essa resposta, é possível encontrar o melhor caminho para investir.

    3. Conte com ajuda profissional

    Se você quer investir com solidez e mais segurança, você deve contar com uma corretora como a Rico para ajudá-lo a escolher os melhores investimentos.

    Ao criar sua conta, você ganha acesso à InvesTV. Esse é um ambiente com diversos analistas profissionais da Rico. Eles dão aulas online e consultas ao vivo, todos os dias úteis, durante o horário comercial.

    4. Tenha uma carteira de investimentos diversificada

    Um bom investidor é aquele que trabalha com várias aplicações ao mesmo tempo. Isso vale mesmo se o seu perfil de investidor for o agressivo. Em nenhum cenário, vale a pena apostar todas as fichas em um único caminho.

    Para definir um bom leque de aplicações, considere o seu perfil de investidor, os riscos e a rentabilidade dos investimentos, assim como os seus objetivos e o tempo necessário para alcançá-los.

    5. Procure sempre aprender mais sobre investimentos inteligentes

    O mercado financeiro está sempre se atualizando, novas aplicações surgem e novos modelos de negócios se desenvolvem. Por isso, é muito importante que você, como investidor, mantenha-se sempre em dia com as novidades.

    Procure livros sobre investimentos, cursos, eventos e tudo que de alguma forma possa trazer conhecimento sobre o assunto. Conte sempre com a Rico para ajudar nesse processo!

    6. Trabalhe com dados e fatos, não com a intuição

    Mais uma vez, essa parece uma dica óbvia, mas é algo muito importante no cotidiano de quem investe.

    Se você quer ter sucesso nos investimentos e sempre mirar mais alto, é importante não deixar as emoções tomarem as decisões. Ao avaliar suas aplicações, baseie-se em dados e em números concretos, e nunca em suposições.

    7. Tenha uma reserva para investir

    É comum, principalmente entre os iniciantes, que não haja uma reserva de dinheiro específica para investimentos. Ou seja, o mesmo montante usado no cotidiano - para compras no supermercado, pagar contas, etc - é usado para investir.

    Isso pode ser perigoso porque, em caso de algum gasto extra (como em emergências) você pode ser obrigado a resgatar o dinheiro investido antes da hora e, portanto, irá prejudicar a rentabilidade do investimento.

    Investimentos Para Quem Tem Pouco Dinheiro

    como fazer investimentos inteligentes pouco

    Saiba como investir se você não tem muito para gastar.

    Geralmente, quem tem pouco dinheiro não costuma investir e não tem familiaridade com a área. Por isso, separamos alguns exemplos de aplicações seguras e que possibilitam o resgate do dinheiro a qualquer momento. Confira:

    Tesouro Direto

    Uma das opções de investimento mais conhecidas, o Tesouro Direto é muito procurado por quem quer começar a investir. Na prática, ele funciona como um empréstimo: você empresta o dinheiro ao Governo e ele o devolve com juros.

    Nessa modalidade, é possível investir a partir de R$30 e retirar o valor a qualquer momento em caso de necessidade. Trata-se de um investimento de renda fixa, ou seja, já no momento da aplicação o investidor consegue prever como será remunerado.

    No caso, o Tesouro Direto É mais conservador, tem seu rendimento baseado na variação da taxa Selic, que atualmente está em 7% ao ano (dado de dezembro de 2017).

    É um investimento muito seguro também pelo fato de pagar quase 100% da variação da Selic, independente do valor aplicado.

    Além disso, uma grande vantagem é a liquidez diária, que permite que você possa resgatar o valor a qualquer momento, sem prejuízo na rentabilidade.

    Certificado de Depósito Bancário (CDB)

    O valor mínimo de um CDB varia conforme o banco, mas é possível investir com menos de R$ 1.000.

    Ele funciona de maneira parecida com o Tesouro Direto, com a diferença de que, ao invés de emprestar para o Governo, você empresta para o banco, e a instituição oferece uma remuneração ao investidor.

    Em geral, os CDB são pós-fixados e vinculados à taxa CDI. Na prática, você recebe um percentual dessa taxa, que costuma ser próximo da Selic. Porém, fique atento ao fato de que o percentual varia conforme o produto escolhido.

    Pode ser menos de 100% do CDI até mais de 120% do índice.  

    O CDB também oferece liquidez diária, permitindo que você resgate o valor quando quiser. Mas atenção, não são todos CDBs que possuem liquidez diária.

    Os que têm maiores rendimentos são de longo prazo, então não é uma aplicação recomendada para reservas de emergência.

    Fundos DI

    Nos fundos DI, toda a gestão do investimento fica por conta de uma equipe gestora.

    Portanto, é um bom caminho para quem quer retorno financeiro, mas não quer lidar com as aplicações diariamente. Geralmente, as aplicações ocorrem em investimentos de renda  fixa que seguem as variação da taxa DI.

    Fique de olho na taxas de administração e custódia. No entanto, assim como nas opções anteriores, nos fundos DI também há liquidez diária e o dinheiro pode ser sacado a qualquer momento.

    Investimentos Para Quem Tem Muito Dinheiro

    como fazer investimentos inteligentes muito

    Sempre procure novas maneiras para aumentar ainda mais seus lucros.

    Investimentos inteligentes devem ser o foco de todo investidor, mesmo se você já tiver um dinheiro guardado. Procure sempre os investimentos com maior rentabilidade possível dentro do seu perfil de investidor e mantenha uma ampla carteira de aplicações.

    Separamos algumas aplicações que podem ser bons caminhos para o seu dinheiro render ainda mais. Confira:

    LCI e LCA

    As Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) são títulos que financiam operações no setor imobiliário e no agronegócio. São investimentos de renda fixa e isentos de imposto de renda.

    Ambas contam com uma garantia de até R$ 250 mil do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), oferecendo segurança sem afetar a rentabilidade. Com isso, seu dinheiro fica protegido em caso de eventuais problemas com as aplicações.

    Segundo mudanças recentes, o FGC tem um teto global de cobertura por CPF de R$ 1 milhão renovado a cada 4 anos. Ou seja, se você precisar de proteção porque dois bancos quebraram e você perdeu R$ 500 mil, ainda tem metade da sua cota de proteção.

    CDB

    Lembre-se: nessa modalidade, você empresta dinheiro ao banco. Por isso, quanto menor for o banco ou quanto maior sua dificuldade em gerar recursos, maiores os riscos para o seu dinheiro.

    A mudança no FGC deixou claro que você deve sim levar o rating do banco em consideração. Com mais dinheiro, você pode aplicar em CDBs de longo prazo com rentabilidades garantidas.

    Ações e Fundos Multimercado

    Nessas opções, o fluxo é o mesmo do CDB: quanto maior o investimento, maior o retorno.

    Porém, ações e fundos multimercado não têm garantia e são investimentos de maior risco.

    Apesar do alto retorno, são aplicações sensíveis a variações do mercado. Por isso, não deixe de estudar bastante e conhecer bem o comportamento de cada fundo de investimento.

    Como Aplicar Seu Dinheiro Com Mais Rentabilidade

    como fazer investimentos inteligentes rentabilidadeA base para gerar lucro é pensar na rentabilidade das aplicações

    Não importa se você tem muito ou pouco dinheiro para investir ou se o seu perfil é conservador ou agressivo. Em todos os cenários, rentabilidade é uma das suas prioridades.

    Como aumentar a rentabilidade?

    O primeiro passo para gerar mais rentabilidade é ter mais conhecimento sobre esse tema. Por isso, reforçamos novamente: nunca deixe de estudar, procurar, ler e conversar sobre investimentos.

    Lembre-se de que investir é um processo constante, não basta investir uma vez em uma determinada aplicação e apenas sentar e esperar resultados. É preciso estar por perto, acompanhando o rendimento do dinheiro.

    Quanto mais tempo você se dedicar a aprender sobre investimentos, irá descobrir novos caminhos mais rentáveis e mais interessantes para seus objetivos. É um processo de aprendizado e de fazer algumas tentativas, antes de encontrar a melhor aplicação.

    Fugindo Dos Riscos

    como fazer investimentos inteligentes riscosMantenha-se atento para evitar riscos ao investir

    Todo investimento envolve riscos, mesmo que sejam conservadores. É importante saber disso antes mesmo de começar a investir.

    Já que inevitavelmente você estará correndo riscos ao investir, vale a pena tomar alguns cuidados para diminuir a chance de erro.

    Antes de investir em qualquer aplicação, avalie aspectos como:

    Risco de mercado

    Esse risco está associado aos movimentos de preços, taxas de juros e do câmbio. Mede-se pela diferença entre o desempenho do investimento e algum outro parâmetro, como a taxa do CDI ou do Ibovespa.

    Como todo investimento está sujeito aos riscos de mercado, o mais indicado é, novamente, trabalhar com uma carteira diversificada de aplicações.

    Risco de liquidez

    Liquidez é a facilidade ou dificuldade em vender um ativo de sua carteira de investimentos. Um investimento de renda fixa, por exemplo, é mais fácil de vender do que um investimento em imóvel.

    Considere esse fator ao decidir em quais segmentos investir. Por isso, ressaltamos a importância de começar a investir já com um objetivo em mente.

    Risco de crédito

    É o risco da instituição envolvida no seu investimento não pagar a parte dela, como é necessário, no caso de debêntures, por exemplo.

    Para esses casos, lembre-se de pensar no CDB, nas LCI e nas LCA, que têm garantia de até R$ 250 mil do FGC.

    Dica Extra: 1 Investimento de Renda Fixa e 1 Investimento de Renda Variável em 2018

    como fazer investimentos inteligentes dica extra

    Veja dois exemplos de investimentos que podem ser um bom caminho para você

    Para ajudar nesse processo de decisão, separamos duas sugestões de investimentos para você começar 2018 em grande estilo e com dinheiro no bolso.

    Aqui mesmo no blog já publicamos um post com várias oportunidades de investimentos inteligentes para 2018.

    Não deixe de conferir e se preparar para lucrar!

    1. Investimento de Renda Fixa: Tesouro Direto

    O Tesouro Direto pode ser um bom caminho em 2018. A aplicação tem diversas vantagens já citadas aqui, como baixo investimento inicial, segurança na rentabilidade e liquidez diária.

    2. Investimento de Renda Variável: Ações

    Mais indicado para investidores agressivos, que querem alta liquidez. Esses títulos geram bom retorno em caso de venda, principalmente em épocas de juros baixos. Para ver mais sobre o assunto, acesse nossa carteira recomendada de investimentos.

    Conclusão: Como Fazer Investimentos Inteligentes Com Pouco Dinheiro

    como fazer investimentos inteligentes conclusao

    Afinal, como investir da maneira correta?

    Para fazer investimentos inteligentes, é preciso se preparar, estudar muito e ter objetivos e caminhos traçados previamente.

    Assim, você se prepara para o mercado e fica menos sujeito a perder dinheiro.

    Procure ter uma carteira de investimentos ampla e com vários tipos de aplicações - de baixo e médio risco. Em caso de flutuações expressivas no mercado, você tende a não ficar desamparado.

    Esperamos que tenha gostado do conteúdo! Caso tenha alguma dúvida, crítica ou sugestão, estamos à disposição para ouvi-lo na sessão de comentários!

    Continue aprendendo sobre finanças com estes outros artigos do blog:

    Siga nossas dicas e faç parte do grupo de investidores inteligentes!

    investimentos-2018-CTA.jpeg

    Topics: Como começar a investir

    Top 5 Posts

    Posts Recentes