{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1100px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

ETF: O que é, Rentabilidade, Como Investir, Quais os Melhores

by Rico.com.vc on Maio 2, 2018

o que e etf

Você sabia que o ETF é um excelente investimento para iniciantes na bolsa de valores?

O ETF é uma boa maneira de começar a investir na bolsa de valores.

O Exchange Traded Fund é uma boa alternativa para os iniciantes, uma vez que a sua exposição é indireta, quando comparada ao investimento em ações.

Ele também é muito procurado por investidores que querem diversificar a carteira através de uma gestão passiva.

Hoje, você encontra uma infinidade de ETFs. Então, é comum ter dúvidas sobre qual deles é o melhor, as rentabilidades e os custos envolvidos.

Mesmo que ele pareça ser um investimento muito simples, você deve ter alguns cuidados e fazer uma boa análise antes de investir o seu dinheiro.

Diante disso, preparamos um guia completo com tudo o que você precisa saber sobre o ETF para aplicar com rentabilidade e segurança agora mesmo:

  • O que é ETF?
  • Características do ETF
  • ETF Vale a Pena? Saiba Quando Investir
  • Rentabilidade dos ETFs no Brasil
  • Melhores ETFs 2018 - Exemplos
  • Custos
  • Cuidados que você deve ter
  • Como investir em ETF

Se você tiver qualquer dúvida, deixe um comentário no final da página.

Boa leitura!

A bolsa de valores é muito complexa para você? Então, leia esse outro artigo e entenda como ela funciona do zero

O Que é um ETF (Exchange Traded Fund)?

O ETF é um fundo de ações que tem como referência um índice da bolsa de valores. Então, a composição é feita com o objetivo de atingir rendimentos iguais ou superiores ao indicador utilizado, por exemplo BOVA11 tem como referencial o índice Bovespa (IBOV).

A gestão deste investimento é feita por um gestor especializado. Diariamente, ele acompanha o mercado e faz as compras e vendas necessárias para obter os melhores resultados.

O patrimônio do ETF é dividido igualmente em cotas, que são negociadas na bolsa de valores. Assim, o preço delas varia conforme os preços das ações que o compõe.

No Brasil, este investimento ainda é bastante recente. Ele foi lançado em 2004. Enquanto que, nos EUA, ele já é negociado desde 1993.

De acordo com dados da B3, até março de 2017, o patrimônio em ETF somava cerca de R$ 4,4 bilhões. O BOVA11 é o mais negociado, com movimento diário em torno de R$ 180 milhões.

Para saber mais sobre o fundo de índice, assista também a esse vídeo: 

Características do ETF

Antes de investir em um ETF, você precisa conhecer quais são as suas características. Assim, você pode verificar se elas estão alinhadas com os seus objetivos como investidor. Conheça cada uma delas:

  • Gestão passiva: a rentabilidade está atrelada a um índice de referência da renda variável como, SMLL, IBOV e IDIV. Então, a composição do ETF é ajustada com o objetivo de resultado igual ou superior ao referencial.

  • Diversificação: esta é uma das características mais interessantes deste investimento. Com apenas uma cota, você tem acesso a diversas ações.

  • Custos: os custos das cotas são bem acessíveis. Hoje, você encontra bons ETFs a partir de R$ 50,00. O lote mínimo de compra é 10 cotas.

  • Liquidez: os ETFs são negociados diariamente na bolsa de valores. Então, é fácil adquirir ou vender as suas cotas a qualquer momento.

  • Acessibilidade: as negociações são realizadas diretamente no home broker. Assim, você pode fazer as suas operações sem sair de casa.

  • Tributos: os ETFs estão sujeitos ao Imposto de Renda, ao contrário das ações, onde as vendas mensais abaixo de R$ 20 mil são isentas. Nos próximos tópicos, vamos mostrar com mais detalhes.
  • Reinvestimento: os proventos recebidos pelas ações que compõe o ETF são reinvestidos para o aumento e valorização do seu patrimônio.

  • Transparência: todas as documentações são disponibilizadas ao investidor. Portanto, você sabe tudo o que acontece no seu fundo de índice. 

Quando Vale a Pena Investir em um ETF

etf vale a pena investir

Saiba agora se o fundo de índice é ideal para você

Depois de conhecer um pouco mais sobre o ETF, provavelmente, você deve estar indeciso sobre investir ou não o seu dinheiro neste ativo.

Cada vez mais, a renda varável tem ampliado o seu rol de produtos financeiros. Então, é muito comum ter dúvidas na hora de escolher onde aplicar.

Investir em ETF pode ser uma boa alternativa para os iniciantes na bolsa de valores. Isso porque ele tem exposição indireta ao mercado de ações e possui gestão passiva.

Assim, as variações são mais brandas do que para os papéis avulsos, principalmente se você tem pouca experiência em renda variável.

Ao mesmo tempo, você não pode escolher a composição da carteira. Além do fato de que ela pode mudar a qualquer momento. Portanto, se você quer investir em determinadas ações, o ideal é montar um portfólio personalizado.

Uma das grandes vantagens de investir em ETF é a diversificação. Geralmente, ele é composto por diversos papéis e de segmentos diferentes. Sem contar que ele é focado em um índice da renda variável.

Assim, você pode escolher aquele que está alinhado aos seus objetivos, por exemplo, se o seu interesse são as Small Caps, há o ETF SMAL11, cujo índice é o SMLL. Nele, você encontra diversas ações das companhias como, a Azul e a Qualicorp.

Ele pode ser uma opção mais acessível do que investir diretamente no indicador como ocorre nos contratos futuros.

Outra vantagem do ETF é a volatilidade mais baixa. Como a sua exposição é indireta, mesmo que uma das ações tenha alta volatilidade, há outra que é mais estável. Então, o todo mantém o equilíbrio.

Em 2018, com as eleições presidenciais, possíveis aprovações de reformas fiscais, cenário geopolítico internacional e desdobramentos da operação Lava Jato, é possível que a renda variável passe por turbulências.

Ao investir em ETF, esse risco pode ser reduzido. Geralmente, ele tem comportamento mais estável que as suas ações de forma isolada.

Além disso, ele ganhou destaque por ser uma forma barata de ter acesso a diversas ações e a um indicador. 

Basicamente, o ETF é recomendado para investidores de perfil moderado e arrojado. Antes de investir, você deve conhecer o seu perfil de investidor e a sua tolerância aos riscos.

Rentabilidade dos ETFs no Brasil [2018]

etf rentabilidade

Veja o quanto o seu dinheiro pode render com esse fundo

Por ser um investimento pouco conhecido entre os investidores, muitos não sabem a rentabilidade média de um ETF. De forma geral, ele rende conforme a sua composição e do seu índice de referência. 

Outro ponto é que ele faz parte da renda variável. Portanto, desempenho passado não é garantia de rendimento futuro. Hoje, há 15 fundos de índice disponíveis na bolsa de valores. 

Para você conhecer a rentabilidade dos ETFs, vamos utilizar exemplos de alguns dos mais negociados na bolsa de valores.

Confira o ranking de rendimento obtido por cada um deles em 2017:

ETF Rentabilidade (%)
SMAL11 49,03
BBSD11 46,36
MATB11 35,66
BRAX11 27,21
PIBB11 27,18
GOVE11 27,10
BOVV11 27,03
BOVA11 26,55
XBOV11 25,92
FIND11 25,91
DIVO11 25,57
ECOO11 23,42
IVVB11 22,53
ISUS11 17,88
IBOV (ref.) 26,86

Rendimento dos ETFs listados em bolsa em 2017 - Fonte: BM&FBovespa

Com os dados da tabela acima, vamos começar pelo ETF BOVA11, que obteve rentabilidade de 26,55% em um ano.

Ao investir R$ 1.000 neste fundo de índice em janeiro de 2017 até 31 de dezembro do mesmo ano, o seu dinheiro renderia R$ 265,50 brutos. No total, você teria obtido R$ 1.265,50. 

No comparativo com o índice de referência o IBOV, o desempenho ficou muito próximo, cerca de 0,30% abaixo. 

Agora, vamos utilizar o ETF SMAL11. Ele foi a estrela de 2017 entre os ETFs. Durante o período de crise econômica e recuperação, as Small Caps tendem a crescer mais do que as grandes empresas. 

Isso porque elas investem no mercado interno e em segmentos essenciais ou que estão em alta no país.

Já as Blue Chips, que são companhias de grande porte, têm maior influência do cenário externo e das commodities. 

Em 2017, o rendimento do ETF SMAL11 foi de 49,03%. Ao investir R$ 1.000, você teria obtido retorno bruto de R$ 490,30, ou seja, o montante final seria de R$ 1.490,30.

Ao comparar com o IBOV, a rentabilidade foi 12,6% a mais. Note o quanto as Small Caps cresceram apenas em um ano. Este fundo de índice já rendeu mais de 254,07% em menos de 10 anos, contra 132% do índice Bovespa. 

Outro ETF que está entre os mais negociados da bolsa de valores é o PIBB11. O retorno em 2017 foi de 27,18%. Basicamente, esse fundo investe no índice IBrX 50, que são as 50 ações mais líquidas da BM&FBovespa. 

Com o investimento de R$ 1.000, em janeiro de 2017. Em dezembro, você teria R$ 271,80, que totaliza R$ 1.271,80 brutos. 

Por fim, vamos simular o ETF IVVB11, que investe no índice S&P 500. Ele é composto por ativos das maiores companhias norte-americanas. 

Em 2017, o seu rendimento foi de 22,53%. Então, se você tivesse investido R$ 1.000 em janeiro, obteria R$ 225,30 de retorno, que resulta em R$ 1.225,30 em apenas um ano. 

Note que todos os ETFs conseguiram performances muito próximas dos seus índices de referência. Muitos deles, tiveram resultados mais atrativos que o IBOV, que é a referência na renda variável. 

Melhores ETFs do Brasil em 2018 - Exemplos de Rendimento

Depois de analisar os resultados obtidos pelos ETFs em 2017, você vai conhecer o rendimento dos ETFs em 2018. Acompanhe a tabela:  

ETF Rentabilidade (%)
FIND11 16,98
MATB11 32,33
ECOO11 11,40
GOVE11 13,29
PIBB11 13,30
BOVA11 13,07
BOVV11 13,19
XBOV11 12,97
BRAX11 12,46
DIVO11 8,95
ISUS11 6,04
BBSD11 6,70
SMAL11 5,93
IVVB11 3,90
IBOV (ref.) 13,14

Rentabilidade dos ETFs listados na Bm&FBovespa em 2018 - Fonte: BM&F Bovespa

De acordo com a tabela, note que cinco ETFs obtiveram resultados superiores ao IBOV. Enquanto que, o IVVB11 teve o menor rendimento. 

Isso se deve ao desempenho do dólar e das tensões do governo Trump. Em janeiro, ocorreu o shutdown da máquina pública por conta da rejeição do senado para o orçamento provisório. 

Assim, as cotações de várias companhias norte-americana sofreram o efeito do mercado. 

Já o ETF MATB11, que investe no índice IMAT, obteve o melhor desempenho. Ele é focado em ações de empresas ligadas ao setor de commodities. 

Com o aumento na demanda por commodities e recuperação da economia mundial, essas instituições tendem a apresentar bom crescimento nos lucros. Assim, ele conseguiu superar o IBOV em cerca de 19%. 

Ao analisar os ETFs que investem no índice Bovespa, note que os três, BOVA11, BOVV11 E XBOV11, obtiveram desempenho semelhante. 

Por investir no mesmo indicador as suas carteiras são parecidas. Portanto, os resultados costumam ser próximos. Em relação ao IBOV, a performance ficou 1% abaixo, que é comum durante o ano. 

No geral, 2018 pode ser visto como um bom ano para investir em ETF. Ele oferece diversas vantagens para o investidor. 

Sem contar que a exposição indireta é recomendável para evitar possíveis perdas, principalmente em relação às Small Caps. 

O mercado projeta a taxa Selic para 6,25% ao ano até o final de 2018. Portanto, este pode ser um bom momento para entrar no mercado da renda variável e ganhar muito dinheiro. 

Em 2017, o CDI fechou em 9,92% contra 26,7% do IBOV, ou seja, a bolsa de valores obteve resultados muito mais atrativos que a renda fixa. 

Além disso, o mercado prevê que a Bovespa pode chegar a 100 mil pontos este ano. Até abril de 2018, o recorde está em 88.317 atingido em 26 de fevereiro.

Custos

etf custos

Conheça as despesas associadas ao fundo de índice

Antes de investir em ETF, outro ponto que você precisa considerar é o custo que ele pode ter. O primeiro deles é a taxa de administração. 

Ela é cobrada anualmente e varia conforme a administradora e do próprio fundo de índice. Geralmente, está entre 0,20% a 0,80% ao ano

Na venda de um ETF, há a cobrança do Imposto de Renda. A alíquota é de 15% sobre os lucros obtidos. Ela é descontada automaticamente na operação. 

A BM&FBovespa possui as taxas de liquidação e emolumentos, que totalizam 0,0325% da operação. Por fim, há a taxa de corretagem, que por sua vez, varia conforme a corretora.

Cuidados Que Você Deve Ter

Além de considerar os custos do ETF, você precisa tomar alguns cuidados para evitar resultados diferentes das suas expectativas. Saiba mais:

1. Administradora

Ao escolher o seu fundo de índice, verifique quem é a administradora. Confira, no site da BM&FBovespa, os ETFs listados. Assim, você evita cair em ciladas. 

2. Índice

Antes de investir, você deve analisar o objetivo de rentabilidade do ETF. Conheça o índice de referência e compare as composições das carteiras. Os resultados tendem a ser semelhantes.

Verifique também se este é o seu interesse de investimento. O critério de rentabilidade não é o único a ser considerado, principalmente na renda variável. 

3. Custos

Para definir o valor a ser aplicado no ETF, faça o cálculo dos custos envolvidos. Assim, você evita surpresas na hora de negociar.

De forma geral, quanto menor as despesas, mais dinheiro no seu bolso. Analise-os contra o investimento em ações, carteira recomendadas e fundos de ações. Eles servem como bons comparativos.

Como Investir em ETF Passo a Passo

etf como investir

Adquira as suas cotas com apenas 5 passos

Investir em ETF é muito prático!

O primeiro passo é abrir uma conta em uma corretora de confiança, como a Rico. Para isso, basta inserir os seus dados pessoais, criar um login e senha. 

Agora, transfira o dinheiro para o investimento da sua conta bancária para a conta da corretora através de TED de mesma titularidade. 

A próxima etapa é entrar na sua plataforma de investimentos. Escolha a opção de home broker. Aqui, você tem acesso a todos os investimentos da renda variável. 

No campo de negociações, digite o nome do ETF, por exemplo BOVA11. Indique a quantidade de cotas e o valor de compra. Insira a sua assinatura digital e clique em OK. 

Assim que o preço for atingido, a ordem será executada e o fundo de índice será colocado sob a sua custódia. Viu só como é simples? 

Lembre-se de que o horário de negociação é das 10h às 18h nos dias úteis. 

Conclusão

etf conclusao

Invista em ETFs com a Rico agora mesmo!

O ETF é um fundo de índice, ou seja, ele é uma carteira de ações com foco de rentabilidade em um indicador da renda variável como, o IBOV, o S&P 500 e o IFNC. 

Ele é um investimento vantajoso para quem busca diversificar com baixo custos. Sem contar na exposição indireta na bolsa de valores, que é recomendável para investidores iniciantes e com pouca experiência. 

Outra vantagem do ETF é a sua rentabilidade, que pode ser superior ao índice de referência da renda variável, o IBOV.

Em contrapartida, não é possível escolher a composição dos ativos. Esta é função do gestor especializado. Caso você tenha interesse em ações específicas, esta não é a melhor alternativa. 

Para 2018, com os eventos da política e economia, a bolsa de valores pode ter momentos de volatilidade. Então, se você quer se proteger, o ETF é uma boa opção de investimento

Além disso, os juros mais baixos tornam a renda variável mais rentável que a renda fixa. Portanto, este fundo tem a possibilidade de trazer alto rendimento com riscos mais baixos do que as ações isoladas. 

Para investir em ETF, o primeiro passo é abrir a sua conta na Rico. Aqui, você terá à disposição os melhores investimentos do mercado e todo o suporte da nossa equipe. Aproveite e comece agora mesmo! 

Gostou deste artigo? Então, deixe um comentário. 

Continue a aprender sobre renda variável com estes outros artigos do nosso blog:

Obrigado por ler até aqui!  

abra-conta-rico-1

Topics: Renda Variável/Mercado de ações

Top 5 Posts

Posts Recentes