{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1200px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

    C​opom manteve a taxa de juros. E agora, onde devo investir?

    by Gloria Maciel | 1 de Setembro, 2016

    Na noite desta quarta feira, o Copom - Comitê de Política Monetária - do Banco Central anunciou a manutenção da meta para a taxa Selic para pelo menos os próximos 45 dias - data da próxima reunião - em 14,25% ao ano. Sendo assim, de uma forma unanime e pela 9ª vez consecutiva o colegiado decide manter a taxa, curiosamente no mesmo dia em que o Senado Federal votou pelo impeachment da agora ex-presidente Dilma Rousseff.

    RENDA_FIXA-1.jpg

    No entanto, a grande diferença desta vez esteve no comunicado que o Banco Central apresentou ao mercado, listando os fatores necessários para dar uma maior confiança no alcance das metas para a inflação e para um eventual corte de juros e que inclusive já vinhamos comentando nas últimas semanas desde a última decisão como (i) os efeitos da alta do preço dos alimentos sobre a inflação que precisariam se dissipar e (ii) a elevação de certeza de que as medidas de ajuste fiscal serão aprovadas pelo Congresso.

    Desta forma, o mercado já começa a interpretar, inclusive, se há espaço para o corte de juros na próxima reunião em 19 de outubro ou apenas no dia 30 de novembro. Fato é que os indicadores de inflação como do IPCA do mês certamente será levado em consideração para a decisão além do acompanhamento das medidas a serem aprovadas ou não no Congresso Nacional nas próximas semanas.

    Portanto, de acordo com nossas recomendações que seguimos nas últimas semanas, sugerimos que o investidor deve encontrar a melhor recomendação de acordo com seu perfil, objetivo e prazo da aplicação. No entanto, independente do prazo, em virtude de termos (Rico Corretora) zerado as taxas para ativos em renda fixa como Letras de Crédito Imobiliaria (LCI), Letras de Crédito do Agronegócio (LCA), Letras de Câmbio (LC), CDBs e Debentures, há muitas alternativas interessantes que podem ser encontradas em nosso site.

    Já para você que pretende investir no Tesouro Direto e visa o curto prazo, nossa recomendação segue nos títulos do Tesouro Selic, que segue a variação da taxa de juros do país e pela possibilidade de resgate diário. Para o médio prazo, consideramos a melhor opção os títulos do Tesouro IPCA com vencimento para 2019, sendo que este recomendamos levar até o vencimento do título.

    Quer saber mais sobre Renda Fixa? Então faça o download gratuito do ebook "Guia de Investimentos em Renda Fixa" clicando no link abaixo.

     

    Ebook gratuito  "Guia de Investimentos em Renda Fixa"

     

     

    Você também pode se interessar por:

     

    Roberto-6.jpg

    Analista de investimentos da Rico, faz análises diárias sobre o panorama mundial do mercado e recomendação dos ativos mais rentáveis do momento.

    Contato: rindech@rico.com.vc

     

    Topics: Economia e Análises

    Top 5 Posts

    Posts Recentes