{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1200px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

    Saiba como viver de renda com fundos imobiliários

    by Time da Rico | 20 de Outubro, 2020

    como viver de renda com fundos imobiliarios saiba

    Tem como viver de renda com fundos imobiliários? Tem, sim. Mas não há atalhos no caminho até esse objetivo.

    O que queremos dizer com isso é que você precisa se dedicar, estudar o mercado, entender  as opções e escolher as melhores oportunidades para investir.

    Com grande potencial de rentabilidade, essa categoria de investimentos exige certo nível de conhecimento para tomar as melhores decisões, que vão não só proteger seu patrimônio, como multiplicá-lo e, quem sabe, garantir uma renda extra recorrente.

    É tudo o que você confere a partir de agora, neste guia completo sobre o assunto.

    Para saber mais sobre como viver de renda com fundos imobiliários, os FIIs, continue lendo.

    Você também pode navegar pelos seguintes tópicos:

    Boa leitura!
    Nova call to action

    Como funcionam os fundos imobiliários?

    Muitos brasileiros sonham com a compra de imóveis como forma de garantir uma renda extra por meio do aluguel.

    O que poucos sabem é que existe um método muito mais simples e rentável de investir no setor imobiliário.

    Os fundos de investimento imobiliários – também conhecidos pela sigla FII – são opção para quem busca um bom produto para aplicar seu capital.

    Na prática, funciona assim: a soma do que for aplicado por cada investidor forma o patrimônio do fundo, que será administrado pelo gestor de investimentos.

    Ao reunir o dinheiro de várias pessoas em um só montante, o gestor do fundo dispõe de mais recursos para escolher os melhores ativos para o capital, de maneira a obter boa rentabilidade para todos os participantes.

    As suas movimentações não são arbitrárias, mas seguem regras rígidas de acordo com o tipo do fundo – de tijolo, de lajes corporativas, híbrido, etc. – e o perfil dos investidores do grupo.

    Afinal, é possível viver de renda com fundos imobiliários?

    Viver a partir da rentabilidade de seus investimentos é um sonho e um objetivo de muitos no mercado.

    O valor necessário depende muito de qual é a sua média de gastos e de qual padrão de vida deseja para o futuro.

    Quando falamos sobre viver a partir da renda de investimentos imobiliários, muitos pensam logo na compra de imóveis para locação.

    Porém, os FIIs compõem um caminho muito mais simples, seguro e que pode ter ótima rentabilidade.

    Além de receber valores acima da média dos aluguéis, o investidor não precisa se preocupar em cobrar inquilinos ou fazer manutenções no imóvel.

    Por mais que esse seja um caminho interessante para quem quer viver de renda, é preciso lembrar que ela não deve ser a única classe de ativos na carteira do investidor: os melhores planos de investimento tem a diversificação como palavra-chave.

    Por que apostar nos fundos imobiliários para sua independência financeira

    como viver de renda com fundos imobiliarios por que apostar nos para sua independencia financeira

    Para viver de renda, é preciso antes avançar pelos cinco estágios da independência financeira.

    A jornada completa segue no sentido de possibilitar que o indivíduo crie suas próprias redes de proteção, poupando para eventuais emergências e também para garantir maior conforto e segurança no futuro.

    No último estágio, o investidor atinge a tão sonhada liberdade em relação ao trabalho, pois se organizou para ter, com seus investimentos, uma renda compatível com sua média de gastos mensal.

    Nesse sentido, os fundos de investimento imobiliários podem ser de grande ajuda para a sua estratégia financeira.

    Ao aplicar em um mercado sólido - mesmo em momentos de crise as pessoas precisam de moradia e as empresas precisam de uma sede –, o investidor se protege de eventuais tombos na economia.

    Além disso, os FIIs são conhecidos pelo potencial pagamento de dividendos, que é a remuneração periódica oferecida aos investidores.

    Quais são os riscos de investir em fundos imobiliários?

    Quem já tem certa familiaridade com o mundo dos investimentos sabe que o risco é inerente em toda aplicação.

    Assim, cabe ao investidor planejar uma estratégia que minimize as ameaças ao seu dinheiro sempre que possível.

    Primeiro, podemos falar sobre o risco de mercado, que pode ser notado quando oscilações na economia acabam por desvalorizar o preço das cotas.

    Com isso, pode vir um segundo dano, que é a baixa liquidez dos papéis.

    Ou seja, como o volume de pessoas negociando FIIs é menor do que de ações, por exemplo, o investidor pode ter dificuldade em vender sua parte rapidamente.

    No caso daqueles fundos que investem em imóveis alugados, existe ainda o risco de calote por parte do inquilino que não paga o aluguel, entre outros.

    É claro que, como em qualquer fundo de investimento, o risco é dividido com os demais participantes, chamados de cotistas.

    Como calcular quanto você precisa investir em FII para viver com os rendimentos?

    O cálculo para saber quanto você precisa investir em FIIs para viver de renda pode ser complicado.

    Isso porque os fundos, em sua maioria, são compostos por um mix de diversos ativos para compor uma carteira que melhor se adapte ao contexto econômico, trazendo o máximo retorno possível para o investidor.

    No caso dos FIIs, ainda que o ativo-objeto esteja especificado pela denominação - são imóveis -, a gestão do grupo pode ser livre para comprar e vender participações em empreendimentos e até cotas de outros fundos.

    Contudo, ainda que o prospecto do FII especifique que todo o patrimônio será aplicado em um único destino, é impossível prever com exatidão as oscilações de mercado que podem influenciar no valor daquele imóvel no futuro.

    Afinal, o fator volatilidade está sempre presente na renda variável.

    Por isso, podemos afirmar que, de maneira geral, não há como simular com precisão a rentabilidade de um fundo imobiliário.

    O que você deve avaliar para escolher os melhores fundos?

    como viver de renda com fundos imobiliarios o que voce deve avaliar para escolher

    Ainda que não seja possível projetar os ganhos com FIIs, isso não significa que sua escolha deve ser aleatória.

    Há uma série de ferramentas das quais o investidor pode dispor para ter mais segurança em sua avaliação.

    Podemos começar mencionando a importância de analisar o histórico de rentabilidade nos últimos 12 meses.

    Por mais que, em renda variável, os rendimentos passados não possam ser tomados como garantia de ganhos futuros, essa análise é válida.

    Ela dá uma boa dimensão sobre como o empreendimento e sua gestão têm se comportado frente às últimas oscilações da economia.

    Seguindo para os índices numéricos, é importante olhar para o Valor Patrimonial (VP), que é a soma dos ativos que compõem o patrimônio de um fundo.

    A partir do VP, é possível também calcular o Preço sobre Valor Patrimonial (P/VP), que representa a relação entre o patrimônio total dividido pelo número de cotas.

    Como viver de renda com fundos imobiliários: siga essas 6 dicas para ter sucesso

    Vamos, então, à parte prática do seu aprendizado.

    O que você precisa fazer para conseguir viver de renda a partir de seus investimentos em fundos imobiliários?

    Confira abaixo a lista com as 6 melhores dicas para ter sucesso em sua estratégia.

    1. Diversifique sua carteira

    O primeiro ponto que vamos abordar pode parecer básico, mas, justamente por isso, se faz importante em qualquer estratégia de investimentos.

    A diversificação da sua carteira é essencial para garantir mais segurança em seu plano.

    Afinal, no caso de desvalorização de um ativo, você tem outros que podem proteger seu patrimônio.

    Para além da segurança, quem diversifica a carteira garante também maior rentabilidade em seus investimentos, já que dispõe de estrutura para arriscar em busca de maiores ganhos.

    2. Entenda o dividend yield

    O grande potencial de gerar um bom dividend yield, com certeza, é uma das grandes vantagens dos fundos de investimento imobiliário.

    Dividend yield é rendimento dos dividendos.

    Representa o cálculo de rentabilidade de um fundo imobiliário, medindo a relação entre dividendos pagos com a cotação atual do ativo.

    Assim, sua análise serve para entender quão rentável os dividendos têm sido quando comparados ao preço das cotas do fundo.

    3. Conheça a cap rate

    Cap rate é a abreviação para capitalization rate, a taxa de capitalização de um ativo.

    A métrica indica qual é o retorno implícito naquela negociação que proporciona renda para os investidores.

    Para tanto, soma-se o rendimento dos últimos 12 meses, e divide-se o resultado da soma pelo valor do imóvel.

    O resultado deve ser, então, multiplicado por 100 para obtermos o valor percentual do cap rate.

    4. Fique de olho nos prospectos dos fundos

    Como você viu com as dicas acima, é importantíssimo conhecer bem o FII antes de se comprometer com o investimento.

    Uma boa maneira de obter informações oficiais é analisando o prospecto, documento que contém todas as regras do fundo e que deve ser disponibilizado durante a negociação.

    Para além do regulamento, o histórico do fundo pode ser consultado e comparado com outros.

    Você pode fazer isso observando os resultados dos ativos ofertados na área do cliente Rico ou em portais especializados, como ADVFN e Funds Explorer.

    5. Verifique as taxas envolvidas

    Outro fator importante é a abrangência de taxas, começando pelas de administração e de gestão para o fundo imobiliário.

    Presentes em todos os ativos dessa modalidade, as taxas podem ser cobradas de maneira fixa para todos os investidores ou proporcional ao investimento e seus rendimentos.

    Esse deve ser um ponto de atenção, principalmente porque grandes taxas podem corroer seus ganhos e fazer com que o investimento se torne uma despesa no fim das contas.

    6. Calcule a tributação

    Por fim, os tributos que incidem sobre o fundo de investimento também precisam ser colocados na ponta do lápis.

    Todo FII é tributado com uma alíquota de 20% relativa ao Imposto de Renda quando existe lucro na venda de cotas.

    Por outro lado, os ganhos de dividendos são isentos nessa modalidade para investidores que tiverem posse de menos de 10% das cotas do grupo – mais uma vez, comprovando a importância de diversificar a carteira.

    Fundos imobiliários na prática: passo a passo para você investir agora

    Veja só como é fácil investir em fundos imobiliários:

    1. O primeiro passo para investir em fundos imobiliários é escolher uma corretora de valores para te ajudar nessa jornada. Com quase uma década de atuação no mercado, a Rico é a escolha certa para os seus investimentos
    2. Em seguida, você precisará criar sua conta na plataforma. O cadastro é bastante simples e leva menos de 10 minutos
    3. Com seu acesso em mãos, você pode começar a avaliar suas opções de acordo com todas as dicas que apresentamos acima. Como não existe um simulador de fundo de investimento, pode ser necessário gastar alguns dias em sua análise, estudando as melhores oportunidades
    4. Depois de ter escolhido um fundo, você pode fazer a transferência do valor que quer aplicar da sua conta bancária para a conta de investimento através de uma TED de mesma titularidade.
    5. Com tudo pronto, é só investir e se tornar cotista de um fundo imobiliário!

    Quais são os melhores fundos imobiliários de 2020

    A tarefa de indicar os melhores FIIs de 2020 é bastante difícil, pois essa avaliação depende dos seus objetivos com o investimento.

    Um ponto de partida são os fundos imobiliários mais rentáveis de acordo com o histórico de rentabilidade e de pagamento de dividendos no último ano.

    Confira os rankings nas tabelas abaixo:

     Fundo Imobiliário

    Rentabilidade (%)

    FMOF11

    22,4

    EDGA11

    20,33

    BBVJ11

    19,96

    CPTS11

    10,05

    KNRE11

    9,41

    LVB11

    9,27

    Fonte: Funds Explorer - A tabela acima não tem por finalidade a oferta de fundos de investimentos. É uma imagem meramente ilustrativa, não configurando recomendação ou oferta.

    Fundo Imobiliário

    Dividend Yield (%)

    RBRD11

    2,02

    RBDS11

    1,48

    XPCM11

    1,39

    NEWU11

    1,39

    TFOF11

    1,36

    RBCB11

    1,22

    Fonte: Funds Explorer - A tabela acima não tem por finalidade a oferta de fundos de investimentos. É uma imagem meramente ilustrativa, não configurando recomendação ou oferta.

    Um aspecto importante a considerar é que, como investimento de renda variável, a melhor estratégia para os FIIs pode ser aplicar no longo prazo, apostando na tendência de valorização.

    Nesse sentido, não basta apenas observar o desempenho dos fundos no curto prazo.

    Na sua carteira, priorize FIIs sólidos, que podem oferecer ganhos recorrentes, como aqueles que encontra na carteira recomendada da Rico.

    Desde a sua criação, ela vem superando com folga o índice IFIX, que calcula a performance média dos FIIs listados na bolsa de valores.

    Em 33 meses, esteve à frente do IFIX em 31 oportunidades.

    Nos últimos 12 meses (até agosto de 2020), acumula alta de 9,8% contra 2,8% do IFIX.

    Quer ter acesso a essa carteira recomendada?

    Abra sua conta na Rico agora mesmo!

    Perguntas frequentes sobre como viver de renda com fundos imobiliários

    como viver de renda com fundos imobiliarios perguntas frequentes sobre como viver de renda como

    Reunimos abaixo as respostas para as perguntas mais frequentes sobre como viver de renda com fundos imobiliários.

    Quanto rende 100 mil em fundos imobiliários?

    A resposta para essa pergunta depende, é claro, do rendimento do FII no período.

    Tomando como exemplo os dados do ranking acima, quem investiu R$ 100 mil no Fundo Memorial Office (FMOF11) há um ano, obteve ganhos de R$ 22,4 mil.

    Quanto rende um fundo imobiliário por mês?

    Mais uma vez, a resposta varia conforme a rentabilidade do fundo em questão.

    Seguindo no exemplo anterior, a rentabilidade mensal média observada no FMOF11 foi de 1,86%.

    Mas vale lembrar: esta é apenas um fundo, um dos melhores no período recente, e seu desempenho não deve ser considerado como a média do mercado.

    Fundos imobiliários são a melhor opção para quem quer viver de renda?

    É difícil dizer que os fundos imobiliários são a melhor opção, mas eles devem ser considerados em uma estratégia de investimento com foco no longo prazo - sobretudo pelo seu potencial de dividend yield.

    Conclusão

    Viu como os fundos de investimento imobiliário podem ser opções interessantes para quem quer viver de renda?

    Com grande potencial de remuneração, eles representam um setor da economia que é sólido e estratégico, já que atende a uma necessidade básica da sociedade.

    Assim, quem investe de maneira consciente e mantém sua carteira diversificada tem nos FIIs um importante aliado para sua independência financeira.

    Para aprender ainda mais e atingir seus objetivos, temos uma dica final: garanta sua inscrição no curso Viver de renda com fundos imobiliários, oferecido pela Rico Educacional.

    Entenda como os FIIs geram uma renda mensal muito maior, mais previsível e mais constante do que outras aplicações.

    É só começar a investir!

    Para isso, abra sua conta na Rico.

    Obrigado por ler até aqui!
    Nova call to action

    Topics: fundos imobiliários