{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1100px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

    CDB ou Fundo DI: Qual é Melhor Para Você?

    by Rico.com.vc on Maio 23, 2018

    cdb ou fundo di introducao

    Investir em CDB ou Fundo DI pode ser uma boa alternativa para inúmeras carteiras.

    Mas qual deles é o melhor para você?

    Afinal, cada investidor possui premissas distintas que devem ser consideradas na tomada de decisão.

    Hoje, com os juros mais baixos e a infinidade de investimentos em renda fixa, é comum ter dúvidas na hora de direcionar o dinheiro, já que um ativo financeiro vai muito além de apenas rendimento. 

    Portanto, é fundamental conhecer as diferenças de cada aplicação, os riscos envolvidos e para quais contextos elas são indicadas. 

    Diante disso, preparamos um guia completo com tudo o que você precisa saber antes de investir em CDB ou Fundo DI para colocar em prática agora mesmo.

    Se você tiver qualquer dúvida, deixe um comentário no final da página. 

    Quer fazer o seu fundo de emergência e não sabe por onde começar? Então, leia esse outro artigo e conheça 5 investimentos incríveis para você aplicar ainda hoje

    Boa leitura!

    Características do CDB

     

     

    Basicamente, o CDB consiste em um título de renda fixa emitido pelos bancos privados.

    O funcionamento é como um empréstimo do seu dinheiro para a instituição, em troca, você recebe uma taxa de rentabilidade, que por sua vez, pode ser: prefixada ou pós-fixada. 

    A primeira é uma taxa fixa e periódica, por exemplo, 12% ao ano. Assim, até a data do vencimento este CDB vai retornar os 12% todos os anos, independente das condições do mercado. 

    Enquanto que a pós-fixada está atrelada a um indexador da economia, como o CDI, IPCA ou a taxa Selic. Como eles estão sujeitos a variações, a rentabilidade segue a mesma trajetória. 

    Digamos que você tem um CDB que paga 120% do CDI. Caso esse índice sofra alta, os seus rendimentos também sobem e vice-versa. 

    Portanto, ao investir no título com taxa pós-fixada você tem apenas uma previsão de quanto ele poderá render até a data de vencimento. Já no prefixado, no momento da compra, você sabe exatamente o valor que será resgatado no vencimento.

    Outra característica do CDB é o baixo nível de risco. Apesar de que ele possui o risco do emissor, há a cobertura do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) para valores de até R$ 250 mil. Caso o emissor quebre, você não perde o valor investido. 

    Por fim, esse título de renda fixa é voltado para o médio e longo prazos, isto é, o ideal é evitar o resgate antecipado, pois parte dos rendimentos serão comprometidos. 

    Características do Fundo DI

    cdb ou fundo di caracteristicas di

    Essa aplicação é conhecida pela facilidade ao investir e resgatar

    O Fundo DI é um Fundo de Renda Fixa referenciado na taxa DI, que é o próprio CDI. De acordo com a ANBIMA, a composição da carteira deve ser de, no mínimo, 95% em títulos públicos atrelados à taxa Selic. 

    Isso é feito para que os rendimentos sempre estejam próximos à sua referência. Assim, considera-se que esse ativo possui taxa de rentabilidade atrativa. 

    Outra característica do Fundo DI é o grau de risco. Ele pode ser classificado como seguro, uma vez que, a sua composição é feita em títulos públicos, isto é, a possibilidade de quebra do governo é baixa. 

    Ao mesmo tempo, lembre-se de que esse ativo não possui a garantia do FGC. 

    CDB ou Fundo DI? Vantagens e Desvantagens de Cada um

    cdb ou fundo di vantagens desvantagens

    Saiba agora se o CDB ou Fundo DI são adequados para a sua carteira

    Depois de conhecer as características dos investimentos, você deve ter percebido que eles são bastante diferentes. Ao mesmo tempo, possuem fatores atrativos, por exemplo a taxa de rentabilidade. 

    Para tornar a sua tomada de decisão entre CDB ou Fundo DI mais assertiva, listamos as vantagens e desvantagens de cada um. Confira: 

    Vantagens do CDB

    • Acessibilidade: o investimento em CDB é acessível para todos os tipos de investidores. Hoje, você encontra títulos com valores a partir de R$ 1 mil.

    • Facilidade: esse ativo é de fácil aplicação, isto é, basta investir e mantê-lo até a data do vencimento. Portanto, ele pode ser indicado também para os iniciantes. 

    • Rentabilidade: de acordo com a taxa escolhida, é possível ter rendimentos acima de 100% do CDI.

    • Margem de garantia: o CDB serve como margem de garantia para os investimentos do Mercado Futuro, como os mini contratos e as commodities

    Desvantagens do CDB

    • Tributação: o CDB possui dois tipos de tributos. Um deles é o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), que incide apenas nos primeiros trinta dias de aplicação. O outro é o IR (Imposto de Renda) regressivo, que varia entre 22,5% até 15%. 

    • Prazo de carência: ao investir em CDB, o resgate só é permitido após o período de carência, que é estabelecido pelo emissor. Caso você solicite a retirada durante esse prazo, há multas. 

    Vantagens Fundos DI

    • Liquidez diária: o Fundo DI pode ser resgatado a qualquer momento. Para isso, basta o solicitar a liquidação e no mesmo dia o dinheiro estará na sua conta.

    • Rentabilidade: por ser referenciado em CDI, a taxa de rentabilidade tende respeitar o benchmark da renda fixa. 

    • Aporte mínimo: investir em Fundo DI é acessível a todos os públicos. É possível encontrar a aplicação com aportes a partir de R$ 100,00. 

    • Gestão profissional: esse investimento possui um gestor especializado. Diariamente, ele faz o acompanhamento da carteira e as alocações necessárias para conseguir a máxima rentabilidade. 

    • Cotas: o funcionamento do Fundo DI é em sistema de condomínio, ou seja, o patrimônio é dividido em cotas iguais e os custos atrelados são diluídos entre os cotistas.

    Desvantagens Fundos DI

    • Taxas: ao investir em Fundo DI, é necessário pagar taxas, como a de administração e, em alguns casos, a de performance. Além disso, há as despesas relacionadas à operacionalização e honorários. Assim, os custos podem equivaler a mais de 1% ao ano. 

    • Alocação: a carteira é controlada totalmente pelo gestor. Então, você não pode escolher os títulos que vão fazer parte do portfólio ou investir em um em específico.

    Fundo DI ou CDB - Como Saber Qual o Melhor Investimento [2018]

    cdb ou fundo di 2018

    Saiba onde aplicar o seu dinheiro para ganhar mais!

    Neste ano, investir em renda fixa tem se tornado um verdadeiro desafio para os investidores. Com os juros mais baixos, boa parte das aplicações obtiveram rendimentos menores. 

    Ao mesmo tempo, há ativos que continuam a trazer retornos bastante atrativos. Então, alguns critérios devem ser considerados na tomada de decisão. 

    Se você quer escolher entre CDB ou Fundo DI, primeiro, é preciso definir os seus objetivos como investidor, por exemplo, investir para a aposentadoria, trocar o seu Smartphone ou conseguir o primeiro milhão.

    Desta forma, você terá o valor esperado e o prazo estimado para consegui-lo, como aplicar R$ 20 mil para comprar um carro daqui três anos. 

    Com os objetivos em mãos, a escolha entre CDB ou Fundo DI deve ser fundamentada nos títulos disponíveis no mercado versus as suas condições (prazo e aporte). 

    De forma geral, se você quer começar a investir com pouco dinheiro, o Fundo DI pode ser uma boa alternativa. Os aportes mínimos são mais baixos que os do CDB. 

    Caso você tenha recursos suficientes para aplicar em qualquer um dos dois, compare as taxas de rentabilidade. Lembre-se de que é possível encontrá-los com rendimentos acima de 100% do CDI. 

    Em contrapartida, o Fundo DI e o CDB pós-fixado têm retornos baseados em tendências. Se você precisa de remunerações estáveis, os CDBs prefixados podem ser as escolhas certas. 

    Ao avaliar a liquidez, o Fundo DI apresenta mais facilidade para o investidor. Ao mesmo tempo, há CBDs com liquidez diária. Portanto, ambos se equiparam. 

    Para escolher entre CDB ou Fundo DI, você precisa analisar os riscos que eles oferecem. A primeira coisa é conhecer o seu Perfil de Investidor

    Ele determina a sua tolerância aos riscos e as aplicações mais indicadas para a sua carteira. Como o CDB possui grau baixo, ele costuma ser recomendado para investidores conservadores e moderados. 

    O Fundo DI, mesmo com segurança do portfólio, tem risco um pouco maior. Porém, ele também pode ser indicado para o mesmo perfil. 

    Por fim, considere os rendimentos oferecidos pelos dois investimentos versus os seus custos.

    Desta forma, você terá o retorno líquido de cada um. Quanto maior ele for, mais dinheiro entrará no seu bolso.

    Outras Dúvidas Comuns de Investidores

    Afinal de contas, com a enorme gama de ativos ofertados no Mercado Financeiro, é difícil saber pode onde começar. 

    Então, separamos os questionamentos mais comuns entre os iniciantes. Acompanhe e conheça mais sobre as aplicações:

    CDB ou Ações?

    O CDB e as ações estão entre os ativos mais procurados pelos investidores. Para escolher entre algum deles, a primeira coisa que você precisa saber é que eles pertencem a categorias diferentes.

    As ações são de renda variável. Então, os retornos dependem da performance da empresa emissora dos papéis e do mercado financeiro. Com eles, você pode ganhar muito dinheiro ou ter perdas.

    Assim, esse investimento costuma ser indicado para investidores arrojados. 

    Já o CDB pertence à renda fixa. Caso você tenha perfil conservador ou moderado, ele é mais indicado. Sem contar que os rendimentos são estáveis e periódicos.

    Renda Fixa privada ou Tesouro Direto?

    Uma das dúvidas mais frequentes é a hora de escolher os investimentos de renda fixa. De forma geral, isso depende das suas expectativas. 

    Boa parte deles possui taxas de rendimentos atrativas e perfis de riscos diversos. Se o seu foco é aplicar com segurança, o Tesouro Direto pode ser uma excelente alternativa, visto que ele é o ativo mais seguro do país

    Os demais têm riscos atrelados a fatores, como emissor, gestão e mercado. 

    Poupança, CDB ou Fundos DI?

    A poupança é a aplicação financeira mais conhecida do Brasil. Nos últimos tempo, ela só tem perdido a sua rentabilidade. Hoje, com a taxa Selic em 6,5% ao ano, o retorno está em torno de 4,7% a.a.

    Portanto, aplicar o seu dinheiro na caderneta é deixá-lo debaixo do colchão. Para você ter ideia, o Banco Central registrou R$ 159,408 bilhões em retiradas, apenas em fevereiro. O número superou em R$ 708 milhões o total de depósitos.

    Ao comparar com o CDI atual, que está em 6,39% ao ano, que pode ser obtido em um CDB que paga, ao menos 100% deste índice ou por um Fundo DI. Quase 2% a mais que a poupança.

    Como Investir em CDB ou em Fundo DI

    cdb ou fundo di como investir

    Aprenda como aplicar nestes ativos em apenas 5 passos

    Investir em CDB ou Fundo DI é muito simples. Para isso, o primeiro passo é procurar uma corretora de valores de confiança, como a Rico e abrir a sua conta. Basta inserir os seus dados pessoais, criar um login e senha.

    Agora, transfira o dinheiro que será aplicado da sua conta bancária para a conta da corretora através de TED de mesma titularidade. 

    Vamos à melhor parte, que é investir!

    Entre na sua plataforma de investimentos e escolha entre as opções Renda Fixa ou Fundos de Investimentos. 

    Na primeira, você encontra os CDBs disponíveis para a compra. Então, lembre-se das dicas deste artigo e escolha o mais alinhado às suas expectativas. 

    Ao escolher a opção de Fundos de Investimento, basta procurar pelos Fundos DI e analisar as suas características. Para isso, leia todo o material de divulgação e assista aos vídeos informativos. 

    Utilize também o nosso Simulador de Investimentos. Com ele, você pode saber o quanto o seu dinheiro vai render em cada uma destas aplicações.

    Escolheu o CDB ou Fundo DI desejado? Clique em Comprar e insira o valor de investimento. Clique novamente em Comprar e pronto!

    Agora, você acaba de se tornar um investidor de renda fixa e de dar um novo passo rumo à realização dos seus objetivos. 

    Conclusão

    cdb ou fundo di conclusao

    Defina os seus objetivos e comece a ganhar mais dinheiro a partir de hoje!

    Investir em CDB ou Fundo DI depende de uma série de fatores, tanto pessoais, quanto de investimento, por exemplo, prazo de aplicação, objetivo como investidor e taxa de rentabilidade.

    De forma geral, ambos podem ser boas alternativas, se você procura um ativo de baixo risco e rentabilidade atrativa.

    A maior parte deles têm retornos acima de 100% do CDI, que é o parâmetro de rendimento justo para a renda fixa. 

    Antes de investir, é fundamental conhecer o seu Perfil de Investidor. Ele mostra a sua tolerância ao riscos e os ativos recomendados. Assim, você também pode saber se o CDB ou Fundo DI são adequados para a sua carteira.

    Se você quer começar a aplicar e possui pouco dinheiro ou têm menos tempo para acompanhar o mercado, o Fundo DI tende a atender às suas expectativas. 

    O CDB costuma ser ofertado a partir de R$ 1 mil. Além disso, a sua liquidez é menor em relação ao Fundo DI. 

    Para ter acesso a esses investimentos, o primeiro passo é abrir a sua conta na Rico.

    Aqui, você terá à disposição os melhores CDBs e Fundos DI do mercado e ainda conta com a assistência de todo o nosso time. Aproveite e comece agora mesmo!

    Esse artigo foi útil para você? Então, deixe um comentário.

    Continue a aprender sobre renda fixa com esses outros artigos do nosso blog:

    Obrigado por ler até aqui!

    abra-conta-rico-1

    Topics: Renda Fixa

    Top 5 Posts

    Posts Recentes