{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1200px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

    O Que é CDB - Rendimento, Como Investir, Valor Mínimo

    by Rico.com.vc | 1 de agosto, 2019

    O que é CDB e como investir

    Você sabia que o CDB é um investimento tão seguro quanto a poupança?

    O CDB é um dos investimentos mais conhecidos pelos investidores da renda fixa.

    Isso se deve principalmente à rentabilidade e segurança do Certificado de Depósito Bancário. Ele nada mais é do que um título emitido por bancos com o objetivo de captar dinheiro.

    Assim, é possível obter rendimentos acima do benchmark da renda fixa sem complicações.

    Mas como saber qual o rendimento do CDB?

    Preparamos um guia prático e atualizado para você aprender como investir em CDB com segurança e rentabilidade. Você vai conferir:

    • O que é CDB e como funciona
    • Quais são os tipos de CDBs?
    • CDB vale a pena?
    • Como funciona o prazo de vencimento do CDB
    • Quais são os custos associados ao CDB
    • Riscos da aplicação em CDB
    • Como calcular o rendimento do CDB
    • Quais são os melhores CDBs de 2019?
    • CDB ou Tesouro Direto: Qual é o melhor?
    • Investir no CDB por corretora ou bancos? 
    • Como investir em CDB em 5 passos 

    Se você tiver qualquer dúvida, deixe um comentário no final da página. 

    Boa leitura!

    O Que é CDB?

    O CDB é o Certificado de Depósito Bancário. Ele é um investimento de renda fixa emitido pelos bancos. 

    Como Funciona o Certificado de Depósito Bancário

    Basicamente, o CDB funciona como um empréstimo do seu dinheiro para a instituição bancária. Em troca, você recebe uma taxa de rentabilidade que é definida no momento da compra. 

    A captação serve para financiar as atividades do banco emissor, como projetos, crescimento e pagamento de dívidas.  

    De forma geral, os CDBs emitidos por instituições bancárias de menor porte tendem a oferecer taxa de rendimento maiores.

    Assim como aqueles que possuem prazo de vencimento mais longo costumam ter rentabilidade mais atrativa. Nos próximos tópicos, vamos mostrar este fator com mais detalhes. 

    Como Investir em CDB - 5 Passos

    Investir em CDB por corretoras de valores têm mais vantagens.

    Aqui na Rico, você adquire as melhores opções diretamente do conforto da sua casa, ou seja, a negociação é totalmente online. Veja como fazer:

    1. Abra a sua conta: para começar a aplicação em CDB, você precisa abrir uma conta na Rico. Basta inserir os seus dados pessoais, criar um login e senha. 

    2. Transfira: agora, faça a transferência do valor a ser investido no CDB da sua conta bancária para a conta da corretora através de TED de mesma titularidade.

    3. Entre na sua plataforma: neste ambiente, você encontra todos os investimentos e serviços que a Rico oferece. Para o CDB, clique na opção "Renda Fixa". 

    4. Escolha: este é o momento mais importante! Verifique as opções de CDBs disponíveis para investir. Utilize também o nosso Simulador de Investimentos. Assim, você pode saber o quanto o seu dinheiro poderá render em cada um dos CDBs desejados.

    5. Invista: já escolheu? Então, clique em "Comprar". Insira o valor de aplicação e a sua assinatura digital. Clique novamente em "Comprar". 

    Pronto! Você acaba de se tornar um investidor de CDB e de oferecer um novo rumo ao seu dinheiro!

    Nova call to action

    Conheça os Títulos de CDB Disponíveis

    O CDB é categorizado segundo o tipo de rentabilidade em: prefixados, pós-fixados e híbridos. 

    Antes de investir, você precisa conhecer como cada uma destas taxas funciona. Afinal de contas, elas definem como e quanto o seu dinheiro irá render até a data do vencimento. 

    Saiba agora como o seu CDB pode render:

    1. Títulos pós-fixados

    Este é o tipo mais comum de CDB. A sua taxa de rentabilidade é atrelada a um indexador da economia.

    Basicamente, o emissor paga um percentual do índice de referência utilizado, por exemplo, 120% do CDI ao ano. 

    Como os indexadores variam com o tempo, os rendimentos do CDB pós-fixados também estão sujeitos a oscilações até a data do vencimento. 

    Portanto, ao investir neste ativo, você só tem uma previsão: de quanto irá receber no prazo de resgate. 

    De forma geral, se o indexador sobe, os seus rendimentos também aumentam. 

    2. Títulos prefixados

    A taxa de rentabilidade prefixada consiste em uma remuneração fixa, por exemplo, 10% ao ano. Ela se mantém desta forma, independentemente das condições do mercado. 

    No momento da compra, você já sabe exatamente o quanto o seu dinheiro vai valorizar até a data do vencimento. 

    3. Títulos Híbridos

    O CDB híbrido é a classe menos ofertada no mercado. Ele possui taxa de rentabilidade composta por duas partes: uma fixa e uma variável.

    Digamos que você tem uma aplicação com rendimento de 5,0% + IPCA. Isso significa que ela renderá os 5,0% de forma fixa mais o comportamento oscilatório do IPCA. 

    Então, quando o IPCA sobe, os rendimentos do seu CDB híbrido seguem a mesma trajetória e vice-versa.

    CDB pós-fixado ou prefixado? Descubra qual é melhor para você aqui

    Como Calcular Qual CDB Tem Mais Rendimento?

    Agora que você já conhece como funciona o CDB, chegou a hora de aprender a calcular o rendimento desta aplicação. 

    Para ajudá-lo, utilizamos o nosso Simulador de Investimentos para comparar os tipos de CDBs disponíveis no mercado. Veja: 

    CDB com liquidez diária x CDB com liquidez no prazo de vencimento

    Nesta simulação, considere um investimento de R$ 10 mil no prazo de 365 dias (1 ano). Confira o resultado: 

    cdb simulacao-1

    cdb simulacao resultado-1

    Simulação de CDBs com prazos de liquidez diferentes - Tela capturada em 29/07/19

    Note que o CDB com liquidez diária obteve rendimento menor. Isso se deve à menor taxa de rentabilidade. Ao mesmo tempo, você tem a possibilidade de resgatá-lo a qualquer momento. 

    De toda maneira, ele rende 97% do CDI. Então, ele pode ser interpretado como um investimento que paga remunerações justas. 

    Conforme os seus objetivos, muitas vezes, é melhor obter rendimentos modestos, a obter perdas com o pagamento de multas ou tributos elevados ao solicitar o resgate antecipado de um CDB com liquidez no vencimento. 

    CDBs com prazos de vencimento diferentes

    Agora, vamos comparar o efeito do prazo de vencimento em relação à rentabilidade. Para isso, simulamos um investimento de R$ 10 mil. Veja os resultados:

    cdb simulacao-2

    cdb simulacao resultado-2

    Simulação de CDBs com prazos de vencimentos distintos - Tela capturada em 29/07/19

    Perceba que o CDB com prazo maior (1461 dias) obteve valorização anual em torno de 1,06% a mais que a aplicação para 185 dias. 

    Ao avaliar este parâmetro no período todo, o efeito é ainda maior. Sem contar que os tributos também são cobrados em alíquotas menores, ou seja, é mais dinheiro no seu bolso. 

    Se os seus objetivos de investimento possuem prazos mais avançados, investir em um CDB para um período maior tende a ser uma excelente opção. 

    Prazo Para Investir no CDB

    Todos os investimentos de renda fixa possuem prazos de vencimento bem definidos. Os CDBs costumam ser emitidos para períodos entre 30 dias e 1826 dias (5 anos).

    Além disso, há o prazo de liquidação, que é o tempo que o emissor tem para depositar o dinheiro investido e corrigido na sua conta. Ele varia conforme as condições de investimento e o porte do banco. 

    Então, antes de investir, é fundamental conhecer estas informações e verificar se elas estão alinhadas aos seus objetivos. Caso contrário, você pode ter perdas de rendimento.

    Hoje, com a evolução do mercado financeiro, você já encontra CDBs com liquidez diária, ou seja, ao solicitar o resgate antecipado, o dinheiro estará disponível na sua conta em apenas um dia útil. 

    Invista em CDB agora mesmo!

    Qual o Melhor CDB em 2019

    conclusao-mini-contratos-taxa

    Conheça as opções mais indicadas para ganhar dinheiro neste ano

    Ao escolher um título, com certeza, você quer investir no melhor CDB. Mas, com tantos papéis disponíveis, como fazer essa escolha? 

    Na verdade, essa resposta depende de uma série de fatores, principalmente pessoais. Tudo começa com os seus objetivos de investimento e os prazos de realização.

    Outro ponto importante é ter em mente o valor a ser investido. Geralmente, quanto maior o aporte, mais rentabilidade. 

    Com estas informações em mãos, basta verificar os CDBs que estão disponíveis no mercado. Conheça algumas opções para você investir ainda hoje:

    opções cdb

    Alternativas de investimento disponíveis na Rico - Tela capturada em 29/07/19

    De forma geral, os melhores CDBs de 2019 são aqueles que possuem taxas de rentabilidade correspondentes às suas expectativas, isto é, que podem acelerar a realização dos seus sonhos. 

    Além disso, eles devem ter aportes acessíveis às suas necessidades. Perceba que há opções para todos os bolsos e com rendimentos acima do CDI. 

    Outro ponto é a liquidez.

    Os melhores CDBs do ano têm o prazo de liquidez alinhado aos seus objetivos, por exemplo, se você quer comprar um imóvel daqui cinco anos, um ativo com vencimento em torno de 1800 dias pode ser uma boa opção. 

    Note que a tomada de decisão não inclui apenas o rendimento da aplicação.

    Por fim, mesmo com a garantia do FGC, você também deve optar por CDBs que sejam emitidos por instituições com alta nota de rating.

    Se você tem perfil conservador, esta métrica oferece mais segurança para o seu patrimônio. 

    Quando Vale a Pena Investir no CDB? Veja as Vantagens

    cdb vantagens desvantagens

    Ele pode ser uma opção vantajosa tanto para os iniciantes, quanto para os investidores experientes

    Investir em CDB é uma boa alternativa para diversas carteiras.

    Mas, é importante saber que, muitas vezes, o investimento que é ideal para o seu amigo não serve para você. 

    Por isso, é essencial conhecer as vantagens e desvantagens oferecidas por essa aplicação. Assim, fica mais fácil compará-la com outros ativos e tomar a melhor decisão. 

    Então, para se beneficiar de quanto paga um CDB, confira a nossa lista e veja quais são as principais vantagens do CDB:

    Facilidade

    Para investir em CDB, você só precisa ter acesso à internet e uma conta em uma instituição financeira, como as corretoras de valores. 

    A compra é totalmente online. Basta escolher o título que melhor corresponde às suas expectativas e aplicar em CDB. 

    Rentabilidade

    Um dos fatores de destaque do CDB é a sua rentabilidade. Hoje, é possível encontrar títulos que oferecem rendimentos acima de 100% do CDI.

    Assim, você pode ganhar acima do benchmark da renda fixa de forma segura e prática. 

    Segurança

    O CDB é muito conhecido pela sua segurança. Ao investir nesta aplicação, você conta com a garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) para valores de até R$ 250 mil. 

    Assim, se o emissor falir, você não perde o valor aplicado. 

    Diversificação 

    O investimento em CDB costuma ser indicado para a diversificação dos investimentos, ou seja, ele pode ser um aliado poderoso para aumentar os rendimentos da sua carteira. 

    Com esse equilíbrio, é possível manter os bons retornos, mesmo quando há turbulências no mercado. 

    Liquidez

    O CDB tem se tornado um investimento flexível. Com as inúmeras opções disponíveis no mercado, está cada vez mais comum encontrar ativos com prazo de liquidez menor. 

    Então, se você quer investir em CDB, mas precisará utilizar o dinheiro antes da data do vencimento, o ideal é optar pelos ativos que possuem liquidez diária. 

    Caso contrário, o prazo de liquidação elevado será uma desvantagem. 

    Apesar de ser uma boa opção de ativo da renda fixa, investir em CDB também apresenta algumas desvantagens, como:

    Tributação

    A rentabilidade de um CDB sofre um desconto do Imposto de Renda que pode variar entre 15% e 22,5% na data de vencimento do título.

    Assim, caso você possa optar por vencimentos mais longos, saiba que a sua aplicação contará com menos tributos.

    Além disso, ao resgatar o seu CDB antes de 30 dias de operação, sua rentabilidade também sofrerá os efeitos da incidência de IOF.

    Valor da aplicação

    Para começar a investir em CDBs, você precisa ter pelo menos R$ 1 mil disponível para realizar esse tipo de operação.

    Porém, dependendo do título e do seu emissor, esse valor mínimo pode variar, podendo chegar a R$ 10 mil, por exemplo.

    Resgate

    O resgate de um CDB pode ser feito somente em sua data de vencimento. Caso você deseje antecipar essa operação, a sua rentabilidade total pode ser afetada.

    Nova call to action

    Qual o Investimento Mínimo no CDB? 

    Para saber quanto paga um CDB, é importante entender qual é o investimento mínimo que pode ser feito nesse tipo de operação.

    Esse título da renda fixa é uma ótima opção para todos os tipos de investidores. Assim, hoje, é possível iniciar mesmo com pouco dinheiro. Há excelentes alternativas com aportes a partir de R$ 1 mil.

    No entanto, existem operação que exigem um mínimo de R$ 30 mil.

    Além disso, quanto maior for o valor do aporte inicial, maior será a rentabilidade desse ativo. Investimentos menores também são boas opções para diversificar a sua carteira.

    Tributação Aplicável no CDB

    cdb custos taxas

    As taxas são cobradas apenas sobre os rendimentos

    Diferente do que algumas pessoas pensam, investir em CDB possui custos. Assim, é fundamental que você os conheça antes de começar a investir em um CDB:

    IOF (Imposto sobre Operações Financeiras)

    Ele incide sobre o investimento apenas nos primeiros trinta dias de aplicação. Caso você solicite o resgate do CDB durante este período, haverá a cobrança deste tributo. 

    Sua incidência ocorre sobre o rendimento durante esse período. Assim, caso você tenham aplicado R$ 5 mil e deseje resgatar o seu título após vinte dias, o IOF vai incidir sobre o rendimento obtido no período.

    Imposto de Renda (IR)

    O Imposto de Renda incide apenas sobre os rendimentos e de forma regressiva. Ele é calculado no momento do resgate do seu título. Então, quanto maior o tempo de investimento, menor será a alíquota. 

    Veja a tabela: 

    % de IR sobre o rendimento

    Período de aplicação

    22,5%

    180 dias após a aplicação

    20%

    360 dias após a aplicação

    17,5%

    720 dias após a aplicação

    15%

    720 da aplicação

    Tabela da tributação do IR para o CDB - Fonte: Receita Federal

    Riscos do Certificado de Depósito Bancário

    Independentemente do porte do emissor, todo CDB é um investimento de renda fixa. Ou seja, ele é conservador e possui baixo risco.

    Não existem surpresas em seu rendimento. Ele renderá exatamente o que está proposto no momento da compra. Se é 120% do CDI, o título renderá cerca de 6,60% com a taxa Selic a 6,5% a.a, por exemplo. 

    No entanto, existe sim um fator a ser considerado que é o risco de crédito. Trata-se da possibilidade de calote do banco que emite o CDB. Vale dizer que esse risco é maior com bancos pequenos e mais frágeis. 

    Contra esse risco, na Rico, você possui duas garantias: a primeira é que selecionamos investimentos de bancos confiáveis.

    A segunda é que o CDB conta com a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito), que pode cobrir qualquer eventual calote até R$ 250.000. 

    Dessa forma, os riscos da sua aplicação diminuem bastante, se tornando uma excelente opção para a diversificação da sua carteira de ativos.

    Portanto, investir em CDB com a Rico é a sua melhor decisão para minimizar eventuais riscos. 

    Lembre-se de que valor coberto pelo FGC é pensado em relação a cada CPF. Assim, caso você possua aplicações em outros títulos cobertos por pelo Fundo Garantidor de Crédito, preste atenção no somatório total de todos eles.

    CDB ou Tesouro Direto?

    cdb ou tesouro direto investir

    Tudo depende dos seus objetivos e expectativas de rentabilidade

    O mercado financeiro possui uma série de aplicações. Mesmo os investidores mais experientes costumam ter dúvidas na hora de designar o patrimônio. 

    Na renda fixa, uma das questões mais recorrentes é sobre investir em CDB ou Tesouro Direto. Afinal, eles são os investimentos mais conhecidos da categoria. 

    A diferença entre estas aplicações começa pela emissão, pois o Tesouro Direto é um título público, ou seja, é emitido pelo governo. 

    Este investimento possui taxas de rentabilidade que funcionam como o CDB. Porém, ao invés do CDI, um de seus indexadores é a Taxa Selic. 

    Como estes dois índices têm valores muito próximos, o rendimento é semelhante. Em alguns casos, o CDB obtém retornos mais atrativos, por exemplo, 120% do CDI. 

    Outra vantagem deste investimento é a tributação, porque o Tesouro Direto possui as mesmas taxas que o CDB, mais a taxa de custódia de 0,30% ao ano. 

    De acordo com a taxa de rentabilidade, as diferenças de ganho líquido podem ser grandes. 

    No fator segurança, o Tesouro Direto é o investimento mais seguro do país. Mesmo que o CDB possua baixo risco, ele é um pouco mais arriscado que o título público. 

    Em relação ao aporte inicial, o Tesouro Direto tem acessibilidade maior, pois o valor inicial é de apenas R$ 30,00, contra R$ 1 mil do CDB. Porém, ambos costumam ser excelentes opções de renda fixa. 

    Ao compararmos a rentabilidade de um investimento de R$ 10 mil no Tesouro IPCA+ 2024 e um CDB do Banco BMG S.A, em um período de 5 anos, a rentabilidade do CDB é cerca de 0,93% maior a.a.

    cdb x tesouro direto   cdb x tesouro direto-1

    cdb x tesouro direto resultado   cdb x tesouro direto resultado-1

    Simulação de CDBs e Tesouro Direto - Tela capturada em 29/07/19

    CDB ou LCI?

    A LCI (Letra de Crédito Imobiliária) entrou no radar dos investidores após a queda de juros.

    Com as taxas de rendimentos menores, muitos têm procurado investimentos que tenham custos mais atrativos para ter ganho líquido maior. 

    Neste ponto, surge a dúvida entre o CDB e a LCI. A segunda alternativa é isenta de tributos. Enquanto que o CDB tem o IR e o IOF. 

    Então, se você quer investir sem pagar qualquer tipo de imposto e ainda financiar as atividades do setor imobiliário, a LCI pode ser uma boa alternativa. 

    Ao mesmo tempo, há casos em que o CDB consegue superar os rendimentos da LCI, mesmo com estes tributos. Assim, é preciso analisar qual deles oferece retornos líquidos melhores.

    De forma geral, ambos funcionam de maneira semelhante e costumam ser indicados para a diversificação de portfólio. 

    Caso você decida investir R$ 10 mil em um período de 1 ano, é importante que você saiba qual é a diferença de rentabilidade entre ambos os títulos. Confira o resultado dessa simulação a seguir:

    cdb x lci

    cdb x lci resultado

    Simulação de CDBs e LCI - Tela capturada em 29/07/19

    CDB ou poupança?

    A poupança é vista por muitos como a alternativa mais segura de fazer o dinheiro render. Mas, isso é um mito! Hoje, o mercado financeiro oferece formas muito mais rentáveis e de baixo risco, como o CDB. 

    Com a taxa Selic em 5,50% ao ano, a caderneta está com rendimentos de apenas 3,85% a.a., contra 5,18 do CDI. 

    Ao aplicar o seu dinheiro na poupança, você deixa de ganhar quase o dobro. Se compararmos com um CDB que paga mais de 100% do CDI, a diferença é ainda maior. 

    Em termos de ganho real, com o IPCA acumulado em 2,84%, a caderneta retorna cerca de 1,70%. Enquanto que em relação ao CDI, a diferença é de 5,55%, ou seja, você economizou para ganhar menos de 2,0% no ano todo.  

    Além disso, o mercado espera que a taxa Selic sofra mais um corte de 0,25% até o final deste ano. Portanto, a poupança pode render menos ainda. 

    Então, aplicar o seu dinheiro na caderneta não é um bom negócio. O ideal é buscar um investimento que ofereça rendimentos justos, como um CDB que pague, pelo menos, 100% do CDI. 

    Confira a seguir a comparação de um investimento de R$ 10 mil em um período de 2 anos na poupança e em um CDB do Omni Banco S.A:

    cdb x poupança

    Simulação de CDBs e Poupança - Tela capturada em 29/07/19

    Veja este artigo completo para quem ainda está em dúvida entre CDB ou Poupança

    Nova call to action

    Devo investir em CDB por Banco ou Corretora de Valores? 

    O investimento em CDB pode ser feito através de bancos ou corretoras de valores. Mas, há grandes diferenças entre investir nestas instituições, principalmente na rentabilidade. 

    As grandes instituições bancárias oferecem aplicações com taxa de rendimento pouco atrativas e a gama de opções bem menor. 

    Já nas corretoras de valores, você pode contar com inúmeras alternativas de CDBs. Assim, você escolhe o mais adequados aos seus objetivos. 

    Sem contar que as taxas de rentabilidade costumam ser muito maiores. Tenha em mente que os bancos, geralmente, cobram a taxa de administração. Assim, você ganha menos ainda. 

    Conclusão 

    cdb como comecar

    Comece a investir em CDB e realize os seus maiores sonhos!

    O CDB é um título de renda fixa que costuma oferecer taxas de rendimento bastante atrativas. 

    Além disso, os títulos do CDB possuem baixo risco. Então, ele pode ser uma excelente opção para os investidores de perfis conservador e moderado. 

    Nos últimos anos, o número de emissão de CDBs tem aumentado. Hoje, você encontra ativos que cabem no seu bolso e aceleram a concretização dos seus objetivos. 

    De forma geral, esta aplicação costuma ser recomendada para metas de médio e longo prazos, como aposentadoria, compra de um carro ou casamento. 

    Já os CDBs com liquidez diária podem ser utilizados para os objetivos de curto prazo, por exemplo, reserva de emergência ou viagem de férias. 

    Então, este ativo se mostra como uma alternativa bastante flexível. Porém, você deve ter em mente a sua estratégia de ganhos e o seu perfil de investidor. 

    Para ter acesso aos melhores CDBs e começar a ver o seu dinheiro crescer de forma segura, o primeiro passo é abrir a sua conta na Rico agora mesmo! 

    Gostou deste artigo? Então, deixe um comentário com sugestões. 

    Continue aprendendo sobre investimentos com estes outros artigos do nosso blog:

    Nova call to action

    Topics: Renda Fixa

    Top 5 Posts

    Posts Recentes