{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1100px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

    10 dicas para pedir aumento de salário

    by Rico.com.vc | 6 de Fevereiro, 2014

     

    O tema de hoje aborda uma questão fundamental na rotina de quase todo mundo que trabalha em empresa que não a sua própria: o salário.

     

    aumento salario

     

    Mais do que um meio de sustento de vida, a bolsa-auxílio acaba por servir como um importante indicador de desempenho sobre nossas qualificações profissionais e área de atuação. Por esse motivo, passado algum "tempo de casa" é sempre bom parar pra refletir se o valor que você recebe condiz com as suas expectativas, habilidades e o piso do mercado.

    Caso encontre alguma incongruência em alguns dos itens anteriores e queira continuar na companhia onde está, é melhor aprender a negociar o salário. Sem tabus!

    E diga-se de passagem, não é das tarefas mais fáceis. Por isso, numeramos algumas dicas para você se preparar melhor para quando chegar o grande momento frente a frente com o chefe.  

     

    10 dicas para pedir aumento de salário

    1. Dê tempo ao tempo:  para renegociar o salário é preciso ter completado pelo menos um ano de empresa. Aqui é preciso usar o bom senso, esse seria o período ideal para ter no histórico algumas conquistas na empresa, alcance e superação de metas e claro, credibilidade.

    2. Avalie o momento da empresa: existem diversas curvas de crescimento ou declínio nas empresas, e você terá que entender e respeitar o momento pelo qual a sua está atravessando. Se a companhia estiver fazendo uma contratação atrás da outra, momento é de expansão e grande projetos, aproveite a oportunidade para galgar salários maiores. 

    3. Olhe o mercado: procure informar-se sobre o piso salarial do seu cargo e área de atuação para a partir daí fazer um pedido coerente. Verifique também o segmento da empresa em que trabalha.Mas atenção: não cometa o erro de pedir aumento em uma micro empresa tendo como base o salário de alguém que tem o mesmo cargo que o seu em uma multinacional.

    4. Olhe a si mesmo: compile os resultados mais expressivos que gerou dentro da empresa, as decisões e escolhas que tomou nos principas projetos e a sua postura diantes os desafios e o relacionamento com os colegas.

    5. Olhe para seu chefe:  "estude" o comportamento de seu superior, se ele é mais calmo ou estourado, se ao menos deu sinais de estar gostando do seu trabalho. Reserve o horário menos atribulado da rotina de trabalho (ex: depois do almoço ou cafezinho da tarde), e uma época do ano em que nem você nem ele estejam envolvidos em projetos grandes e/ou estressantes. Jamais "pule" o seu superior direto para conversar com o diretor geral, por exemplo. Sair atropelando a hierarquia pode ser encarado como sinal de desrespeito ou afobação. 

    5. Evite fofocas: nada de ficar comentando sobre o desempenho e remuneração dos seus colegas, foque nas próprias qualidades e mostre resultados! Nunca use comparativo de salário dos colegas para pedir o seu. Caso os outros funcionários também estiverem com o salário congelado nos últimos 12 meses, vale fazer o pedido de forma coletiva para conquistar respaldo àquilo que está reinvindicando.

    6 - O que não falar: é comum que o funcionário vá pedir aumento alegando que precisa terminar de quitar a casa, o carro, a escola dos filhos etc. Mas acontece que vitimizar-se pelos problemas pessoais jamais pode servir como argumento para pedir aumento. O acréscimo de salário deve ser fruto direto da relação funcionário-empresa e dos seus méritos conquistados lá.

    Outro argumento furado é alegar que possui muito tempo de casa, afinal hoje em dia a questão da meritocracia beneficia aqueles que dão mais resultado, muito mais do que aquele que possui mais histórico na empresa.  

    Tente ser direto ao ponto, ao invés de aproveitar uma conversa informal para chegar ao assunto, pule a parte do "como vai sua família, o time de futebol?" e afins. Evite utilizar telefone ou email e prefira ficar de frente com o superior em sua sala. 

    7 - Quanto de aumento é recomendado pedir? Procure negociar por volta de 5% a 20%. Menos que 5% não valerá o desgaste da conversa; mais de 20% pode parecer ganância e falta de bom senso. Vale também negociar outros benefícios trabalhistas como VR, VA, plano de saúde, auxílio creche, estacionamento etc.

    8 - Mencionar ou não oferta de outra empresa: é válido falar sobre as propostas que tem recebido, até para o seu superior ficar ciente do seu intento de crescer seja na empresa atual ou em alguma outra. Certamente a empresa colocará todas essas informações na balança e vai chegarà conclusão que bonificar um funcionário é muito mais barato do que treinar um que chegar "zerado" na função.  

    9 - Por fim, saiba ouvir um “não”: sabe aquela frase "o não você já tem?" e que é preciso batalhar pelo "sim" frente aos seus objetivos. Caso você tenha pontuado bons argumentos mas mesmo assim não tenha conseguido o aumento, não insista. Ao invés disso, avalie o que quer para a carreira nos próximos meses, se vale a pena continuar onde está complementando a renda de outra maneira ou buscar novas oportunidades. 

    10 - Diante de um sim ou não: agradeça a atenção do chefe e proponha novas metas para os próximos meses que, se batidas, possam resultar em um novo aumento ou ainda pergunte o que ele espera de você para que o aumento seja merecido. Aproveite o momento para receber feedback e saber como está o seu desempenho e o que precisa aperfeiçoar. Chefe que é chefe é PhD em negar aumentos, mas certamente sabe enxergar os colaboradores com grande potencial, principalmente, aqueles que têm conhecimento da sua importância para o sucesso da organização. 

    Topics: Finanças Pessoais

    Top 5 Posts

    Posts Recentes