{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1100px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

A importância do STOP na hora de investir.

by Rico.com.vc on Outubro 30, 2013

Para comprar ou vender uma ação negociada no mercado o investidor precisa enviar uma ordem ao intermediário contratado, ou seja, a sua corretora de valores. Para formalizar uma ordem, é preciso que ela sejam transmitida por escrito, telefone ou quaisquer plataformas de transmissão de voz ou eletrônicos com conexões automatizadas. Além do mais, as ordens devem ser registradas com horário do recebimento, o nome do cliente que as emitiu e as condições de execução.

Mas a questão é que ao efetuar ordens, seja direto pelo home broker ou por meio de um gestor de carteira, o investidor precisa ter em mente até quanto está disposto a perder em uma negociação ou abrir mão de ganhos para evitar o risco de uma perda subsequente. E é justamente aí que reside a importância de programar as suas ordens.

 

A importância do Stop de Vendas

stop açoes

 

Ao mesmo tempo em que recomendamos ao investidor acompanhar suas aplicações diariamente, sabemos que aqueles que não trabalham diretamente com o mercado financeiro não possuem tempo e/ou disposição suficiente para tal. Antever as oscilações do mercado é ótimo, mas muitas vezes não é tarefa fácil para um investidor amador. Por isso é extremamente necessário que ele conheça os mecanismos de prevenção de riscos ao operar no mercado.

Nesse contexto, o Stop Loss funciona justamente como se fosse um "seguro contra perdas". Inclusive, o termo foi tão abrasileirado que muitos não hesitam em fazer uso do termo 'estopar'. Em suma, a função primeira do stop é interromper uma negociação que está dando prejuízo antes que ele fique maior. Imagine uma eventual ocorrência de uma catástrofe como um furacão, a eclosão de uma guerra ou simplesmente a falência da empresa da qual compramos algumas ações. São justamente nessas e outras situações de cunho negativo em que o Stop Loss terá mais demandado.

Vamos a um exemplo: você compra uma ação a R$50 e acha que se ela cair para abaixo de R$ 45 só tenderá a cair mais, poderá programar uma ordem stop loss em R$45 por meio de sua corretora.

Uma outra modalidade de stop é o Stop Gain, bastante utilizado quando o investidor vê que a ação está se aproximando de seu máximo valor potencial e acredita que não terá como ganhar mais dinheiro com ela. Nesse caso, ele tende a preferir vendê-la para evitar perdas com a eventual queda da ação passada a fase de euforia.

Tanto as ordens de Stop Loss quanto de Stop Gain devem ser transmitidas ao corretor de valores pra inserção no sistema de negociação da Bolsa ou programada no próprio home broker). Afinal, evitar perdas e alavancar os ganhos é desejo de todo investidor, apesar de muita gente apontar que o stop é utilizado marjoritamente por aqueles que não confiam em seus trades.

Mas se pararmos pra pensar, na prática a teoria é outra: o stop é bastante utilizado [sim] pelos investidores experientes cientes das constantes oscilações sofridas pelo mercado. Sendo assim, o stop não é a ferramenta mais adequada pra quem faz uso da estratégia Buy and Hold, na qual o investidor compra ativos por um período indefinido acreditando na excelência e prosperidade dos negócios de uma dada empresa.

Se a cotação dessa ação decair para um valor inferior a esse, será disparada uma ordem de venda automática. Se não fosse pelo Stop, estaríamos à merce única e exclusivamente da sorte, afinal não importa se acertarmos 10 operações seguidas se a 11º der um prejuízo de 80%: todo o valor ganho será perdido em questão de segundos.

É importante ressaltar que nem todas as ordens de Stop poderão ser executadas de fato tendo em vista que é comum ocorrer lentidão no sistema ou baixa liquidez temporária, momento de falta de ordens de compra e/ou venda suficientes para liquidação das ações que você pretende "estopar". 

Sendo assim, procure ficar sempre a par das notícias e análises sobre as empresas do mercado e as previsões para o futuro de curto a longo prazo. 

 

A seguir, André Moraes explica tudo o que você precisa saber sobre o Stop Loss e o Stop Gain, assista:

Topics: Renda Variável/Mercado de ações