{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1100px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

    Qual a melhor relação RISCO x RENTABILIDADE para seus investimentos?

    by Rico.com.vc | 27 de Agosto, 2013

    bamba (1)

     

    Durante décadas, o Brasil enfrentou juros e inflação elevada em um cenário de muita instabilidade econômica. Nesse contexto, diversificar as aplicações era considerado um tanto arriscado, ao mesmo tempo em que a facilidade de resgatar o dinheiro era bastante valorizada.

    Nesse meio tempo, criou-se a cultura de que investir é somente pra alguns corajosos com vasto conhecimento de mercado e dinheiro na carteira. Mesmo com o cenário econômico mais favorável nos dias de hoje, aqueles que possuem perfil conservador continuam tendo a velha aversão ao risco na escolha de seus investimentos.

    Se esse for o seu caso, fica a reflexão: já parou pra pensar que tudo aquilo que você mais teme também é motivo de medo para os outros? E que ao nos esquivarmos do que nos causa esse medo coletivo, acabamos nos acostumando ao famoso "Comportamento de Manada" onde um copia o outro?

    O lado bom dessa história é que se você conseguir se libertar do seu "pé atrás", vai sair na frente de muita gente ao desbravar investimentos que muitos evitariam. Então fique tranquilo, pois se você encontra-se receoso em fazer algo, é um prelúdio de que está no caminho certo. O próximo passo é estudar e planejar seus objetivos!

    Investimento de baixo risco, boa liquidez e alta rentabilidade é o que todo mundo quer, mas existe uma co-relação entre esses três itens que você deve entender, uma linha tênue que vai diferenciar o investimento ideal para a maioria e o investimento mais adequado pra você.

    Por exemplo, se você não possui grandes montantes para investir e mesmo assim quer um bom retorno, programe-se para deixar seu dinheiro parado por mais tempo. Um bom exemplo de investimento é aquele feito pensando na aposentadoria, um planejamento de longo prazo que não combina com liquidez e riscos altos. Já se você ainda é jovem, pode arriscar um pouco mais para planejar uma eventual viagem de fim de ano, e nesse caso uma boa liquidez seria uma 'mão na roda' em aplicações de curto prazo.

    Achar a melhor relação entre Risco x Rentabilidade para seus investimentos geralmente acontece na base da tentativa e erro, no ouvir incessante de histórias de amigos e especialistas que percorreram o mesmo caminho. Ao contrário do que muita gente pensa, mesmo aqueles que possuem vasta experiencia no mercado de ações colocam dinheiro em aplicações de renda fixa, afinal elas têm oferecido uma relação bem compensadora entre Risco, Rentabilidade [e Liquidez, lembram?!] nos últimos meses.

    O ideal é sempre buscar por alguns investimentos seguros e outros mais arriscados. Montar uma carteira diversificada é a maneira mais certeira de minimizar o risco de seu patrimônio, melhorar a sua rentabilidade e adquirir aprendizado! Para aqueles que estão começando a traçar novos investimentos, uma boa sugestão é tentar imaginar: “Qual a pior coisa que pode me acontecer?”

    Acredite, na maioria das vezes o risco percebido é muito maior que o risco que de fato existe. Pense nisso!

    Topics: Diversifique seus investimentos

    Top 5 Posts

    Posts Recentes