{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1200px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

    2020, o Ano do IPO: 5 IPOs que Devem Ocorrer em 2020

    by Time da Rico | 13 de Abril, 2020

    2020-ano-do-IPO-5-que-devem-ocorrer

    Estamos ainda primeiro trimestre do ano, mas já se considera 2020 o ano do IPO, a Oferta Pública Inicial.

    Depois do recorde histórico de 2019, quando registrou alta de 32%, a B3 - Bolsa de Valores espera alçar voos ainda mais altos.

    E põe altos nisso: a expectativa é de movimentar milhões com a abertura de capital de novas empresas, quebrando marcas anteriores.

    Tudo isso motivado pela recente onda de otimismo vivenciada pelo mercado financeiro.

    Nesse contexto, está a retomada da economia, a queda dos juros e o próprio desempenho da bolsa de valores ao superar com folga a marca dos 100 mil pontos.

    Se 2020 for mesmo o ano das Ofertas Públicas Iniciais, confirmando as projeções, você terá neste artigo tudo o que precisa para aproveitar as oportunidades.

    investe em ações e quer se tornar sócio de novas empresas assim que elas iniciam sua trajetória com capital aberto?

    Então, siga a leitura e veja o que fazer para aproveitar as chances de ter bons resultados ao longo dos próximos meses.

    Separamos os seguintes tópicos para a sua leitura:

    • Por que 2020 Será o Ano dos IPOs?
    • O que Esperar de IPOs em 2020? 5 IPOs de Empresas Brasileiras que Devem Ocorrer
    • Motivos para haver tantos IPOs em 2020
    • Diversidade de IPOs em 2020 - Como isso pode beneficiar sua carteira de investimentos?
    • Como Participar de um IPO na Bolsa em 2020.

    Siga em frente e, caso tenha alguma dúvida, é só deixar um comentário ao final do texto.

    Nova call to action

    Por que 2020 Será o Ano dos IPOs?

    2020-ano-do-IPO-por-que-sera

    Os analistas chamam 2020 o ano do IPO em função de uma conjuntura favorável como há muito não se via na principal Bolsa de Valores brasileira, a B3 - única a negociar valores mobiliários no país. 

    Um dos principais motivos apontados é a recuperação da economia brasileira como um todo depois de um longo inverno de recessão. 

    Por isso, essa pode ser uma chance de ouro para quem pretende investir no mercado de ações, tornando-se sócio de uma das empresas que devem realizar IPOs ao longo do ano.

    Outro ponto positivo desse novo ciclo é que há uma diversidade de empresas em vias de abrir capital

    Varejistas, empresas do ramo tecnológico e financeiro são algumas das que realizarão ofertas públicas iniciais. 

    Ou seja: temos um quadro em que a variedade de empresas aponta para uma recuperação sólida e não apenas um momento passageiro.

    Assim sendo, se você tinha dúvidas sobre quando investir no mercado de ações, fica a sugestão para pensar seriamente em aplicar em 2020. 

    Segundo o analista Marcel Andrade, da Rico, é esperada a movimentação de mais de 200 milhões neste ano, o que seria um recorde, assim como mais de 20 empresas deve ter IPOs em 2020 na B3.

    “Tudo isso motivado pelo bull market que a gente está vivendo, pelo otimismo com a bolsa”, afirma ele.

    Andrade justifica 2020 como o ano do IPO também em razão da estratégia das companhias.

    “As empresas acreditam que, quando o mercado está bastante aquecido, elas conseguem colocar as suas ações à venda por melhores preços, principalmente quando comparado com seus pares, com empresas do mesmo setor, que o mercado costuma utilizar como referência”, pontua ele.

    Além disso, a já destacada recuperação da economia faz com que as empresas tenham melhores balanços anteriores à divulgação, o que torna a abertura de capital ainda mais atrativa para a captação de recursos pelas companhias.

    Segundo o analista, o ano não apenas tende a ser histórico, como se mostra uma boa oportunidade para quem quer entrar na bolsa.

    A própria diversidade de IPOs, sobre a qual falamos antes, abre a possibilidade de encontrar o setor preferido para investir em ações.

    “A gente vai ter IPO de tecnologia, de bancos, de saneamento básico, de alimentação, enfim, bastante diversificado, o que aumenta a chance de o investidor conseguir entrar no IPO de uma empresa que conheça ou que se beneficie dos seus serviços”, afirma.

    O que Esperar de IPOs em 2020? 5 IPOs de Empresas Brasileiras que Devem Ocorrer

    2020-ano-do-IPO-o-que-esperar-5-de-empresas-brasileiras-que-devem-ocorrer

    Depois do sucesso das empresas na Bolsa em 2019, incluindo aquelas que abriram capital no ano, espera-se que, em 2020, uma nova onda de valorizações volte a acontecer.

    E se, no ano passado, o quadro era relativamente diversificado, nesta temporada, as coisas parecem estar ainda melhores. 

    Cabe frisar que, quanto mais variado forem os ramos de atuação das empresas em processo de IPO, melhor para o investidor. 

    Isso significa que teremos um mercado menos suscetível às oscilações de um nicho. Logo, as alternativas caso um papel perca valor são mais variadas. 

    Em outras palavras: empresas de mais segmentos abrindo capital tornam a bolsa menos vulnerável à queda de um setor específico. 

    Sendo assim, as oscilações tendem a impactar o mercado com menor intensidade, o que dá margem para os investidores reaplicarem seus ativos em papéis menos afetados. 

    Quando não há variedade, uma crise em um segmento específico pode causar um efeito cascata que não deixa opção que não seja amargar perdas.

    Tendo esse importante fator em vista, confira na sequência as IPOs mais aguardadas do ano.

    Separamos cinco empresas para você ficar de olho em 2020, o ano das Ofertas Públicas Iniciais na B3.

    Locaweb

    Os números da Locaweb apontam para um bom momento para a empresa pedir uma IPO na categoria A, o que a credencia a emitir títulos como ações.

    Mas antes de falar dos bons números, vale conhecer um pouco mais dessa empresa de hospedagem de sites fundada em 1998, em São Paulo. 

    Com mais de 20 anos no mercado, a Locaweb, hoje, conta com uma carteira de mais de 280 mil clientes, 5 milhões de caixas postais e mais de 330 mil sites hospedados.

    Todo esse panorama permitiu alcançar resultados expressivos em 2019, quando fechou seu balanço trimestral com alta de 21% em relação a 2018. 

    No total, a futura empresa de capital aberto faturou R$ 280,5 milhões, enquanto seu EBITDA cresceu em 50%. 

    Por sua vez, o lucro líquido bateu os R$ 11,1 milhões, registrando crescimento de mais de 100%.

    Banco Votorantim

    Do segmento de TI, vamos para o setor financeiro. 

    É nesse nicho que se encontra o Banco Votorantim, uma das empresas que devem abrir capital neste ano.

    O objetivo é captar cerca de R$ 5 bilhões com a Oferta Pública Inicial, dando continuidade aos planos de abertura de capital que já existiam desde 2019.

    O Banco Votorantim, hoje, tem praticamente metade do controle acionário do Banco do Brasil, que detém uma fatia de quase 50% da empresa. A outra parte é controlada pela família do banqueiro Antônio Ermírio de Moraes.

    A empresa registrou, no primeiro trimestre de 2019, lucro de 32,4% em relação ao mesmo período de 2018. 

    Para aumentar ainda mais o otimismo, seu ROE, o Retorno sobre Patrimônio Líquido, foi de 15,1% no ano passado, o que significa um aumento de 3,2 pontos percentuais se comparado com a performance de 2018.

    Todos esses números fazem do futuro IPO do Banco Votorantim um dos mais aguardados.

    Madero

    Quando falamos que as empresas que devem abrir capital são de nichos variados, não estávamos de brincadeira. 

    Prova disso é a terceira empresa em nossa lista, a rede de hamburguerias Madero.

    Diferentemente da Locaweb e BV, a Madero deve realizar sua IPO fora do Brasil, mais precisamente na bolsa de Nova Iorque. 

    A meta é captar cerca de R$ 3 bilhões com a oferta inicial.

    Quando da sua estreia em bolsa, aguardada para o mês de junho, a estimativa é que o valor de mercado da Madero seja de R$ 8 bilhões.

    Caixa Seguridade

    Outro bom exemplo da diversidade das empresas de destaque em 2020 o ano do IPO é a Caixa Seguridade.

    O objetivo com a oferta pública é agressivo: levantar um total de, aproximadamente, R$ 60 bilhões com a abertura de capital no mercado financeiro.

    Depois de uma malfadada tentativa de abrir capital em 2016, parece que finalmente chegou a vez do braço ligado ao setor de seguros da CEF, o quarto maior do seu segmento no país.

    Gaspetro

    Por fim, a quinta e última empresa de destaque que deve abrir capital em 2020 é a subsidiária de distribuição de gás da Petrobras, a Gaspetro.

    O processo de abertura de capital, inclusive, é parte de um ousado plano de desinvestimentos da multinacional de petróleo brasileira. 

    A Petrobrás está se desfazendo de diversas subsidiárias para focar em seu core business e, nesse contexto, a Gaspetro passará ao controle da iniciativa privada.

    Vale destacar que, em 2018, a empresa registrou receita líquida de cerca de R$ 417 milhões e um lucro líquido na casa dos R$ 271 milhões.

    A estimativa é que o IPO da Gaspetro possa levantar R$ 4 bilhões.

    Invista com a Rico

    Motivos para haver tantos IPOs em 2020

    2020-ano-do-IPO-motivos-para-haver-tantos

    O bom momento do mercado financeiro, como você já viu, não se dá por acaso.

    Talvez pela primeira vez em muito tempo, a economia brasileira se ergue sem depender da conjuntura externa. 

    Portanto, podemos dizer que o mérito pelo bom momento que começa é todo nosso, ainda que o Brasil sofra abalos de fatores que vêm de dentro e de fora.

    Resumidamente, pode-se dizer que o “boom” de IPOs em 2020 se deve aos seguintes fatores, que iremos listar agora.

    Economia aquecida

    Os números do IBGE apontam para uma recuperação da economia ao longo de 2019, como mostra o crescimento de 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB). 

    Se comparado com o ano anterior, a melhora foi de 1,2%, o que confirma uma curva ascendente de recuperação econômica.

    Recorde em 2019

    Com a economia começando a decolar, o mercado naturalmente reagiu à altura. 

    Como você já sabe, a B3 registrou movimentação recorde no ano passado, o que é mais um motivador para que mais empresas peçam abertura de capital.

    Recuperação no cenário internacional

    A partir do contexto interno, órgãos internacionais começam a sinalizar positivamente para o Brasil como um mercado atrativo. 

    Uma prova disso foi o aumento da previsão por parte do FMI, que espera que nosso PIB cresça em 2,2% neste ano.

    O mesmo índice consta na projeção do Boletim Focus, do Banco Central. divulgado no final de fevereiro.

    Diversidade de IPOs em 2020 - Como isso pode beneficiar sua carteira de investimentos?

    2020-ano-do-IPO-diversidade-como-isso-pode-beneficiar-sua-carteira-investimentos

    Excepcionalmente, a economia brasileira vive uma fase em que a diversidade de segmentos em alta representa uma oportunidade interessante para investir. 

    Em outros anos, talvez você se recorde, o mercado dependia muito da performance de um grupo restrito de empresas, com destaque para a Petrobras, cuja ação era sempre uma das grandes estrelas da renda variável.

    Nesse caso, uma crise (como de fato aconteceu) pode levar os acionistas a sofrerem grande perdas, afinal, um mercado dependente de um nicho é sempre mais frágil.

    Por isso, a atual conjuntura é bastante favorável, porque abre ao investidor um leque muito maior de opções de investimento

    Lembra o antigo e sábio ditado que diz que não se deve pôr todos os ovos em uma mesma cesta? 

    Em 2020, você poderá aplicá-lo com muito mais segurança. 

    Sabendo que a oferta diversificada de segmentos diminui o potencial de perdas, o medo de investir é diluído e, em consequência, o mercado se mantém aquecido.

    O que acha, então, de aprender como participar de um IPO na Bolsa em 2020?

    Como Participar de um IPO na Bolsa em 2020

    2020-ano-do-IPO-como-participar-de-um-bolsa

    Para participar de um ou mais IPOs em 2020, você precisará contar com uma corretora que intermedie suas operações junto à B3.

    Por isso, se você ainda não tem uma conta, antecipe-se e abra uma o quanto antes, até porque há IPOs previstas já para o mês de abril.

    Na Rico, você faz seu cadastro em poucos minutos e tem acesso a uma série de vantagens em taxas e facilidades para investir.

    Nossa plataforma é moderna, intuitiva e simplificada, tudo para que você possa operar no mercado financeiro com segurança e tranquilidade.

    Com a conta aberta, para investir em ações, basta seguir estes passos:

    1. Transfira para a sua conta na corretora o valor que deseja aplicar
    2. Acesse o Home Broker
    3. Busque pelo ativo desejado, digitando o código da ação
    4. Dê a emissão de ordem de compra e defina a quantidade de papéis a negociar
    5. Execute a ordem e pronto: você se tornou acionista de uma empresa de capital aberto.

    Aproveite e assista nosso conteúdo em vídeo para aproveitar 2020, o ano do IPO:

    Conclusão - Como a Rico Pode te Ajudar a Aproveitar os IPOs em 2020?

    Como a gente acabou de destacar, a Rico é sua grande parceira para aproveitar as melhores oportunidades de IPO ao longo de 2020.

    Aqui, você abre sua conta de forma fácil e opera sem segredos no mercado financeiro.

    Na sua jornada de investidor, conte com a Rico também para montar a sua estratégia e adquirir conhecimento, algo sempre tão importante para tomar as melhores decisões.

    Seja na renda fixa ou variável, nós temos as melhores taxas, condições e dicas para aplicar seu dinheiro com segurança e rentabilidade.

    Siga acompanhando os conteúdos do nosso blog, a exemplo destes artigos que podem interessar a você:

    Obrigado por ler até aqui!

    Nova call to action

    Topics: Renda Variável/Mercado de ações