{% set baseFontFamily = "Open Sans" %} /* Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set headerFontFamily = "Open Sans" %} /* This affects only headers on the site. Add the font family you wish to use. You may need to import it above. */

{% set textColor = "#565656" %} /* This sets the universal color of dark text on the site */

{% set pageCenter = "1200px" %} /* This sets the width of the website */

{% set headerType = "fixed" %} /* To make this a fixed header, change the value to "fixed" - otherwise, set it to "static" */

{% set lightGreyColor = "#f7f7f7" %} /* This affects all grey background sections */

{% set baseFontWeight = "normal" %} /* More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set headerFontWeight = "normal" %} /* For Headers; More than likely, you will use one of these values (higher = bolder): 300, 400, 700, 900 */

{% set buttonRadius = '40px' %} /* "0" for square edges, "10px" for rounded edges, "40px" for pill shape; This will change all buttons */

After you have updated your stylesheet, make sure you turn this module off

    As 10 Ações Mais Recomendadas elos Analistas e Por Quê (2019)

    by Equipe Rico | 14 de Novembro, 2019

    acoes-mais-recomendadas-pelos-analistas-11por-que-2019

    Você sabe quais são as ações mais recomendadas pelos analistas e por que elas marcam presença nas principais carteiras recomendadas?

    Se observar com atenção, vai encontrar boas razões para isso.

    As carteiras são propostas com o objetivo de formar um portfólio diversificado e, sobretudo, seguro. 

    Nada mais justo, então, que elas incluam as ações das maiores empresas da Bolsa, que costumam se destacar justamente pelo bom casamento entre rentabilidade e segurança.

    Mas a pergunta que você talvez faça nesse momento é se deve seguir essas recomendações, não é?

    Falaremos muito mais sobre isso ao longo do artigo, trazendo dicas que vão qualificar a sua decisão, seja qual ela for.

    Desde já, vale dizer que existe uma carteira mais recomendada para o seu perfil, que talvez seja diferente daquela que segue outro investidor.

    E é justamente ao aprimorar seu conhecimento sobre o mercado financeiro que suas escolhas vão se tornar mais assertivas, qualificando os resultados.

    Então, siga a leitura e acompanhe este guia até o final.

    A partir de agora, vamos trazer todas as informações que você precisa para saber quais das ações mais recomendadas pelos analistas devem fazer parte do seu portfólio.

    Nova call to action

    Ações Mais Recomendadas para o Final de 2019

    acoes-mais-recomendadas-pelos-analistas-para-final-2019

    Logo de cara, vamos começar pelas ações mais recomendadas pelos analistas para a reta final de 2019.

    Observe que grande parte delas são as chamadas Blue Chips, ou seja, ações de empresas consolidadas e com menor grau de risco. 

    Não significa que deva apostar nelas de olhos fechados, é claro. Mas se você procura segurança e rentabilidade, tem aí um bom ponto de partida.

    1. Bradesco (BBDC4)

    As ações do Banco Bradesco, um dos cinco maiores bancos do Brasil, são presença constante nas carteiras recomendadas pelos analistas. 

    Negociadas sob o código BBDC4, elas se mostram menos voláteis do que outros ativos e vem mantendo a tendência da alta no longo prazo. 

    Hoje, o banco está descontado em relação aos seus pares, o que significa dizer que se paga por sua ação menos do que ela vale.

    Atualmente, sua cotação gira em torno de R$ 35 (veja a imagem abaixo).

    Os papéis BBDC4 do Bradesco são um dos ativos que compõem a carteira teórica do Índice Bovespa (a participação no dia 22 de outubro de 2019 era de 7,226%).

    Bradesco (BBDC4)

    Evolução histórica da ação BBDC4 - Tela capturada em 28/10/2019.

    2. Magazine Luiza (MGLU3)

    As ações da Magazine Luiza estão entre as mais comentadas no mercado. 

    Isso porque as MGLU3 se valorizaram mais de 1.000% nos últimos quatro anos, se transformando em um dos grandes destaques recentes da Bolsa. 

    Atualmente, são negociadas por volta de R$ 43 na B3 (veja imagem abaixo). 

    As ações MGLU3 também fazem parte da carteira do Ibovespa, com participação de 1,309% (em outubro de 2019).

    Mesmo depois da impressionante alta, analistas seguem otimistas quanto ao desempenho da Magazine Luiza no mercado. 

    A empresa têm crescido acima da média do setor de consumo e continua mostrando evoluções importantes, com ganhos de participação no mercado, o que indica que os bons resultados devem continuar nos próximos períodos. 

    Magazine Luiza (MGLU3)

    Evolução histórica da ação MGLU3 - Tela capturada em 28/10/2019.

    3. Petrobras (PETR4)

    Uma lista com as ações mais recomendadas pelos analistas tem que ter a PETR4, a preferencial da Petrobras.

    E não poderia ser diferente, já que a empresa é uma das maiores do mundo no setor de petróleo.

    Os papéis PETR4 também fazem parte do Ibovespa, com participação de 6,881% (em outubro de 2019). 

    O seu desempenho, no entanto, fica abaixo do Ibovespa nos últimos 12 meses. 

    Enquanto as ações da Petrobras (PETR4) cresceram 10,64% entre os dias 5 de outubro de 2018 e dia 4 de outubro de 2019, o Ibovespa avançou 24,57%. 

    No entanto, esse panorama deve mudar nos próximos períodos. 

    A Petrobras não conseguiu entregar resultados satisfatórios nos primeiros trimestre de 2019, mas, entre julho e agosto, a companhia registrou números bem interessantes de produção

    Nesse cenário, a expectativa é de os próximos resultados da companhia venham mais fortes, melhorando a performance das ações PETR4, que hoje são negociadas por volta de R$ 30 (veja imagem abaixo):

    Petrobras (PETR4)

    Evolução histórica da ação PETR4 - Tela capturada em 28/10/2019.

    4. Rumo (RAIL3)

    A Rumo é uma empresa do setor de logística, que ainda tem muito a crescer no Brasil. 

    As ações RAIL3 são negociadas atualmente por em torno de R$ 23 (veja imagem abaixo) e, de acordo com analistas, têm perspectivas positivas conforme o segmento se desenvolve.

    A companhia se destaca pelas suas taxas de retorno atraentes. Além disso, os custos em crescimento do setor de logística e renovação da concessão da Malha Paulista também devem impactar o desempenho das ações RAIL3 na B3.

    Hoje, a empresa responde por 1,327% na carteira de ativos do índice Ibovespa (em outubro de 2019). 

    Nos últimos 12 meses, a cotação do papel se valorizou mais de 64%, ficando bem acima do desempenho do Ibovespa no mesmo período, entre outubro de 2018 e 2019.

    Rumo (RAIL3)

    Evolução histórica da ação RAIL3 - Tela capturada em 28/10/2019.

    5. Localiza (RENT3)

    A Localiza é outra figurinha que se repete bastante entre as carteiras recomendadas. 

    Apesar de acumular alta superior a 80% nos últimos 12 meses, analistas acreditam que a ação ainda tem potencial para maiores ganhos no longo prazo. 

    As ações da Localiza (RENT3) também compõem a carteira do Índice Bovespa, com participação de 1,371% (em outubro de 2019).

    Hoje, seu preço gira em torno de R$ 42 (veja imagem abaixo):

    Localiza (RENT3)

    Evolução histórica da ação RENT3 - Tela capturada em 28/10/2019.

    6. Iguatemi (IGTA3)

    As ações da Iguatemi (IGTA3), empresa do setor de shoppings, são outra opção bastante recomendada por analistas. 

    O motivo para isso é que o nível de ocupação dos empreendimentos está hoje em mais de 93%, o que representa uma taxa baixa de vacância. 

    Além disso, a Iguatemi conta com uma gama de produtos bem posicionados e que se diferenciam pela alta qualidade. 

    As ações da Iguatemi têm participação de 0,225% no Ibovespa (em outubro de 2019).

    O seu desempenho, no entanto, se mostra superior. Em 12 meses, as ações IGTA3 subiram 45,74%.

    Seu preço atual é de aproximadamente R$ 47 (veja imagem abaixo).

    Iguatemi (IGTA3)

    Evolução histórica da ação IGTA3 - Tela capturada em 28/10/2019.

    7. Vale (VALE3)

    Depois da tragédia de Brumadinho, em janeiro de 2019, que culminou em um cenário conturbado e incerto para a companhia, a Vale perdeu um pouco de espaço entre os analistas. 

    Contudo, o pior parece ter ficado para trás e a empresa voltou a integrar o quadro de ações mais presentes nas carteiras recomendadas. 

    Segundo analistas, isso se deve, principalmente, ao preço do minério no mercado mundial. 

    Em 2020, o mercado de minério deve continuar deficitário, pressionando os preços para cima da média, o que tende a trazer bons resultados para a companhia. 

    Em 12 meses, o desempenho das ações da Vale foi negativo (-18,96%). Hoje, seu preço fica em torno de R$ 48 (veja imagem abaixo).

    Apesar da queda, a Vale se mantém como um das principais empresas do Ibovespa, com participação de 8,146% na carteira teórica do índice (em outubro de 2019).

    Vale (VALE3)

    Evolução histórica da ação VALE3 - Tela capturada em 28/10/2019.

    8. Itaú Unibanco (ITUB4)

    O posto de maior banco privado do Brasil faz das ações do Itaú uma das mais indicadas pelos analistas. 

    Afinal, o posicionamento do banco dentro de setor deixa o Itaú confortável para aproveitar a retomada da concessão de crédito no Brasil. 

    Além disso, o banco tem muito capital disponível, o que permite que a instituição faça investimentos em projetos mais interessantes para os acionistas. 

    O Itaú é ainda uma das principais empresas do Ibovespa - as ações ITUB4 representam 9,039% da carteira do índice (em outubro de 2019). 

    Nos últimos 12 meses, no entanto, as ações ITUB4 cresceram cerca de 6,22%, ficando abaixo do desempenho do Ibovespa. 

    Hoje, são negociadas por volta de R$ 37 (veja imagem abaixo):

    Itaú Unibanco (ITUB4)

    Evolução histórica da ação ITUB4  - Tela capturada em 28/10/2019.

    9. B3 (B3SA3)

    O potencial de diversificação da receita da B3, a Bolsa de Valores brasileira, além do monopólio da companhia no segmento, são as principais justificativas para a presença constante das ações B3SA3 entre as carteiras recomendadas. 

    Nos últimos 12 meses, a ação cresceu mais de 80%, mas, para os analistas, a B3 ainda pode trazer bons resultados. 

    A participação das ações B3SA3 no Índice Bovespa é de 5,191% (em outubro de 2019).

    Elas são negociadas por aproximadamente R$ 48 (veja imagem abaixo).

    B3 (B3SA3)

    Evolução histórica da ação B3SA3  - Tela capturada em 28/10/2019.

    10. IRB Brasil Seguros (IRBR3)

    A IRB Brasil Seguros também figura entre as ações mais indicadas pelos analistas. 

    Nos últimos 12 meses, elas se valorizaram mais de 74% e, atualmente, são negociadas por cerca de R$ 39 (veja imagem abaixo). 

    Mesmo com toda essa valorização, ainda há espaço para que a ação possa buscar resultados mais altos. 

    Isso se justifica pelo ambiente de concorrência favorável no qual a empresa está inserida, além do aumento das operações no exterior e da manutenção do crescimento dentro do Brasil, com taxas de retorno bastante positivas. 

    A IRB também é uma da empresas que compõem o Ibovespa, com participação na carteira do índice de 1,973% (em outubro de 2019).

    IRB Brasil Seguros (IRBR3)

    Evolução histórica da ação IRBR3 - Tela capturada em 28/10/2019.

    O Que As Carteiras de Ações Sugeridas Pelos Analistas Trazem

    acoes-mais-recomendadas-pelos-analistas-o-que-as-carteiras-trazem

    Como explicamos lá no início, geralmente, as carteiras recomendadas focam em uma busca comum entre os investidores: um portfólio diversificado e seguro.

    É a estratégia indicada para que você possa investir em diferentes empresas de setores variados, diluindo os riscos.

    Dessa forma, você se blinda de eventuais problemas que podem afetar um setor ou outro. 

    Como o objetivo é sempre trazer segurança, é muito comum a presença das Blue Chips nessas carteiras. Ou seja, ações de empresas mais consolidadas, geralmente líderes de mercado em seus respectivos setores. 

    Para o analista de investimentos da Rico, Thiago Salomão, as maiores empresas da B3 são também aquelas consideradas como mais seguras. 

    Isso não é necessariamente uma regra, mas se você analisar uma ação, como a do Itaú, por exemplo, vai perceber que ela é menos volátil do que papéis de bancos menores. 

    Contudo, como destaca o analista, um banco menor até pode ter um retorno maior. Afinal, a relação risco e retorno indica que, quanto maior risco, maior o retorno esperado. 

    Vamos explicar melhor como fazer essa análise no próximo tópico.

    Conheça a carteira recomendada da Rico

    Teoria do Risco e Retorno Sobre as Ações Mais Indicadas Pelos Analistas

    A relação entre risco e retorno é uma das mais importantes para os investidores. 

    É preciso entender que não existe retorno sem risco. E esse risco está associado ao nível de incerteza em relação ao futuro do investimento. 

    Portanto, quanto maior o grau de incerteza, maior o nível de retorno esperado e vice-versa.

    Nesse sentido, quanto mais segura a ação, menor o potencial de retorno esperado. 

    Mas isso não quer dizer que, necessariamente, uma carteira diversificada composta de ações mais seguras terá um retorno menor do que uma carteira mais concentrada e agressiva. 

    O ideal é buscar por uma carteira adequada ao seu perfil, que contemple ativos mais arriscados e outros mais seguros, para assim diluir os riscos e aumentar a expectativa de retorno. 

    New Call-to-action

    Por que as Blue Chips São Muito Comuns nas Listas de Ações Mais Recomendadas Pelos Analistas?

    acoes-mais-recomendadas-pelos-analistas-por-que-as-blue-chips-sao-muito-comuns-nas-listas

    As carteiras recomendadas vão sempre buscar as opções tidas como mais seguras dentro dos seus setores. 

    Por isso, é muito comum encontrar nessas carteiras, que costumam ter cerca de 10 ativos, as principais Blue Chips do mercado.

    Então, seja qual for a lista que você encontrar de ações mais recomendadas pelos analistas, é bem possível que nomes como Itaú, Vale, Petrobras e Bradesco apareçam nela.

    Vantagens e Desvantagens de Seguir as Ações Recomendadas Pelos Analistas

    acoes-mais-recomendadas-pelos-analistas-vantagens-desvantagens-seguir

    Agora, você já sabe que as carteiras recomendadas têm como foco principal trazer as opções mais seguras do mercado. 

    Portanto, se o seu foco é investir com menor risco, seguir algumas das recomendações dessas carteiras recomendadas pode ser interessante. 

    Contudo, vale ressaltar que a escolha das ações deve ser feita, preferencialmente, por você mesmo. 

    Afinal, ninguém melhor do que você conhece as suas expectativas e objetivos financeiros. 

    Por isso, segundo Thiago Salomão, o ideal é que investidor parta de suas próprias convicções para escolher sua carteira de investimentos. 

    Porém, se você realmente prefere acompanhar recomendação, a dica é seguir quem mais entende do assunto.

    A Rico tem hoje uma carteira recomendada superior. E você não vai terminar o artigo sem conhecer os detalhes dela.

    BOVA11 vs Carteira Muito Diversificada 

    acoes-mais-recomendadas-pelos-analistas-BOVA11-carteira-muit-diversificada

    Ao priorizar as ações mais indicadas, há boas chances de você montar algo parecido com o Índice Bovespa, com os mesmos papéis. 

    E se for assim, não há como alcançar resultados muito diferentes, concorda?

    Isso não quer dizer que o resultado será ruim, afinal, o Índice Bovespa tem apresentado resultados positivos nos últimos meses. 

    Se o que você deseja é conseguir uma performance parecida, uma alternativa interessante pode ser investir em cotas do fundo de índice BOVA11, que tem como objetivo seguir de perto o Ibovespa. 

    A carteira do BOVA11 é composta basicamente pelas mesmas ações do Ibovespa, seguindo as mesmas proporções.

    Por isso, comprar uma cota do fundo significa, basicamente, comprar uma participação no índice.

    Já ao montar uma carteira bastante diversificada, colocando nela também as ações mais recomendadas pelos analistas, você pode mirar outro tipo de rentabilidade, com riscos igualmente diferentes.

    Nesse caso, temos uma sugestão para você a seguir, ao concluir nosso artigo.

    Conclusão - Carteira Sugerida da Rico vs Ibovespa 

    acoes-mais-recomendadas-pelos-analistas-conclusao-carteira-sugerida-RICO-ibovespa

    Chegando ao final deste artigo, você agora conhece as ações mais recomendadas pelos analistas, sabe quanto rende o Ibovespa e, assim, pode tomar sua decisão de investimento de modo mais assertivo.

    Para ir além do que a carteira teórica do Índice Bovespa oferece, conheça a carteira sugerida da Rico.

    Veja o que diz o analista Thiago Salomão sobre ela:

    “Na Rico, nós não costumamos olhar muito para as ações mais recomendadas para tomar as decisões. Nós avaliamos, sobretudo, as opções que acreditamos que são boas ideias de investimentos e isso independe do tamanho da empresa ou de quantas pessoas a recomendam”.

    Por isso, a carteira da Rico se diferencia da média do mercado. 

    A carteira foi criada em janeiro de 2016 e está oferecendo um retorno de quase 60 pontos acima do Ibovespa. 

    Enquanto o Ibovespa rendeu algo na faixa de 140% desde janeiro de 2016, a carteira da Rico apresenta rendimento na faixa de 200%. 

    Conheça agora mesmo a carteira recomendada da Rico elaborada pelos nossos analistas.

    E para ampliar seu conhecimento no mercado de ações e renda variável, leia também estes artigos:

    Gostou do artigo ou tem alguma dúvida? Deixe um comentário.

    Obrigado por ler até aqui!

    Nova call to action

    Top 5 Posts

    Posts Recentes