Blog da Rico

O que é IPCA e como ele afeta o seu bolso?

Posted by Rico.com.vc on 24/abr/2014 17:54:00

Você sabia que o IPCA é o índice oficial que mede a inflação? Tal índice influencia diretamente o seu bolso e também é o que mede a rentabilidade de alguns investimentos.

Abaixo você vai saber como esse índice funciona na prática, para que serve e, claro, quais são os investimentos com rentabilidade atrelada ao IPCA. Dessa forma você aprenderá como tirar o melhor proveito dele para ganhar dinheiro também.


 

 

ipca

 O que é o IPCA


O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) é medido mensalmente pelo IBGE para identificar a variação dos preços no comércio. Esse dado é considerado o índice oficial da inflação pelo Banco Central.

 

Explica-se: a partir dele o COPOM verifica se o Governo Federal atingiu ou não as metas de inflação estabelecidas pelo Conselho Monetário Nacional. De acordo com o resultado do IPCA o COPOM pode abaixar, manter ou elevar a taxa de juros do Brasil – a taxa SELIC.

O IPCA reflete o custo de vida para famílias com renda de 1 a 40 salários mínimos. A sua mensuração é feita em nove regiões metropolitanas: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além dos municípios de Goiânia e Brasília.

A coleta de dados para o índice vai do dia 1º ao dia 30 ou 31 (dependendo do mês), contemplando setores do comércio, prestadores de serviços, domicílios (para verificar valores de aluguel) e concessionárias de serviços públicos.

Os preços obtidos na pesquisa retratam pagamentos à vista nas seguintes categorias: alimentação e bebidas; artigos de residência; comunicação; despesas pessoais; educação; habitação; saúde e cuidados pessoais; transportes e vestuário.

Em termos práticos: quando o IPCA sobe, significa que alguns destes itens sofrerão reajuste de preço para cima, então teremos INFLAÇÃO no período. Caso no mês seguinte o IPCA seja menor do que o do anterior não significa que tivemos redução dos preços, a DEFLAÇÃO. Somente que os preços subiram menos do que no mês anterior. Somente se o IPCA for negativo é que teremos deflação, ou seja, que os preços terão diminuído.

Para finalizar, lembramos também do primo "IPCA-15", que nada mais é do que uma prévia do IPCA utilizado geralmente para o reajuste do IPTU. Ao contrário do IPCA, ele é medido a partir do meio do mês, do dia 16 ao dia 15 do mês seguinte.

Quer saber mais sobre este e outro assunto sobre finanças pessoais e investimentos? Inscreva-se para receber as atualizações do blog uma vez por mês (deixe seu email no quadro ao lado do título deste post). :)

 

 

 

Topics: Finanças Pessoais