Blog da Rico

Entenda Tudo Sobre O Mercado de Capitais - Guia Completo

Posted by Daniella Gomes on 18/jan/2017 21:47:20

como funciona o mercado de capitais

Se você quer saber o que é mercado de capitais já deve ser um investidor com alguma experiência, certo?

Por isso, se chegou até aqui espere por um conteúdo completo que irá desvendar tudo o que você quer saber sobre mercado de capitais e ainda descobrir o que é possível negociar nele, sem enrolação e sem financês.

Neste post, além de explicar como funciona, vamos indicar alguns conteúdos fundamentais para que possa avançar os seus conhecimentos em tudo que envolve o mercado de capitais, com foco em renda variável.

Neste post você vai aprender 

  • O que é e como funciona o Mercado de Capitais
  • Estrutura do Mercado de Capitais
  • Tipos de Mercado
  • Classificação do Mercado de Capitais
  • Mercado Primário
  • Mercado Secundário
  • Bolsa de Valores
  • Evolução e Importância No Brasil
  • Aprenda o Segredo dos Milionários Para Investir no Mercado de Capitais
  • Alavancagem
  • A Bolsa de Valores no Mercado de Capitais
  • Conclusão

O que é e como funciona o Mercado de Capitais

O mercado de capitais é um sistema que proporciona a distribuição de valores mobiliários para que empresas possam viabilizar a sua capitalização por meio da liquidação dos títulos emitidos por elas.

Um dos objetivos para o funcionamento do mercado de capitais é a disponibilização de recursos financeiros, como a poupança, para a indústria e comércios e outras atividades econômicas.

A negociação de ações é o exemplo mais conhecido no mercado de capitais. É através da Bolsa de Valores que se permite aos investidores a aquisição de ativos das empresas listadas e, consequentemente, a movimentação de capital para custear o desenvolvimento econômico.

Conforme as empresas se desenvolvem é necessário ter acesso a mais recursos, havendo assim 3 meios para conseguir financiar suas atividades, são eles:

  • empréstimos de terceiros
  • reinvestimentos dos lucros
  • participação acionistas

Esse último é o que mais nos interessa neste artigo, pois você leitor deve ter chegado até aqui com o interesse de saber mais sobre o mercado de capitais com foco no mercado de ações.

Abaixo, vamos explicar detalhadamente tudo o que você precisa saber sobre este mercado.

Estrutura do Mercado de Capitais

O mercado de capitais é formado por:

Os principais ativos mobiliários e derivativos (no caso das opções de ações, por exemplo) negociados são:

Ações

Títulos que representam a menor fração do capital de uma empresa listada na Bolsa de Valores.

Ao comprar uma ação, o investidor se torna sócio dela (acionista), e participa dos resultados, como a distribuição de lucros e dividendos.

As ações podem ser:

  • ordinárias - o acionista tem direito de voto em assembleias
  • preferenciais - o acionista recebe dividendos (percentual de participação nos resultados da empresa).

Debêntures

São títulos emitidos por sociedades anônimas para captar recursos com o objetivo de proporcionar investimento ou financiamento de capital de giro. Conhecida também como título de dívida.

Apesar de não ser tão populares, as debêntures são a forma mais conhecida de captação de recurso através de títulos. O investidor que adquire tais títulos recebe uma remuneração em um prazo pré-determinado.

Commercial papers

Trata-se de um título privado de curto prazo emitidos por empresas para captação de recursos financeiros.

Opções sobre ações

São direitos de compra e venda de ações negociados com preço (preço de exercício) e prazo (data de vencimento) preestabelecidos.

Este mercado é utilizado pelos investidores como uma forma de proteger suas ações contra possíveis perdas devido ao sobe e desce da Bolsa. As opções são derivativos, ou seja, contratos que derivam de um ativo, nesse caso, ações.

Esses são alguns exemplos de ativos e derivativos que podem ser negociados no mercado de capitais por qualquer investidor pessoa física.

Outros papéis negociados são: Títulos Públicos, Letras de Câmbio (LC), CDB, direitos e recibos de subscrição.

Além de contratos derivativos, como: contratos a termo, contratos futuros e minicontratos de BM&F, swaps e opções que destacamos acima.

Você investidor pode participar de qualquer um desses mercados. Uma grande vantagem de negociar no mercado de capitais, como compra e venda de ações é a não obrigatoriedade de um valor mínimo obrigatório.

Antigamente, muitas corretoras exigiam valores iniciais altos - o que dificultava o acesso do investidor neste mercado.

Hoje, como não há custo de abertura de conta em uma corretora, e nem valor mínimo para começar a investir, está muito mais fácil para qualquer pessoa começar seus investimentos seja no mercado de renda variável ou de renda fixa.

Tipos de Mercado

Há dois tipos no mercado de capitais:

  • Mercado primário
  • Mercado secundário

Explicando de forma básica, funciona assim: no mercado primário o ativo é disponibilizado pela primeira vez e adquirido por um investidor.

Quando esse investidor negocia esse título e vende a uma terceira pessoa, já estamos falando no mercado secundário.

É a partir daí, no mercado secundário, que acontece o grande volume de negociações de ativos, como a compra e venda de ações no Home Broker, por exemplo.

Mercado Primário

Aqui é onde tudo começa. Quando uma empresa como a Petrobras, por exemplo, precisa de recursos para financiar as suas atividades, uma das possibilidade para se fazer isso é por meio do IPO.

O IPO, sigla que deriva do inglês (Initial Public Offering), conhecido como Oferta Pública Inicial, é o meio utilizado para que as ações de uma empresa sejam oferecidas aos investidores na Bolsa de Valores pela primeira vez.

O preço da ação lançada em um IPO é pré-determinado e os investidores participantes, muitas vezes, entram nessa operação com o objetivo de ganhar na diferença do preço - caso a ação se valorize após o seu lançamento.

Mercado Secundário

É neste mercado que acontecem a compra e venda de ações por meio do Home  Broker. O investidor vende a sua ação para outro investidor, a fim de reaver o seu capital.  

Sendo assim, o capital é transferido de um participante para o outro, e não mais para a empresa que emitiu o título como explicamos acima.

Veja que um mercado depende diretamente do outro. Pois, se não há lançamento de ações via IPO, não é possível que os investidores negociem a compra e venda entre si.

É interessante notar que você pode participar dos dois mercados, seja na aquisição de ações pela primeira vez ou negociar no mercado secundário.

Apesar de nosso exemplo ser restrito ao mercado de ações, vale lembrar que no mercado secundário é possível negociar outros  títulos de renda variável e também de renda fixa, tais como:

  • Renda Variável: ações, S&P 500, contratos e minicontratos de BM&F, Fundos Imobiliários e derivativos. São negociados em Bolsa de Valores e as operações realizadas via home broker ou sistemas de negociação.

  • Renda Fixa: títulos públicos do Tesouro Direto. LCI e LCA, CDBs, LC etcs. São negociados no mercado aberto e as operações são realizadas por meio da plataforma de investimentos da corretora de valores.

Bolsa de Valores
mercado de capitais bm&fbovespa.jpg

Antigo espaço do pregão viva voz na BM&FBovespa. 

A Bolsa de Valores (BM&FBOVESPA) é uma das maiores bolsas do mundo e lidera no mercado da América do Sul.

Por meio dela que são oferecidas, via pregão eletrônico, as negociações de ações, contratos futuros, de opções, termos, fundos imobiliários e também ouro, dólar (mercado cambial) e títulos públicos federais.

É na Bolsa de Valores que o investidor tem acesso a um ambiente altamente seguro que garante a liquidação das operações, ou seja, a disponibilização do dinheiro caso venda o ativo ou do título em seu nome, caso seja o comprador.

É importante saber que a ação comprada por você não fica guardada na corretora de valores e sim custodiada, em seu nome e em seus CPF, na CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia) - ligada à BM&FBovespa.

Além de a Bolsa ter seus próprios instrumentos que dêem segurança e transparência a todo os processo, o investidor ainda conta como um reforço adicional, a CVM

A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) é uma entidade ligada ao Ministério da Fazenda com o objetivo de finalidade de disciplinar, fiscalizar e desenvolver o mercado de valores mobiliários.

É através da sua atuação de fiscalização que são assegurados ao investidor o cumprimento de todas as regras que envolvem o mercado de capitais.

A CVM (Comissão de Valores Imobiliários) acompanha o processo para que todas as regras sejam seguidas e até mesmo a conformação do preço.

A corretora de valores, através de sua plataforma e home broker, atua como a ponte que liga você à BM&FBovespa - proporcionando assim uma infinidade de possibilidades para ganhar dinheiro por meio dos investimentos.

Evolução e Importância No Brasil

evolucao mercado de capitais no brasil

Ano passado o aumento do número de investidores foi de 17%

Felizmente, e graças a educação financeira e a maturidade dos investidores, o número de pessoas físicas na Bolsa de Valores está aumentando.

Isso porque já entenderam que o mercado de capitais é democrático, por não obrigar um valor mínimo obrigatório, e por ter vasto material gratuito na Internet para aprender a respeito. Assim como esse post!

Além disso, perceberam também que é possível ganhar dinheiro no mercado de renda variável sem ser um expert. E que é importante diversificar seus investimentos para além da renda fixa.

Devido ao bom desempenho da Bolsa em 2016, com ganho de 39% no índice Bovespa, milhares de brasileiros começaram a operar nesse mercado.

No ano passado, o aumento de pessoas físicas nas negociações foi de 17%, totalizando 564.024 investidores.

A forte valorização do Ibovespa gerou excelentes oportunidades para investidores que seguem diferentes estratégias - desde aqueles que operam no curto prazo, day trade, até mesmo os mais conservadores que compram ações para formação de portfólio de longo prazo.
investidores no mercado de capitais

O bom desempenho da Bolsa atraiu mais investidores em 2016

Aprenda o Segredo dos Milionários Para Investir no Mercado de Capitais

Há diversas estratégias para ganhar muito dinheiro no mercado de capitais.

Mas se possui perfil arrojado, saiba que há uma estratégia especial. E aqui na Rico você conta com todo serviços, suporte e ferramentas necessárias para ser um vencedor no mercado de capitais.

O Day Trade é uma estratégia de operação avançada e muito utilizada por operadores experientes que conseguem ganhar muito dinheiro em apenas algumas horas de pregão.

Trata-se de uma operação de compra e venda de um ativo em curtíssimo prazo. A chave do sucesso está no ganho entre as variações de preço de compra venda ou de venda e compra do mesmo ativo.

Veja um exemplo simples como funciona: imagine que você comprou hoje às 10h30 ações da Petrobras (Petro4) por R$20,00 e vendeu por R$22,00 às 15h30.

Ao realizar essa operação em um mesmo pregão, você fez um day trade e obteve lucro de R$2,00 por ação. Esse valor pode parecer pouco, mas os traders operam com volumes maiores, tendo ganhos suficientes, até mesmo, para viver disso.

A estratégia de alavancagem para operações day trade

Uma grande vantagem para os mais experientes é o uso da alavancagem no day trade. Trata-se de um limite disponível no Home Broker que possibilita operar um valor que pode chegar até 25x o seu capital na corretora.

Esse multiplicador varia conforme o papel que o operador tem em carteira. O ativo em carteira é chamado de "garantia", podendo ser ações ou títulos do Tesouro Direto.

Essa é uma forma muito utilizada para potencializar as possibilidades de ganhos nas operações de compra e venda no mercado de capitais.

Quer saber mais sobre day trade e alavancagem?
Leia mais em Day Trade: O que é e como funciona - O Guia Definitivo

A Bolsa de Valores no Mercado de Capitais

Para ter acesso ao mercado de ações e operar na Bolsa de Valores a fim de realizar estratégias como day trade, é preciso ter uma conta em uma corretora de valores.

Nós, a corretora, proporcionamos o seu acesso à Bolsa de Valores através do Home Broker. Mas um dos grande diferenciais da Rico é oferecer serviços e ferramentas que vão além disso.

Para se tornar um operador de sucesso é preciso investir em conhecimento. E não estamos falando em fazer leituras chatas, longas e com a monotonia de se dedicar aos estudos individualmente.

Você pode aprender diretamente com profissionais altamente capacitados e com larga experiência no mercado de ações. E, o melhor, sem precisar pagar qualquer quantia por isso.

Aqui na Rico você tem acesso a diversos benefícios sem custos para se tornar um operar de sucesso no mercado de capitais. Confira alguns destaques que separamos:

  • InvesTV - uma programação ao vivo e com chat sobre investimentos, análises de mercado e estratégias, para investidores experientes e avançados. Para você, leitor, separamos dois programas imperdíveis:
  • Ponto a Ponto - o analista Leandro Martins, uma dos mais respeitados do mercado, acompanha você e outros investidores no dia a dia da Bolsa, além de fazer recomendações e ensinar suas estratégias.
  • Portal do Trader - nesta sala de aula, investidores experientes compartilham sua experiência ao vivo durante o pregão.

mercado de capitais investv

No InvesTV você participa ao vivo de chats com especialistas

Além disso, a Rico realiza eventos exclusivos para clientes interessados em operações avançadas no mercado de acionário.

Uma oportunidade de conhecer presencialmente os profissionais que comandam as salas de aula em lugares incríveis como a Bolsa de Valores. Já imaginou operar dentro da Bolsa?

Veja como foi o Rico Day Traders 2016


Aqui você também tem acesso gratuito à ferramentas avançadas:

  • Ferramentas gráficas para Day Trade - no Home Broker você tem acesso gratuito ao principal gráfico avançado utilizado nas operações day trade

  • Plataforma profissionais para trader - a Rico é uma das poucas corretoras que oferece um sistema desktop de negociação próprio, de alto desempenho e que proporciona ao trader tudo que ele precisa para aproveitar todas as oportunidades do mercado. 100% grátis para clientes.

O caminho mais curto para vencer no mercado de capitais é aprender com aqueles que já estão colhendo os frutos de anos de aprendizado e que se dispõem a ensinar. 

Juntando pessoas para te ajudar e ferramentas certas para operar, só depende de você para vencer nesse mercado e ganhar dinheiro.

Conclusão

O Mercado de Capitais é altamente acessível e democrático. Não há valor mínimo obrigatório para comprar e vender ações.

Tanto um investidor conservador pode montar uma carteira de ações de longo prazo, como um operador pode fazer diversas operações de day trade alavancadas.

O importante é dar o primeiro passo que é abrir a conta em uma corretora de valores sem custo. É assim que você terá acesso ao Home Broker, à plataforma de investimentos e conhecerá melhor o seu perfil de investidor.

E é com o apoio da equipe de atendimento, dos especialistas que fazem recomendações de investimentos e dos profissionais que ensinam a operar, que você tomará as melhores decisões para ganhar e rentabilizar o seu dinheiro.

Agora que você já sabe tudo isso, que tal abrir a sua conta e começar?

Conte com a gente para dar os primeiros passos no mercado de capitais!


 New Call-to-action

Topics: Renda Variável/Mercado de ações