Blog da Rico

3 principais motivos para você tirar o dinheiro da poupança!

Posted by Gloria Maciel on 15/jul/2016 17:23:47

A caderneta de poupança é uma das opções mais antigas e conhecidas para “guardar” dinheiro. No entanto, apesar de toda popularidade, o seu retorno é muito baixo e muitas vezes o investidor não consegue realizar o que planejou.

poupana_.jpg

Quando o rendimento da poupança fica abaixo da inflação (como atualmente), você perde o famoso “poder de compra” e com isso o seu dinheiro rende quase nada. Assim, você não consegue mais comprar as mesmas coisas, pois os preços aumentam, mas o seu dinheiro não.

E não é à toa que neste semestre (janeiro a julho/2016) foi registrado pelo Banco Central o maior recorde de retirada de recursos da poupança desde 1995, ou seja, 22 anos.

A verdade é que muitos investidores já perceberam que existem opções tão seguras quanto, porém com rendimento muito maior, como por exemplo o Tesouro Direto, os CDBs e as “irmãs” LCIs e LCAs.

Se você ainda não faz parte desse grupo de investidores, separamos 3 motivos para você tirar JÁ o seu dinheiro da poupança e fazer muito mais por ele. Vem ver!

  • Motivo 1

Dinheiro na poupança = dinheiro embaixo do colchão!

Você já ouviu falar em “aniversário da poupança”?

Se você depositou R$100,00 no dia 20 de agosto de um ano qualquer, esse dia será o aniversário da sua poupança. Ou seja, todo dia 20 será creditado o rendimento dela.

Mas antes de sair comemorando esse aniversário, espere! Se você fizer um resgate antes dessa data, você não terá o rendimento do mês.

Resgatar o dinheiro da poupança antes da data do aniversário é como ter deixado o dinheiro embaixo do colchão. O rendimento já é tão baixo, em torno de 7% ao ano, que qualquer perda já faz diferença.

  • Motivo 2

Será que a poupança é mesmo um investimento?

A rentabilidade da poupança é muito baixa frente aos demais investimentos em Renda Fixa (vamos falar disso no próximo tópico), e, como muitas vezes acaba perdendo para a inflação, não podemos nem considerar que esse seja um investimento.

Segundo matéria do G1, no ano passado, por exemplo, a rentabilidade da poupança foi de 8,15% e perdeu para a inflação, que alcançou 10,67%.

Descontando a inflação, quem manteve recursos na poupança ao longo de 2015 viu a caderneta perder 2,28% do poder de compra, de acordo com a consultoria Economatica. É o pior resultado desde 2002!

  • Motivo 3

Opções muito melhores disponíveis no mercado!

Você já ouviu falar no Tesouro Direto, LCI, LCA e CDB?

Esses são conhecidos como investimentos em Renda Fixa e são tão seguros quanto a poupança, porém com rendimento muito maior!

Saiba um pouco mais sobre eles:

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é o investimento queridinho do momento!

Por meio dele é possível comprar títulos públicos do governo, recebendo juros em troca disso. São diversas opções de títulos e vencimentos para você escolher de acordo com o seu perfil e objetivos.

Sua rentabilidade pode chegar a dobrar a da poupança, por exemplo: o título Tesouro Selic está rendendo 14,25% ao ano! E, além disso, é super acessível -  com R$ 30,00 você já pode começar a investir!

Clique aqui e saiba quanto  o seu dinheiro pode render no  Tesouro Direto

 

LCI e LCA

LCI e LCA são títulos de renda fixa emitidos pelos bancos pra financiar o mercado imobiliário (LCI) e o Agronegócio (LCA), respectivamente.

Basicamente, funciona da seguinte maneira: ao comprar uma LCI ou LCA, o banco emissor disponibiliza o dinheiro para financiamento do mercado imobiliário ou linhas de crédito para o agronegócio. No vencimento do título, o banco realiza o pagamento com base na taxa pré-estabelecida no momento da compra.

- São garantidas pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) em até R$ 250 mil por CPF em cada banco

- O valor mínimo para aplicação é de R$ 5 mil

- Opções com rentabilidade acima de 100% do CDI

- Isentos de Imposto de Renda.

CDB

Os CDBs (Certificados de Depósitos Bancários) são títulos de renda fixa que funcionam assim: você empresta dinheiro para o banco e em troca recebe o valor somado a uma taxa de juros. Investindo em CDB o seu dinheiro rende todo dia um percentual do CDI que é a taxa de referência do mercado.

- Investimento garantido pelo Fundo Garantidor de Crédito

- Liquidez diária. Você pode sacar o dinheiro a qualquer momento!

- IR regressivo. Quanto mais tempo você investe, menos paga de IR

Para saber mais sobre esses investimentos, sugerimos o download gratuito do e-book “Guia fácil de investimentos em Renda Fixa”.

Ebook gratuito

 

 

Você também pode se interessar por:

Topics: Como começar a investir